Como posso entender um cão se algo estiver errado

É possível entender um cão em função dos sinais que ele nos emite e de seus gestos? Nossos amigos caninos fazem parte da família e se fazem queridos, mas às vezes as demonstrações de afeto humanas não têm nada a ver com a linguagem canina.

Os cães e os seres humanos têm formas muito diferentes de manifestar afeto. Quando acariciamos nosso animal de estimação, não é uma boa ideia tocar algumas áreas que eles não gostam que nós toquemos, como é o caso da cabeça, das patas, do rabo e do focinho.

É muito agradável para o nosso cão que acariciemos suas costas, a área debaixo do focinho e o pescoço com o dorso da mão, a parte do esterno, as costas e as laterais do corpo. Em qualquer caso, estaremos atentos para mudar a nossa forma de lhes manifestar carinho, se observarmos que o cão não gosta.

Como entender um cão?

Muitas vezes, para entender um cão, o melhor é se colocar na sua situação. Se tocamos muito a sua cabeça e vemos que ele não gosta, cabe a nós pensarmos que nós também não iríamos gostar.

Temos que lembrar que cada cão é único e tem um caráter próprio. Por isso, não há melhor maneira de entender um cão do que observá-lo bem e analisar suas reações.

Alguns sinais

Há reações de nossos animais de estimação que podemos chamar de sinais de calma ou inquietação. Às vezes, são gestos de complacência, tranquilidade. Outras vezes, nos mostram que um comportamento não é agradável para eles, para que nós mudemos nossa atitude.

O aspecto visual também é importante. Se olharmos para o nosso cão fixamente, podemos fazer com que ele fique desconfortável. Eles relacionam o olhar com instintos predatórios, e o olfato com a curiosidade.

Quando olhamos fixamente para os olhos de nosso mascote, geralmente eles esperam algo de nós.

No que diz respeito ao olfato, eles o irão utilizar para conhecer nosso cheiro.

A detecção da doença em um cão

O primeiro sinal que nos diz que o nosso amigo canino pode estar doente é a perda de apetite. Eles estão sempre dispostos a comer, especialmente se é algo que eles gostam. Se vemos que seu prato de comida não se esvazia e ele não quer comer, nem mesmo sua comida favorita, pode ser hora de ir ao veterinário.

Se nosso cão vomitar, o normal é que não se trate de nada sério. Eles comem coisas diferentes que encontram em seu caminho e é normal que possam se sentir mal. Se observarmos que vomitam algumas vezes, têm uma diarreia leve e em dois dias estão se recuperando, não devemos nos preocupar. Mas se esses sintomas permanecem por mais de dois dias, é preciso consultar o médico.

Alguns sintomas de doença para entender um cão

  • A febre é um sinal inequívoco de que o cão está doente, e que pode ter uma infecção. Identificaremos bem essa situação se vemos o animal com uma temperatura elevada, sem ânimo, sem disposição para brincar e sem apetite.
  • Quando observamos que o nosso amigo bebe muita água fora dos dias em que realiza muita atividade física ou que não esteja fazendo muito calor, é outro sinal de que algo acontece. Inclusive poderia se tratar de uma doença crônica, como a diabetes.
  • Se a urina é muito turva ou existem vestígios de sangue nela, poderia ser o indicativo de uma infecção ou de alguns problemas renais.
  • Outro detalhe que podemos observar é se nosso animal de estimação toca com as patas alguma área do seu corpo repetidas vezes. Esse é outro sinal importante de que algo está errado.
  • Os sons também podem nos alertar, como é o caso dos uivos, gemidos, gritos, etc.

Um cão arrependido

Se nosso mascote fez algo errado em casa, é importante sabermos que, se não o repreendemos no mesmo momento em que o faz, não servirá de nada. Eles não são capazes de associar que a bronca é por algo que eles quebraram ou fizeram de errado há algum tempo.

Diante de nossas repreensões, o animal estará arrependido, irá ficar triste, mas não aprenderá nada, porque não assume sua culpa e não sabe interpretar a repreensão. Simplesmente vai tentar fazer com que deixemos de estar zangados.

Recomendados para você