Cães e jardim

· abril 1, 2018

Muita gente acredita que o melhor para adotar um cão é ter um jardim ou quintal para que ele aproveite. Certamente, os animais precisam de um espaço para poder se desenvolver, mas essa ideia tem suas limitações: ter cães e jardim requer um planejamento.

Não se trata simplesmente de ter áreas verdes e deixá-los ali para que se desenvolvam bem. Há elementos num jardim que podem ser até perigosos para a saúde de qualquer cão.

Na verdade, tudo dependerá da visão do dono para criar um espaço adaptado às necessidades do animal. Ter cães e jardim tem suas dificuldades, mas não é impossível se utilizamos amor e bom senso.

Delimitando os espaços

Em um jardim podem existir muitos elementos diferentes: árvores, flores, capim, esconderijos, cercas, etc. O principal é que esses elementos não representem perigo para o animal de estimação.

 cão boiadeiro

Por isso, devemos tomar cuidado com a localização de tudo que dependa de nós. Evidentemente, uma árvore é algo que não pode ser movida, mas o jardim de flores pode ser planejado.

Outro princípio fundamental é reservar ao cão a área mais limpa e segura de todo o pátio. Para isso, vamos utilizar objetos que são do interesse dele.

A casa do cão

Essa pequena estrutura oferece teto e abrigo ao cão, mas também tem outra finalidade importante: localizar qual será a área de influência do animal. Por isso, será colocado no melhor espaço não só para seu descanso, mas também para suas brincadeiras.

Além disso, o certo é que a casinha esteja em um ponto onde os raios de sol incidam diretamente. Assim, nosso companheiro de aventuras não passará tanto frio durante o inverno. Se você mora numa região quente, ela deve ficar à sombra, abrigada do calor em excesso.

Outro ponto importante é que sempre se deve colocar uma cesta acolchoada ao lado da casa. Isso para que o animal descanse “ao ar livre” sempre que quiser.

Área de jogos

Seja com cascalho ou areia, uma área de jogos delimitará ainda mais os ambientes certos para as aventuras caninas. Mais importante que estabelecer limites é motivar o cão a se familiarizar com o local.

Para isso, devemos estimular seu sentido de territorialidade. Uma técnica útil pode ser incentivar que ele urine com frequência nesse espaço. Mas a melhor opção é, sem dúvida, colocar vários brinquedos intencionalmente para chamá-lo.

Se, além disso, brincamos com ele nessa área, o trabalho estará mais do que completo. Com tudo isso, o cão fará associações automáticas, e depois simplesmente criará um costume.

Cães e jardim: cuidado com a vegetação

Ter cães e um jardim de flores é possível desde que façamos isso de maneira organizada. O aspecto mais importante é a prevenção, pois não devemos plantar espécies que possam ser tóxicas ou venenosas para nossos animais.

As azaleias e oleandros são um perigo para o organismo animal. Também devemos evitar árvores como a cerejeira, nogueira e amendoeira, assim como as plantações que produzem frutas com sementes. Por outro lado, deixar o capim crescer será útil para o animal.

Para quem quer plantar flores, o melhor é evitar espécies com espinhos à vista. Para evitar feridas, o melhor é fazer plantações controladas perto da entrada da casa.

Cachorro no gramado

O que fazer com a urina e as fezes?

Os amantes da jardinaria sabem que a urina gera queimaduras na grama. Para evitar esse efeito negativo, molhe com uma mangueira as áreas afetadas. Outra solução é utilizar um pouco de fertilizante, para equilibrar o pH das plantações.

O melhor que podemos fazer é que nossos animais façam suas necessidades em algum canto distante. Se, além disso, ele se acostumar a fazer sempre no mesmo lugar, tudo será mais controlável e fácil.

De resto, é muito melhor que o cão faça suas necessidades dentro do pátio e não na rua. Se o animal é muito grande, sempre vão existir complicações. O mais recomendável nesse caso é comprar uma pá.

A conclusão é que ter cães e jardim é uma boa ideia que requer certos cuidados. Examine o espaço com cuidado e tente criar um espaço seguro e agradável para seu animal. É claro que é preciso evitar objetos afiados, oxidados e perigosos, além de fazer sempre a manutenção do local.