Comida para porcos: como escolher a melhor opção

fevereiro 2, 2019

A comida para porcos dependerá de vários fatores. A alimentação será diferente caso eles vivam numa fazenda ou numa casa, como animais de estimação.

O porco é um dos animais que pouco a pouco está ganhando popularidade nos lares. Apesar de ser um animal de fazenda, escolher a comida para porcos não é algo complicado. Portanto, tudo dependerá da criação pensada para ele.

A seguir, vamos falar sobre a comida para porcos correta em ambos os casos. Além disso, falaremos sobre como devem ser cuidados em diferentes ocasiões e os requisitos que precisam para manter a saúde.

Um amigo peculiar

Porcos são animais com grande inteligência, apesar da crença popular dizer o contrário. Na verdade, sua inteligência é semelhante à dos cães, o que os torna um animal de companhia ideal para algumas pessoas.

Eles são animais originários do javali selvagem, que habitava as florestas do continente europeu. Dessa forma, herdou grande parte de suas características, incluindo seus hábitos alimentares.

Por isso, os porcos são animais onívoros. Ou seja, a comida servida a eles pode ser vegetal ou animal.

A verdade é que os porcos pertencem a uma das fontes primárias da nutrição humana, pois sua carne é muito nutritiva e deliciosa. No entanto, para isso, devemos seguir uma rigorosa dieta, para engordá-lo de forma adequada.

Comida para porcos de fazenda

A criação em massa de porcos é comum em todos os países do mundo. Várias práticas são usadas para alimentá-los, cada uma com resultados diferentes, mas sempre com a intenção que o animal engorde adequadamente.

Porcos comendo grama

Uma delas é deixá-lo ao ar livre para se alimentar da grama. Ou seja, uma dieta completamente natural, sem aditivos artificiais. A ideia deste método é aproveitar os recursos naturais oferecidos pela natureza.

Por causa disso, a influência das estações afeta a qualidade do alimento ingerido. Geralmente, o pasto não é muito abundante no verão e no inverno, ou pode não ser de grande qualidade; enquanto ocorre o oposto nos meses de primavera e outono.

Esta é a maneira mais econômica de alimentar o porco, mas o resultado às vezes pode não ser o esperado.

A maioria dos animais não ganhará tanto peso como normalmente é desejado, a menos que esse não seja o objetivo.

Outra prática consiste em currais: os porcos são colocados em um curral com outros membros de sua família, que são alimentados com rações com um alto teor de proteína.

Entre os alimentos mais utilizados nesta prática estão: milho, aveia, trigo, diferentes tipos de raízes e tubérculos.

Esta forma é geralmente a mais cara, mas garante indivíduos bem alimentados com grande valor no mercado.

A última prática consiste em uma combinação de ambas as técnicas: combinando o alimento natural com alimentadores com diferentes fontes de proteínas.

É o mais usado no mundo e seu custo não é tão alto quanto alimentar nos currais.

Entre os benefícios, além da questão econômica, observa-se que esses animais têm um grande desenvolvimento físico e resistência a doenças. Além disso, evitamos que se tornem sedentários.

Comida para porcos de estimação

Nestes casos, a dieta do porco não varia muito. Tenta-se evitar que o animal engorde em excesso para facilitar seus movimentos e sua convivência com humanos e outros pets.

Menina com porquinho

Alguns dos alimentos ideais para eles são cereais de todos os tipos. A banana madura também é uma excelente fonte de alimento. A fruta em todos os seus estágios de vida é ideal para fornecer os nutrientes de que precisa.

Além disso, os porcos são animais pouco exigentes no que se refere ao paladar. Então, alguns restos da cozinha, como batatas, cenouras e até mesmo ossos e peles de animais podem ser utilizados em sua dieta. Em outras palavras, este animal pode comer de tudo, sem restrição.

No caso dos porcos de fazenda, a quantidade ideal de alimento para que eles cresçam da maneira certa é de cerca de dois quilos por dia.

Se pensarmos em animais domésticos, dar entre 700 gramas e 1,5 quilo de alimento geralmente atende às necessidades diárias do animal.