César Millán, o treinador de cães investigado

César Millán, o treinador de cães investigado

Última atualização: 08 abril, 2022

César Millán, mais conhecido como “O Encantador de cães”, parece estar com problemas. Há muitos que estão impressionados com o sucesso de seus ensinamentos aos cães. Vimos vários peludos agressivos se tornarem submissos em questão de segundos.

Ou cães deprimidos que ficam pulando como loucos em minutos. No entanto, as técnicas de César Millán estão sendo questionadas. Por quê? Onde tudo isso vai parar? Vamos analisar, porque parece que nem tudo que reluz é ouro.

Por que César Millán está sendo investigado?

Tudo aconteceu após a transmissão do programa 191. Os abrigos e outras instituições de defesa dos animais passaram a acusar o encantador de cães de crueldade animal. Por quê?

Autor: Lluis Satorre Gonzalez
Autor: Lluis Satorre Gonzalez

Nesse programa, a protagonista era a tutora de um bulldog francês e outros animais de estimação, porcos, para ser mais exato. Bem, parece que esse cachorro estava um pouco de mau humor e atacou os porcos. No entanto, sua tutora não queria desistir, pois desejava que todos vivessem em seu grande jardim. Por que não? Até com dividir a comida com eles aquela mulher sonhava.

Pelo menos era isso que César Millán queria mostrar. Quando o notificaram do caso, ele atendeu ao chamado e garantiu que conseguiria não apenas que eles pudessem morar juntos, mas que seriam amigos.

No entanto, suas técnicas, consideradas pouco ortodoxas, causaram problemas desde o início. Ele soltou o bulldog, que não levou um segundo para correr como um louco em direção aos porcos para atacá-los. Embora outros colaboradores de César Millán estivessem lá para evitar problemas, eles conseguiram na primeira vez, mas não na segunda.

Quando César Millán consegue afastar o cachorro dos porcos, ele o repreende. Dois segundos depois, ele o solta novamente. Para onde esse cachorrinho fofo vai? De volta aos porcos! Com a diferença de que dessa vez ele consegue alcançar um deles e machucar uma de suas orelhas. Pelo menos é isso que o vídeo reflete.

O paradeiro e a condição do animal ferido foram observados de perto. Como é lógico, o resultado disso teria muito a ver com a decisão que seria tomada contra o encantador de cães.

Outros tipos de abuso de que César Millán é acusado

Depois desse vídeo que gerou polêmica contra César Millán, outras técnicas que o encantador de cães usa há anos começaram a ser questionadas.

Tem-se afirmado que seus métodos nada têm a ver com reforço positivo, o mais recomendado para educar um ser vivo. Vídeos que se tornaram virais estão circulando nas redes, mostrando que o encantador de cães não faz nada além de assustar e não deixar saída para os animais que ele tenta “educar”.

No entanto, estas são apenas declarações de usuários da rede e não há reclamação formal e legal a esse respeito. No entanto, as duas coisas juntas fizeram com que César Millán se encontrasse no olho do furacão.

 

Cachorro passeando na praia.

Isso significa que, se estivéssemos pensando em treinar nosso cão, não deveríamos fazer isso? De forma alguma! Existem milhares de profissionais que podem ajudar você a melhorar o mau comportamento e os problemas de comportamento do seu animal.

Na verdade, esse contratempo que ocorreu a César Millán não põe em questão seu bom trabalho e profissionalismo, já que todos podemos cometer um erro no nosso trabalho. Portanto, não deixe que más notícias, muito menos rumores, o desencorajem a tornar seu animal mais obediente, calmo e, portanto, mais feliz.

Os resultados das audiências contra César têm sido a seu favor. Consequentemente, ele não tem que responder acusações pelo suposto crime de crueldade animal. O que temos certeza é que a partir de agora o encantador de cães será mais cuidadoso em seus métodos e técnicas.

Fonte da imagem principal: elpais.com

This might interest you...
Adestramento positivo em cães: o que você deve saber
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Adestramento positivo em cães: o que você deve saber

O adestramento positivo utiliza técnicas de aprendizado que evitam castigos para alcançar melhores resultados na educação do cão.