Como alimentar uma gata prenha?

· setembro 10, 2018
A dieta de uma gata prenha deve ser composta de uma refeição rica em proteínas animais, bem como de gorduras saudáveis. Evitar excesso de carboidratos é muito importante.

A dieta dos felinos durante a gravidez é crucial para o desenvolvimento fetal saudável dos filhotes. Além disso, alimentar uma gata prenha adequadamente é vital para não colocar sua saúde em risco antes, durante e após o parto.

A seguir, falaremos sobre as necessidades nutricionais das gatas prenhas e daremos algumas dicas para alimentá-las corretamente.

Necessidades nutricionais de uma gata prenha

Uma gata prenha precisa receber uma alta ingestão de energia em sua dieta diária. Além de manter uma boa saúde, seu corpo deve ter os nutrientes necessários para o desenvolvimento dos filhotes. Em termos nutricionais, isso significa aumentar as calorias que permitem ao corpo gerar energia.

No entanto, esta ingestão calórica deve se concentrar nos nutrientes essenciais para uma gata prenha. Não é eficaz alimentar uma gata prenha com excesso de carboidratos para fornecer um extra calórico. Os carboidratos basicamente geram açúcar, e não os nutrientes que a fêmea e seus filhotes necessitam.

As calorias extras para uma gata prenha devem vir principalmente de proteínas de origem animal. Ou seja: carne bovina, frango, carnes, frutos do mar, ovos, laticínios, etc. Além disso, será essencial aumentar a ingestão diária de cálcio, pois esse mineral é vital para o desenvolvimento dos filhotes.

Ao contrário das cadelas, as gatas prenhas têm dificuldade para reter uma percentagem aproximada de gordura corporal de 25%. Este nível é ideal para permitir a produção de leite materno com os nutrientes certos. Portanto, sua dieta durante a gravidez deve conter mais gorduras saudáveis, o que a prepara para a amamentação.

Gato branco e preto

Qual é a melhor maneira de alimentar uma gata prenha?

A maneira mais segura de satisfazer as necessidades nutricionais de sua gata é oferecer uma ração comercial para filhotes de gatos. Estes alimentos equilibrados oferecem a proporção certa de todos os nutrientes essenciais para a futura mamãe e seus gatinhos.

Além disso, os gatinhos poderão ir ao prato da mãe e experimentar o alimento sem risco. Isso é essencial durante o período de desmame, quando os filhotes se preparam para deixar o leite materno e ingerir alimentos sólidos.

Se você optar por alimentar uma gata prenha com ração comercial, lembre-se sempre de escolher um alimento de excelente qualidade (linha premium). O alimento de alta qualidade contém carnes desidratadas e de fácil digestão, que são facilmente assimiladas pelo corpo.

Por outro lado, alimentos de baixa qualidade são prejudiciais aos nossos animais de estimação, principalmente para filhotes e fêmeas prenhas. Em geral, eles têm pouca proteína animal e muitos cereais, como milho, arroz ou soja. Isso causa má nutrição e muitos problemas gástricos, como a formação excessiva de gases.

Quanto deve comer uma gata prenha?

As gatas prenhas costumam ter mais apetite durante a gravidez, para atender às necessidades nutricionais de seu corpo. Após o parto, observaremos que seu apetite diminui gradualmente até chegar ao normal.

Portanto, devemos colocar em prática alguns truques para alimentar uma gata prenha. Por exemplo, a fêmea deve ter o alimento disponível ao longo do dia e comer o que quiser. Ela vai ao seu prato e consome a quantidade que precisa para satisfazer sua fome e gerar energia.

Gato no veterinário

Juntamente com o anterior, consultas veterinárias regulares serão essenciais para controlar o ganho de peso da fêmea. Além disso, é essencial verificar o crescimento adequado dos filhotes que estão prestes a nascer.

O peso corporal da gata prenha

Como podemos ver, controlar o peso da gata prenha é essencial durante toda a gravidez. Também é importante que a fêmea tenha um peso saudável antes de engravidar.

A desnutrição e o excesso de peso podem trazer muitas complicações durante a gravidez e no momento do parto. Portanto, devemos oferecer uma dieta equilibrada aos nossos bichanos ao longo de suas vidas.

Além disso, é crucial fornecer medicamentos preventivos adequados para todos os gatos, independentemente de sua idade ou raça. Várias patologias e malformações podem ser causadas por condições que a mamãe gata transmite aos seus filhotes.

Em termos de prevenção da saúde do nosso animal de estimação, devemos respeitar o calendário de vacinação e desparasitação, e consultar o veterinário a cada 6 meses.

Finalmente, devemos enfatizar a importância de estar ciente da posse responsável de um animal de estimação. A esterilização é altamente recomendada para evitar as superpopulações de rua e a transmissão de doenças altamente contagiosas.