Como fazer crescer o pelo dos gatos

O pelo do gatos, além de protegê-los de mordidas e picadas, os ajuda a entender o mundo ao redor. Para que sua pelagem cresça saudável, é fundamental cuidar da saúde integral do animal.
Como fazer crescer o pelo dos gatos

Última atualização: 01 Agosto, 2021

Os pelos são essenciais em quase todos os mamíferos, pois mantêm o animal protegido dos estressores mecânicos e térmicos do ambiente. Além disso, pelos espessos são um componente estético muito procurado por alguns tutores, razão pela qual muitos querem deixar crescer o pelo de seus gatos ou cães.

Se você quer deixar crescer o pelo do seu gato, este é o seu espaço. De qualquer modo, lembre-se de que, caso você siga o protocolo de cuidados e não obtenha resultados, deve consultar o veterinário para descartar patologias subjacentes no animal.

Por que é importante cuidar do pelo dos gatos?

Embora você possa pensar que cuidar do pelo dos gatos é algo estético, existem razões fundamentais para fazer isso com dedicação. Os gatos se caracterizam por ter uma pelagem muito densa, e isso tem várias funções:

  • Proteção: em seu ambiente natural, os gatos enfrentam muitos riscos, como ferimentos, arranhões, picadas e mordidas de outros animais. O pelo ajuda a protegê-los.
  • Isolante térmico: o pelo dos gatos os protege de altas e baixas temperaturas que podem causar queimaduras se a pele ficar exposta diretamente.
  • Sentir: o cabelo dos gatos, principalmente os bigodes e o que está próximo a eles, participa de uma forma muito especial na forma como eles percebem o ambiente. Com isso, eles obtêm muitas informações que os permitem estar seguros.
  • Comunicação: incapazes de falar, os gatos se comunicam através da linguagem corporal, na qual cada fio de pelo é muito importante.

Ao cuidar do pelo do seu gato, além de ajudá-lo a ficar limpo, elegante e saudável, você o está ajudando a estar seguro e protegido no habitat que construiu para ele.

 

Você sabe como fazer o pelo do seu gato crescer?

Ciclos de crescimento

Para cuidar de forma ideal do pelo dos felinos, é importante identificar os ciclos de crescimento. Sim, o pelo dos gatos, assim como o nosso, passa por diferentes estágios, que são os seguintes:

  • A fase anágena: é a fase de crescimento rápido do pelo.
  • Fase catágena: é o momento em que o pelo para de crescer.
  • Fase telógena: também é conhecida como a fase em que o pelo cai, ou seja, fase em que cai para dar lugar ao novo. Basicamente, o novo pelo empurra o antigo, dando lugar à repetição dos ciclos.

Contudo, o pelo dos gatos pode cair por vários motivos, muitos não necessariamente relacionados aos ciclos de crescimento. Um deles está relacionado ao estresse. Especialistas destacam que o principal sinal clínico dessa patologia é a alopecia, que se caracteriza pela queda excessiva dos pelos e pelo aumento da frequência de lambidas na mesma região.

Se você não prestar atenção ao animal que se encontra nessa condição, em longo prazo ele pode ficar completamente careca.

Por outro lado, existe um distúrbio no ciclo conhecido como eflúvio telógeno, termo se refere a uma alteração na qual a fase anágena não inicia. Porém, quando a causa do estresse que provoca essa alteração desaparece, um novo pelo é produzido novamente, derrubando aquele que estava na fase telógena.

Nesse momento, ocorre uma alopecia generalizada que, ao contrário da descrita acima, não exige tratamento. Nessa condição, basta deixar o novo pelo crescer e o ciclo é retomado.

Cuidados com o pelo dos gatos

Não existe uma fórmula mágica para cuidar do pelo dos gatos. Na verdade, existem diferentes alternativas que podem ser aplicadas ao mesmo tempo para obter um resultado satisfatório. De qualquer modo, considerando que cada gato tem condições específicas dependendo da raça, é aconselhável consultar o veterinário.

Como todos sabemos, assim como para os humanos, a alimentação é vital para os felinos. A seguir, vamos contar quais são os ingredientes que não podem faltar na dieta de um gato, não só para o bem-estar dos seus pelos, mas também para a sua saúde integral.

Proteína

Os gatos são carnívoros por natureza. Os domésticos comem alimentos secos ou sementes, que devem ser ingeridos em quantidade considerável e ter proteínas de origem animal de qualidade. A composição nutricional da ração dependerá da capacidade do corpo do gato de processá-la e utilizá-la melhor.

Como são compostas por aminoácidos essenciais, as proteínas mantêm o bem-estar geral do gato. A lisina, especificamente, é a que mais contribui para o crescimento dos pelos. Contudo, a baixa qualidade da proteína fornecida ao animal de estimação irá desacelerar o crescimento da pelagem. Como os estudos indicam, a deficiência de lisina também pode promover lesões epidérmicas.

Vitaminas

A contribuição de vitaminas na dieta do gato também é essencial. Além do bem-estar dos fios, os especialistas destacam que as vitaminas ajudam a preservar a saúde do animal e promovem a longevidade nos felinos. As vitaminas essenciais incluem vitaminas A, D, K e do complexo B, bem como tiamina, riboflavina, niacina, biotina, taurina e ácido fólico.

Minerais

Toda dieta animal deve ter a presença de minerais, uma vez que estes não são produzidos pelo organismo. Em pequenas quantidades, são essenciais para ajudar os animais de estimação a regenerar tecidos, sintetizar hormônios e desencadear as reações químicas necessárias em seu organismo. Os minerais essenciais são cálcio, sódio, magnésio, fósforo, potássio, cobre, iodo e selênio, entre outros.

Dicas para o crescimento do pelo dos gatos

Um pelo brilhante, saudável e sedoso é o sonho de todo amante de gatos, mas também se traduz em boa saúde. Além das recomendações nutricionais que descrevemos na seção anterior, você pode seguir outras dicas para que a pelagem dos gatos cresça saudável.

Evite o estresse

Como vimos, o estresse causa efeitos graves no gato, pois afeta o sistema imunológico e diminui as defesas. Na verdade, o estresse crônico pode afetar o fígado, a função de outros órgãos e levar a uma diminuição da qualidade de vida.

Para combater o estresse do gato, você pode aumentar o enriquecimento ambiental, brincar com ele, oferecer petiscos e dar carinho ao animal.

Escovação diária

A escovação do pelo dos gatos deve ser constante. Esse ato ajuda a controlar a sujeira e a oleosidade corporal que começa a se acumular, bem como elimina os pelos mortos que o gato não conseguiu remover com a língua. Também remove a pele morta e estimula a circulação sanguínea.

Se as suas ocupações não permitirem tempo para uma escovação diária, você pode fazer isso uma ou duas vezes por semana. Assim, o pelo do seu gato permanecerá brilhante e saudável.

Alimentação adequada

Uma dieta saudável para gatos deve ser composta de pelo menos 30% de proteína animal de qualidade, seguida de minerais, vitaminas e ácidos graxos. Estes últimos estão envolvidos na absorção de vitaminas e minerais, auxiliam na regeneração das células e tornam o seu funcionamento mais eficiente.

Desparasitação

A desparasitação é muito importante, tanto a interna quanto a externa. Ambas protegem o animal do ataque de parasitas que podem causar problemas dermatológicos. É o caso dos ácaros, que causam sarna e queda de pelo nas áreas afetadas.

 

Um pequeno gato com pelo comprido.

Cuidar é o segredo para fazer crescer o pelo dos gatos!

O crescimento do pelo dos gatos está ligado aos cuidados gerais que proporcionamos ao nosso animal de estimação. Garantir uma alimentação digna e saudável é fundamental, assim como cuidados para evitar que parasitas e pragas que contaminam sua pele o afetem, sem esquecer de dedicar um tempo para manter o animal relaxado.

Seguindo essas dicas, você pode ajudar a pelagem do seu gato a crescer forte e saudável. Lembre-se de que, se você tiver o hábito de dar banho no seu bichano, deve usar produtos de higiene adequados para cuidar da pele e do pelo, melhor ainda se não incluírem produtos químicos.

Pode interessar a você...
A saúde do gato de pelo curto inglês
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
A saúde do gato de pelo curto inglês

O gato de pelo curto inglês é muito conhecido por sua aparência de bicho de pelúcia e seu grande sorriso. A seguir, mais detalhes sobre essa raça.



  • Guías nutricionales para alimentos completos y complementarios para perros y gatos. Federación Europea de Fabricantes de Alimentos para Animales de Compañía.
  • Lorente, C., Ventura, J. Efluvio telógeno en un gato. Dermatología. Vol. 26, n° 2, 2006.
  • Baciero, G. El estrés en el gato. Nutrición.AV.