Cães com artrite: dicas para uma dieta ideal

novembro 25, 2019
A alimentação dos cães com artrite deve levar em consideração vários fatores, como evitar o excesso de peso, por exemplo.

Assim como acontece com os seres humanos, conforme os cães envelhecem, as dores começam a aparecer. As articulações são especialmente delicadas e há cada vez mais casos de cães diagnosticados com artrite.

A alimentação é um dos fatores que devem ser controlados, por isso, vamos compartilhar algumas orientações a seguir.

A artrite nos cães

Acredita-se que aproximadamente um em cada cinco cães sofra de artrite. Embora este seja um distúrbio articular que pode ocorrer em qualquer idade, os cães mais idosos são os mais propensos a desenvolvê-lo.

Em geral, pode-se dizer que a artrite é uma doença degenerativa que causa a inflamação das articulações, tanto dos cotovelos quanto dos joelhos.

Alguns sintomas que os cães com artrite apresentam são os seguintes:

  • Dificuldade para sentar ou levantar.
  • Rigidez dos membros.
  • Sinais de dor ou incômodo quando as áreas afetadas são tocadas.
  • Relutância para subir escadas ou passar por outros obstáculos.
Cachorro idoso deitado

Os cães com artrite precisam de cuidados especiais. Uma vez que esta é uma doença degenerativa, o melhor tratamento consiste na aplicação de cuidados paliativos que reduzam a dor e retardem o avanço da doença.

Em relação à qualidade de vida, as camas ortopédicas e os protetores articulares são muito úteis. No entanto, você sabia que a alimentação também pode ajudá-lo?

A importância da dieta

Se você quiser ajudar o seu cachorro a ter uma vida mais fácil, é interessante modificar a sua dieta habitual e incluir alguns suplementos nutricionais benéficos.

Um dos componentes mais eficazes para combater a artrite é o colágeno, a substância que talvez seja a mais decisiva para manter a flexibilidade das articulações.

O colágeno faz parte da cartilagem, que é a responsável por manter o amortecimento das articulações. Por isso, a inclusão de uma quantidade adicional tanto de cartilagem quanto de colágeno na dieta será muito benéfica para o seu animal de estimação.

Se você não sabe muito bem onde encontrar essa quantidade adicional de cartilagem, você precisa saber que os ossos contêm altas proporções dela, de forma que eles podem ser incluídos na dieta ocasionalmente.

Cachorro mordendo osso

Quanto ao colágeno, existem suplementos especialmente indicados para aumentar a sua ingestão e síntese. No entanto, existem vários alimentos altamente proteicos – tais como o peixe ou a carne – que são muito úteis para que o cachorro possa sintetizar o colágeno de maneira natural.

Como medida adicional, a adição de quantidades moderadas de ômega-3 à dieta pode ajudar o seu cachorro a suportar a inflamação causada pela doença. O óleo de coco ou de krill contém grandes quantidades de ômega-3.

Cães com artrite: dieta e exercício

Além de modificar o aporte nutricional, também é importante lembrar que, quanto mais ele comer, pior. O excesso de peso é um dos grandes inimigos das articulações, porque quanto mais pesado o cachorro for, mais trabalho as articulações terão para sustentá-lo.

Por isso, evitar o excesso de peso é uma das máximas para os cães com artrite. Devemos garantir que vamos dar ao nosso cachorro uma dieta equilibrada, com ingredientes de qualidade, respeitando as quantidades indicadas para o seu peso e idade.

O exercício físico também pode ajudar o seu animal de estimação. Nesse caso, o exercício deve ser moderado, porém constante, pois isso vai ajudar a fortalecer as articulações e evitar que o animal engorde além da conta.

Fazer caminhadas diárias ou nadar são dois dos exercícios mais eficazes para os cães com artrite.

  • Brusa, M. C., & Boccia, F. O. (2000). Enfermedad articular degenerativa canina: consideraciones sobre el manejo médico terapéutico. Analecta Veterinaria20.
  • Van Valburg, A. A., Van Roermund, P. M., Marijnissen, A. C. A., Wenting, M. J. G., Verbout, A. J., Lafeber, F. P. J. G., & Bijlsma, J. W. J. (2000). Joint distraction in treatment of osteoarthritis (II): effects on cartilage in a canine model. Osteoarthritis and cartilage8(1), 1-8.