Como evitar bolas de pelo em gatos

outubro 12, 2019
Se o seu animal de estimação passa muito tempo se limpando, é provável que ele regurgite seus pelos. As bolas de pelo em gatos são mais frequentes em certas raças, embora todas sejam propensas a elas em épocas de muda.

Os gatos passam boa parte do dia se limpando. Esse hábito tem seus prós e contras, pois, apesar de muito limpos, eles podem engolir fios que arrancam com a sua língua áspera. Neste artigo, mostraremos como evitar bolas de pelos em gatos.

Bolas de pelo em gatos, um perigo para a saúde

É comum vermos os gatos lambendo as patas e todas as partes do corpo. Depois de um tempo, ouvimos o animal tossir várias vezes até cuspir ou vomitar uma bola de pelos. Esse é um evento bastante desagradável que pode ser evitado.

Além disso, devemos ter em mente que o acúmulo de pelos no estômago do gato pode causar vários distúrbios, como constipação, apatia, barriga inchada, fraqueza ou falta de apetite.

As bolas de pelo em gatos são mais comuns nas raças com pelos longos, como angorá, persa, maine coon ou o sagrado da Birmânia. À medida que eles se limpam, arrastam os fios e os engolem, o que posteriormente provoca regurgitação e até asfixia.

Além disso, lembre-se de que, nos períodos de trocas de pelos, na primavera e no outono, as bolas de pelos em gatos tendem a aumentar. Portanto, você deve ajudar seu gato para que isso não seja um problema.

Dicas para evitar bolas de pelo em gatos

É claro que, vendo nosso animal de estimação “brigando” com uma bola de pelos presa na garganta, queremos ajudar. Entretanto, muitas vezes não sabemos o que podemos fazer.

A melhor maneira é evitar a produção dessas bolas, embora também possamos facilitar a sua expulsão. Preste atenção a estas dicas:

1. Escove o animal diariamente

Se o seu gato é de uma raça de pelo longo, como o gato norueguês da floresta ou o gato do Himalaia, recomendamos que você o escove todos os dias. Nas lojas de animais eles vendem escovas muito boas, inclusive com o formato da mão, para tornar o processo mais confortável.

Além disso, se o seu animal de estimação não permitir a escovação, aproveite para fazer carinho nele e remover o excesso de pelos.

Como evitar bolas de pelo em gatos

2. Ofereça alimentos com fibras

Pergunte ao veterinário sobre a melhor alimentação com uma boa porção de fibra. Isso ajudará o intestino do gato a se livrar dos pelos acumulados. Um dos alimentos com mais fibras é o malte.

Você pode misturá-lo com a comida habitual — por exemplo, com o sachê — ou passá-lo nas patas do animal. Assim, o gato terá que lambê-las para se limpar!

Ração para gatos

Nas lojas de animais, você pode encontrar alimentos especiais para gatos com pelos longos, além de suplementos laxantes para ajudá-los durante a temporada de troca de pelos.

3. Como evitar bolas de pelos com lubrificante natural

Os óleos naturais — entre eles o azeite — são muito bons para bolas de pelo em gatos, pois atuam como lubrificantes.

Se o seu gato comer ração seca, despeje um pouco sobre ela. Caso contrário, você pode colocar um pouco nas pernas do animal para que ele possa ingeri-lo durante a limpeza.

Como evitar bolas de pelo em gatos

4. Não esqueça a água

Outro lubrificante de qualidade é a água doce. É muito importante que o seu gato esteja hidratado. Além disso, ao beber, ele estará “empurrando” as bolas de pelo da garganta para o estômago e haverá menos chances de regurgitação.

Gato bebendo água

5. Coloque plantas de cevada em casa

Pergunte ao veterinário se esta opção é apropriada. Algumas plantas, como cevada, valeriana ou catnip, são usadas para os gatos vomitarem.

Tenha muito cuidado, porque muitas das plantas que temos em casa são tóxicas para animais de estimação. Assegure-se de que você comprou a planta correta!

Catnip, erva gateira

6. Brinque mais

Alguns gatos passam o dia se limpando porque estão entediados. Outros, porque têm uma certa obsessão com a higiene. Para evitar ambas as causas, recomendamos que você brinque mais com seu animal de estimação.

Além disso, os movimentos ajudarão no trânsito intestinal. Assim, você vai ajudar a melhorar o humor do seu animal de estimação!

Brincadeiras com os gatos

No caso de nenhuma das técnicas indicadas acima ajudar a evitar as bolas de pelos em gatos, recomendamos que você consulte o veterinário. Ele irá ajudá-lo a diagnosticar o problema e a resolvê-lo.

  • Hernández, C. A. (2014). Emergencias gastrointestinales en perros y gatos. Revista CES Medicina Veterinaria y Zootecnia. https://doi.org/10.21615/1030