Como limpar o tártaro nos cachorros?

A limpeza bucal nos cães é algo que, sem não cuidarmos, pode passar despercebida. Mas ela é importante, pois pode evitar infecções que, a longo prazo, causam mais problemas. Você gostaria de saber como limpar o tártaro dos cachorros? Nós te contamos!

O que é o tártaro nos cachorros?

Como nas pessoas, nos cães se acumulam bactérias que formam uma placa onde ficam restos de comida que vão se decompondo. Esse acúmulo gera o tártaro, que se acumula entre o dente e a gengiva, e estão se estende, afetando as estruturas bucais. Isso pode gerar infecções e doenças.

Dona escovando os dentes do cachorro

Quando nosso cão tem tártaro, não há como eliminá-lo com escova ou comida. Ele vai precisar de intervenção veterinária, então é melhor prevenir que aconteça. No entanto, há raças mais propensas que outras a ter tártaro, como as seguintes:

  • Raças de pequeno porte, tipo toy: Seu esmalte dental é mais fraco e de menos qualidade do que outras raças. Têm os dentes menores e juntos, e isso é um problema na hora da limpeza geral, por isso o tártaro se desenvolve antes.
  • Cães braquicéfalos: Pela forma da cabeça, os dentes ficam mais juntos, o que impede uma boa limpeza entre eles e, consequentemente, o tártaro logo aparece.
  • Cães com mais de cinco anos: Se não tomamos medidas para prevenir o tártaro nos cachorros antes dos cinco anos, ele aparecerá facilmente nessa idade.

Quais as consequências do tártaro nos cachorros?

As infecções e doenças que o acúmulo de tártaro podem provocar são muitas, mas as mais comuns são essas:

  • Halitose e mau hálito: O tártaro não deixa de ser uma consequência de uma má saúde bucal, por isso é claro que dá mau hálito. O que é muito chato, pois poderá ser notado a distância. Esse problema, mesmo que ocasionado pelo tártaro, pode ser proveniente de outra doença bucal que não seja percebida à primeira vista. Uma visita ao veterinário é necessária nesses casos.
  • Gengivite: Esta é uma doença das gengivas que é notada pelo enrijecimento e inflamação das mesmas. Pouco a pouco, a gengiva se separa do dente e o deixa sem proteção, a ponto de poder chegar a cair.
  • Periodontite: A periodontite geralmente vem acompanhada de mau hálito e de gengivite, e aparece em por causa do acúmulo de tártaro. A perda dos dentes é o menos grave que pode acontecer com o animal, porque essa doença ataca a boca e cria uma série de problemas. A infecção pode chegar aos olhos e ao nariz do cão.
  • Infecções variadas: Não tratar as doenças citadas pode resultar em infecções maiores, que afetam os órgãos vitais como o coração, os rins, o intestino e outros.

Como prevenir o tártaro nos cachorros

Dada a importância de tem o acúmulo do tártaro nos cachorros, surge uma pergunta importante: como preveni-lo? Pois bem, veja esses conselhos e evite problemas:

Escovar os dentes do cachorro

  • Escove diariamente: Assim como nós escovamos diariamente, isso é algo que nossos animais também precisam. Isso requer esforço dos donos, mas vale a pena e previne desgostos mais tarde.
  • Comida e brinquedos especiais: No mercado há muitos acessórios que ajudam na prevenção ao tártaro, assim como a ração e as guloseimas para pets. Fale com o veterinário e peça uma recomendação profissional.
  • Conserve sua saúde: Se a saúde geral do animal está bem, a saúde dental também estará. Alimente-o da maneira corretacom ração de boa qualidade, e faça com que ele se exercite diariamente.

Dizem que não há melhor defesa do que um bom ataque. Se você começar a atacar o tártaro nos cachorros antes dele aparecer, terá menos preocupações mais tarde e seu cão terá uma boca saudável.

Fonte da imagem principal: Steel Wool

Recomendados para você