Os cães podem comer alimentos em conserva?

abril 4, 2020
Oferecer alimentos em conserva para os cães é uma boa ideia? Com poucas calorias, eles contêm vitaminas e minerais que os tornam uma opção relativamente saudável. No entanto, eles não são uma boa opção para alimentar cachorros.

Os cães podem comer alimentos em conserva? Crocantes, salgados e azedos, eles combinam perfeitamente com hambúrgueres, cachorros-quentes e sanduíches. Se você já se perguntou se é seguro compartilhar seus picles com seus cães, deve saber que os veterinários não recomendam esta prática.

Os cães, por serem onívoros, comem quase tudo que oferecemos a eles. No entanto, nem todos os alimentos para humanos são seguros para o sistema digestivo de um cachorro. Os alimentos em conserva estão entre os que podem ser perigosos. Descubra o porquê a seguir.

O que são os alimentos em conserva?

Os alimentos em conserva são vegetais preservados em salmoura de água salgada, juntamente com vinagre e outras especiarias; portanto, contêm um alto teor de sódio.

Esta preparação fornece uma variedade de sabores, alguns mais apimentados do que outros, e podem conter ingredientes que são tóxicos ou prejudiciais para os cachorros.

Normalmente, os alimentos em conserva são vegetais embebidos em uma solução salina composta por vinagre e diversas especiarias.

Os vegetais em conserva são deixados de molho na solução até o início do processo de fermentação. Outro método é azedá-los através de um processo de fermentação com ácido lático.

Como não existe uma receita padrão para o seu preparo, o fato dos cães poderem ou não comê-los vai depender dos ingredientes que cada produto contém.

A ideia de que as ervas presentes nos alimentos em conserva fornecem antioxidantes pode levar à crença de que eles podem ser saudáveis. No entanto, se você deseja obter os benefícios que as ervas proporcionam, pode adicioná-las diretamente à comida do seu cão.

Azeite de oliva e ervas

Ingredientes que tornam os alimentos em conserva perigosos para os cães

Alguns alimentos em conserva são preparados – além de outros vegetais – com salmoura, cebola, alho, açúcar e especiarias. Você deve saber que o alho e a cebola são tóxicos para os cães e causam danos às células vermelhas do sangue, o que leva à anemia.

Embora seja provável que as conservas, em geral, não tenham alho ou cebola suficientes para causar um problema, é sempre melhor evitá-las.

Cachorros com maçãs e cebolas

Os alimentos apimentados podem ser muito irritantes para o estômago de um cão, o que pode causar desconforto gastrointestinal, incluindo vômitos e diarreia.

Existem muitas guloseimas alternativas muito mais saudáveis ​​e seguras do que os alimentos em conserva para oferecer aos cães.

O sal da vida (e da morte)

Além das especiarias, o alto teor de sódio pode ser especialmente problemático para os cães.

É indiscutível que consumir uma grande quantidade de sódio em um curto período de tempo pode causar efeitos colaterais como vômitos, diarreia, ataxia (perda de equilíbrio) e até convulsões. Em casos graves, o excesso de sódio pode causar a morte.

Seu cão não estará em risco se consumir um alimento em conserva acidentalmente, mas incluí-los regularmente na dieta canina é muito perigoso.

É importante destacar que a dieta canina ideal não é livre de sódio, pois este é um nutriente importante na dieta de um cão. O animal precisa de uma pequena quantidade para o funcionamento normal do corpo e, se os níveis de sódio caírem muito, isso pode ser perigoso para a sua saúde.

Em relação à ingestão de sódio, a chave é a moderação. É recomendável que os alimentos secos industrializados para cães contenham pelo menos 0,3% de sódio, o que permite a manutenção, o crescimento e o desenvolvimento normal do cão.

Como o sódio já faz parte da dieta diária do seu cão, não é aconselhável fornecer alimentos adicionais que aumentem os níveis de sal, como os alimentos em conserva. Cães com problemas cardíacos ou problemas de saúde relacionados ao sódio nunca devem comer alimentos em conserva.

Você deve sempre avaliar cuidadosamente qualquer alimento que queira dar ao seu cão. Muitos alimentos que são bons para os seres humanos são tóxicos para os cães; portanto, tenha cuidado. Converse com seu veterinário pois ele pode aconselhá-lo quando você não tiver certeza sobre algum alimento.

  • Chandler, M. L. (2008). Pet food safety: sodium in pet foods. Topics in companion animal medicine, 23(3), 148-153.
  • Ho, C. W., Lazim, A. M., Fazry, S., Zaki, U. K. H. H., & Lim, S. J. (2017). Varieties, production, composition and health benefits of vinegars: A review. Food chemistry, 221, 1621-1630.