Como funciona o check-up de animais de estimação?

· junho 16, 2018
Ao fazer os exames pertinentes, há uma menor tendência de desenvolver doenças, bem como uma maior eficácia no tratamento quando elas são detectadas.

Assim como as pessoas precisam de uma boa dieta, exercícios e um check-up médico regular para cuidar da saúde, a mesma coisa acontece com os animais de estimação. Sejam filhotes ou cães idosos, fazer um check-up anual é vital para prevenir e detectar doenças.

Um prognóstico precoce, além de tudo, garante um tratamento mais simples, uma recuperação mais rápida e uma economia nas despesas veterinárias. Por estas razões, é importante não se esquecer da consulta veterinária de nossos animais e de seu check-up todos os anos.

Mas, como são esses check-ups? O que o veterinário faz durante a consulta? As informações sobre o que esperar de uma consulta com o veterinário prepara tanto o proprietário quanto o animal de estimação.

Como é e o que é feito durante o check-up de seu animal de estimação?

A primeira coisa que o veterinário vai fazer é examinar cuidadosamente o animal de estimação, da cabeça à cauda. Examinar o interior das orelhas, os dentes, as patas. Com um estetoscópio, ouvirá os batimentos cardíacos e verificará a frequência respiratória.

O especialista mede e pesa o animal e procura nódulos ao redor do pescoço, músculos e abdômen, verifica sinais de dor ou inflamação nesses locais e, também, coloca um termômetro no ânus de seu animal de estimação, para medir a temperatura. Em seguida, verifica a capacidade de atenção de seu animalzinho e observa como ele anda e se senta.

Finalmente, o veterinário verifica se a caderneta de vacinação está em dia. No caso de encontrar quaisquer sinais e sintomas de doença durante o check-up, o veterinário irá pedir exames de sangue e de urina específicos.

Exames médicos em animais

Em certas ocasiões, será necessário realizar um raio-X, ultrassom ou eletrocardiograma no animal de estimação. Durante o check-up, o veterinário fará perguntas específicas aos proprietários sobre os hábitos de seus animais de estimação.

Por exemplo, perguntará como estão seus movimentos intestinais ou se há algum comportamento estranho que atraia a atenção. É o momento certo para expor todas as dúvidas e preocupações sobre a saúde do animal.

Quantas vezes você deve fazer um check-up em seu animal de estimação?

Durante o primeiro ano de vida de um animal de estimação, as visitas ao veterinário serão frequentes. Alguns dias depois de ele chegar em sua casa, você deve marcar uma consulta com o veterinário. O check-up do filhote inclui uma revisão completa, para descartar possíveis doenças congênitas. As primeiras vacinas serão dadas e as seguintes serão planejadas.

Como medida preventiva, o animal será vermifugado e, se necessário, uma análise das fezes será realizada. O veterinário também dará conselhos aos proprietários sobre a educação e a alimentação apropriadas para cada estágio do filhote.

O mesmo ocorre com os animais idosos. As visitas ao médico devem ser mais frequentes a partir do décimo ano de vida. Entre outras coisas, porque suas defesas diminuem, eles se tornam mais vulneráveis ​​e precisam ser vacinados novamente.

Se o animal vem de um abrigo ou loja de animais, é melhor realizar um check-up médico completo. Como esses animais estavam em contato com muitos outros animais, é melhor eliminar quaisquer sinais de doenças adquiridas ou congênitas.

Canil

No caso de animais adultos, que já tenham completado a vacinação, recomenda-se uma visita anual ao veterinário. Se forem observados problemas urinários no animal, exaustão excessiva, fadiga ou, ainda, má digestão, é aconselhável visitar a clínica veterinária o mais rápido possível.

Como preparar o seu animal de estimação para um check-up?

Nenhum animal de estimação gosta de visitar o veterinário, isso é algo que geralmente gera nervosismo. Primeiro, porque eles deixam o ambiente familiar. Depois, porque na clínica ele verá objetos desconhecidos para ele, que produzem insegurança e medo.

Levar o animal para um check-up pode ser muito estressante, tanto para os animais de estimação quanto para os proprietários. Portanto, recomenda-se usar uma caixa de transporte, especialmente se for um felino.

Se é o cão que vai ao veterinário, você terá que levá-lo na coleira. Desta forma, o animal poderá ser contido e isso impedirá que ele escape ou que tente atacar outros animais dentro da clínica.

Para proporcionar mais tranquilidade, o dono deve estar calmo. Os animais notam o nervosismo, então o dono deve falar com o animal com uma voz suave, mas firme. Carícias contínuas também ajudam.

 

Cleaveland, S., Kaare, M., Knobel, D., & Laurenson, M. K. (2006). Canine vaccination-Providing broader benefits for disease control. Veterinary Microbiology. https://doi.org/10.1016/j.vetmic.2006.04.009