Plantas tóxicas para gatos

· setembro 18, 2018
A nocividade dependerá da quantidade e da parte que o gato morder. Certas plantas podem causar problemas estomacais, nos olhos ou na pele, entre outros.

Os gatos adoram morder a grama e, embora instintivamente já saibam quais são as plantas prejudiciais à sua saúde, às vezes não as reconhecem e isso pode ter consequências negativas. Neste artigo, iremos falar sobre algumas plantas tóxicas para gatos. Tenha cuidado se você as tiver em casa!

Existem plantas tóxicas para gatos?

Sem perceber, podemos estar criando um ambiente perigoso para o nosso animal de estimação. Só por querer decorar e preencher os espaços da casa! Devemos ter em mente que os gatos são animais extremamente curiosos e que, vasos, flores e plantas são uma das suas muitas “fraquezas”.

Quando levamos um gato para casa, o perigo aumenta, pois eles não sabem o que está ao seu redor e não têm experiência suficiente para saber se algo é prejudicial à sua saúde ou não.

Plantas tóxicas para gatos: gatinho cheirando ramo de coentro

Além disso, tudo dependerá de quanto contato com o exterior o animal possui. Não é o mesmo gato aquele que só vive dentro de um apartamento e aquele que vai ao jardim todos os dias.

Claro, nem todas as plantas são tóxicas. Também depende da parte que o gato morde e, até mesmo, da quantidade ingerida. Algumas têm substâncias mais nocivas nas folhas, outras nas flores ou nos bulbos.

É importante não só saber quais são as plantas tóxicas para os gatos, como também os efeitos que elas têm sobre sua saúde: gastrointestinal, oculares, neurológicas, dermatológicas, respiratórias ou problemas cardíacos.

Veja também: A ciência se pronuncia sobre a amizade com os gatos

gato no jardim

Entre as espécies mais perigosas, podemos encontrar:

  1. Poinsétia (bico-de-papagaio)

É muito comum durante o Natal, devido às suas flores vermelhas. Todas as partes desta planta são tóxicas para os gatos, por causa da seiva que a cobre. Se o animal a ingere, pode sentir dor abdominal, apresentar vômito, diarreia, irritação da mucosa ou hipersalivação. E, se só tiver contato com a pele, causará coceira e dermatite.

  1. Palmeira sagu

É uma planta muito comum, usada para decorar o interior das casas; é de tipo tropical e tamanho pequeno. Quando um gato a ingere, causa os mesmos efeitos que a poinsétia. Mas em casos de ingestão de uma quantidade considerável e repetitiva, pode até causar problemas hepáticos irreversíveis ou morte.

  1. Azevinho

Esta pequena árvore é famosa por seus frutos vermelhos, que também são usados ​​como enfeites de Natal. As folhas, sementes e frutos são tóxicos, se ingeridos. Esta planta contém substâncias chamadas saponinas, que causam problemas gastrointestinais em animais.

  1. Hera

Existem diferentes tipos de hera e todas são plantas tóxicas para gatos. Ambas as áreas internas e externas têm frutos realmente perigosos. Se o animal se esfregar contra eles – e em outras partes da planta – ele terá erupções cutâneas, dermatites e bolhas.

O principal problema é a ingestão da hera; que provoca desde febre até espasmos, passando por diarreia e vômito até alterações no ritmo cardíaco. Mesmo em animais idosos, pode levar à morte.

  1. Liliáceas (família do lírio e da tulipa)

São muito populares, devido às suas belas e coloridas flores. Elas apresentam substâncias que causam insuficiência renal aguda em gatos. Não importa qual parte da planta – caule, flores, folhas, raízes, pólen ou pistilos – o animal está exposto, pois o risco é muito alto.

Por exemplo, se o gato passar por baixo ou dos lados das flores de liliáceas, como um lírio ou tulipa, e um pequeno pólen cair em sua pelagem, depois, quando ele for se lamber, ele o engolirá. E seus efeitos podem ser letais. Aqueles que sobrevivem a esta planta sofrem danos permanentes nos rins.

  1. Azáleas

Esta é outra das plantas tóxicas para gatos que geralmente estão presentes em nossas casas. A azálea contém uma toxina muito poderosa que afeta as membranas celulares e causa problemas neurológicos, gastrointestinais e cardiovasculares.

A toxina é encontrada em toda a planta e o consumo de duas ou três folhas é suficiente para o animal ficar intoxicado.

Já que você não pode impedir que o gato explore todos os cantos de sua casa, e nem seria justo retirar a beleza das plantas e das flores do seu lar, recomendamos que você evite cultivar as que são tóxicas para o seu animal de estimação. E negócio resolvido!