Como desparasitar seu coelho

· julho 15, 2018
Os parasitas podem causar infecções que afetam seriamente a saúde do animal de estimação, que poderá até morrer. Os parasitas externos podem ser eliminados pelo dono. Quanto aos internos, é mais que aconselhável ​deixá-los nas mãos do veterinário.

Coelhos do campo e da cidade estão propensos a infecções por parasitas, cujo alvo específico é sua espécie. Os tipos de parasitas que os afetam podem não ser tão conhecidos quanto os que são mais comuns em cães ou gatos. Portanto, é importante aprender a distingui-los para desparasitar seu coelho.

Parasitas internos ou intestinais

Os parasitas podem afetar os animais internamente, isto é, eles afetam órgãos como o intestino e o baço, ou externamente, que se aninham sob a derme ou no ouvido externo do animal. Ambos os sintomas e a gravidade da infecção variam, dependendo da parte afetada.

Os parasitas internos mais comuns são os que afetam o intestino. Entre eles, estão os coccídeos. Este parasita causa uma doença que pode afetar tanto os animais como os seres humanos, especialmente indivíduos imunocomprometidos.

Entre os sintomas mais comuns da coccidiose, temos diarreia e a perda de peso, juntamente com uma redução do apetite. Se não for tratada a tempo, esta doença pode desidratar o seu coelho e torná-lo mais propenso a infecções bacterianas com consequências mortais.

coelho e veterinária

Outro parasita intestinal conhecido é o nematódeo ou verme intestinal, que à primeira vista não causa sintomas. Os vermes também podem afetar o estômago ou qualquer outra parte do sistema digestivo, uma vez que eles acessam o hospedeiro por via oral. Se o seu coelho começar a perder peso ou parar subitamente de ganhá-lo, ele poderá ter vermes.

Parasitas externos

É provável que você já saiba como identificar esse tipo de parasita, e até mesmo como desparasitar seu coelho, caso ele seja afetado por esse tipo de parasita.

As pulgas são as mais comuns em praticamente todos os mamíferos. Elas produzem coceira, ardor e irritação da pele, por isso só temos que olhar para a frequência com que o coelho se coça, para saber se ele está sendo afetado ou não. A maioria dos produtos que são aplicados em gatos e cães podem ser usados ​​para desparasitar seu coelho, se ele tiver pulgas.

Os carrapatos são menos comuns em coelhos, mas os coelhos estão expostos a eles, especialmente se eles vivem em um ambiente rural. O principal problema com esse tipo de parasita é que eles são portadores de várias doenças, por isso é importante que você verifique a pelagem do animal regularmente e, também, que aprenda a removê-los com segurança.

A larva da mosca Cuterebra é mais comum em cães, mas, se afetar seu coelho, poderá trazer sérias consequências para a saúde dele. Elas normalmente vivem na natureza e podem acessar seu coelho se ele for se esfregar, por exemplo, contra o caule de uma planta colonizada por essa larva. Elas se arrastam sob a pele do animal e formam uma protuberância circular que, geralmente, é visível.

coelho e cenoura

No caso de seu coelho ser infectado por esta larva, é muito importante que você não tente tirá-la por conta própria. Se você tentar espremer a protuberância para remover o parasita, seu coelho pode entrar em choque. Vá ao seu veterinário o mais rápido possível, se desconfia que ele foi afetado, sem tentar nada em casa.

Métodos mais eficazes para desparasitar seu coelho

Os métodos de desparasitação variam de acordo com o tipo de parasita que afeta o nosso animal de estimação.

  • No caso de parasitas intestinais ou do trato digestivo, como eles normalmente infectam o coelho por via oral, é essencial que você verifique a presença de larvas em suas fezes e, assim, você terá um diagnóstico definitivo de seu veterinário. Para se livrar deles, existem vários medicamentos, como o Fenbendazol, que você pode dar ao seu coelho na forma de xarope.
  • No caso das pulgas, você pode recorrer a um pente especial para a remoção de pulgas, assim como pós ou sprays inseticidasPara remover os carrapatos, é recomendável aplicar óleo no carrapato para poder puxar a cabeça com mais facilidade. Se você não fizer isso, é provável que ele fique sob a pele do seu coelho e que cause uma infecção.