O que faço se encontrar um animal selvagem ferido?

· agosto 31, 2018
Você tem que ter certeza de que, de fato, ele está ferido? É muito comum as pessoas levarem animais silvestres que não precisam de atenção veterinária a uma clínica.

Em nossas viagens ou passeios, podemos encontrar um animal selvagem ferido que parece estar em sérios apuros. Embora seja complicado, você deve ficar calmo e seguir estas dicas para ajudá-lo:

Tem certeza que é um animal selvagem ferido?

Todos os anos, milhares de animais chegam aos centros de recuperação da vida selvagem sem estar feridos; às vezes condenados a viver em cativeiro por falta de conhecimento.

Há animais que, embora não voem e estejam sozinhos, não estão feridos ou precisam de ajuda. Alguns pássaros são nidífugos e deixam o ninho antes de aprenderem a voar, mas isso não significa que seus pais não estejam atentos a eles.

É melhor procurar um amigo ou centro de recuperação que possa identificar as espécies de aves para saber se é ou não um órfão. É aconselhável procurar o ninho; mas em geral é difícil ter um olho treinado para encontrá-los.

A maioria dos centros de recuperação está em colapso. Portanto, não é incomum eles rejeitarem algumas espécies não ameaçadas, como pombos e andorinhas, para acomodar a águia imperial ou o abutre-barbudo. É por isso que é importante garantir que esta ave não esteja sozinha antes de pegá-la; pois estaremos condenando-a duplamente.

águia

Existem outras espécies que podem parecer feridas durante a infância, como é o caso de alguns cervídeos, como a corça e o veado comum. A corça e outros ungulados selvagens deixam seus filhotes escondidos no mato, depois de lambê-los para eliminar o cheiro. Em muitas ocasiões, eles são encontrados pelas pessoas, que pensam que foram abandonados, mas seus pais estão próximos.

Primeiro, ligue para um centro de recuperação

Antes de intervir de alguma forma sobre o animal selvagem ferido, e isso implica em um sério risco, podemos evitar nos colocar sob ameaça e também ao animal. Portanto, é conveniente ligar para um centro de recuperação ou para a Guarda Civil para perguntar sobre como agir.

Nesta época de alta tecnologia, precisamos descobrir quais centros de resgate existem e o ideal é ter esse telefone salvo. Eles podem nos indicar, a partir da descrição do caso, o que devemos fazer para ajudar o animal selvagem ferido.

Por exemplo, na Espanha, em algumas comunidades autônomas, existem centros de recuperação privados financiados por doações e onde trabalham dezenas de voluntários, como a AMUS e a GREFA. No entanto, em muitas comunidades existem apenas centros públicos, ou até mesmo o animal selvagem ferido deve ser transferido para outra comunidade.

Cervos

O que eu faço a seguir?

Normalmente, serão os centros de recuperação ou a Guarda Civil que lhe dirão como agir. Comumente eles pedem que você não fique perto do animal, para não perturbá-lo. Mas permaneça onde eles podem localizá-lo, para que você indique onde está o animal ferido.

Em outras ocasiões, talvez você possa levar o animal para o centro de recuperação. Para isso, pegue-o cuidadosamente com uma toalha, cobrindo a cabeça dele e, então, coloque-o em uma caixa de papelão ou em uma gaiola.

Se já estiver tarde e ele tiver que passar a noite em sua casa, no caso de pequenas aves, não deverá haver problemas. Você poderá dar a ele água, mas será melhor que a comida seja dada apenas em centros especializados. Receitas caseiras, como pão com leite, são perigosas e prejudiciais para esses animais.

Se não houver um centro de recuperação próximo, você pode optar por levá-lo para uma clínica veterinária de animais exóticos. Normalmente, eles cobram por seus serviços, embora possam ajudá-lo em maior ou menor grau.