Como proteger os cachorros do frio?

julho 26, 2019
Tremores, excesso de sonolência e pele seca indicam uma baixa temperatura corporal. Devemos estar atentos a estes sintomas para proteger os cachorros do frio.

Assim como acontece com os seres humanos, o frio pode ser um fator de risco para a saúde animal. Portanto, proteger os cachorros do frio e das condições climáticas desfavoráveis é essencial.

Os cachorros são os animais de estimação que mais ficam expostos ao frio do inverno, de modo que os seus passeios rotineiros os tornam suscetíveis a resfriados ou a contrair uma doença pulmonar mais grave.

No entanto, nem todas as raças precisam dos mesmos cuidados, pois as menores e as de pelo curto são as mais sensíveis.

Recomendações indicadas pelos veterinários para proteger os cachorros do frio

  • Evitar mudanças repentinas na temperatura do ambiente. Os donos costumam sair de casa com os seus animais de estimação para a rua sem estarem conscientes da drástica diferença térmica entre a casa, climatizada, e o lado de fora. Assim, o mais adequado seria regular a temperatura interna da casa de tal forma que, nos momentos anteriores ao passeio, ela estivesse mais neutra.
  • Proteger os cachorros com casacos ou capas de chuva. Criar uma barreira física contra o vento, a chuva e o frio é a medida mais eficaz contra as condições climáticas desfavoráveis. No entanto, vale a pena destacar que muitos dos chapéus, meias ou outros tipos de acessórios vendidos em pet shops têm como único objetivo a chamada ‘moda canina’ que, além de ser ineficaz contra o frio, pode afetar o conforto do animal.
  • Limpar e secar de forma eficiente após cada passeio. Apesar de usar agasalhos, os cachorros geralmente se molham, principalmente na área das patas e do focinho. Remover a lama e o excesso de umidade é essencial para evitar resfriados e possíveis lesões na pele.
Proteger os cachorros com casacos ou capas de chuva

  • Evitar ou reduzir o contato com a neve. As almofadinhas do animal podem ficar machucadas se permanecerem durante longos períodos sobre superfícies congeladas. Além disso, o dono deve controlar para que o seu animal de estimação não ingira a neve, pois isso pode causar uma indigestão posteriormente.
  • Garantir o bem-estar do animal no ambiente doméstico. Proteger os cachorros com cobertores de acordo com o seu tamanho e evitar áreas de corrente de ar é importante para o seu conforto e saúde dentro de casa. Embora os animais geralmente estejam em movimento, quando estão sozinhos ou quando as condições climáticas são adversas a sua atividade diminui, de tal forma que protegê-los pode ajudar a fazer com que a sua temperatura corporal não caia muito.
  • Manter a carteira de vacinação em dia. Assim como em qualquer época do ano, o animal deve ter o seu esquema de vacinação atualizado. Ao mesmo tempo, é essencial continuar com as medidas preventivas de desparasitação que alguns donos erroneamente adiam para os meses quentes.
  • Fornecer uma alimentação adequada. É comum que os cães exijam mais alimento durante as estações frias, já que o gasto energético é maior. Além disso, é preciso estar atento aos possíveis problemas digestivos que uma alimentação ruim pode provocar.
Fornecer alimentação adequada aos cães

Como regra geral, os cães pequenos de pelagem curta ou os menos robustos são os mais sensíveis ao frio. No entanto, vale a pena destacar que a idade também é um fator-chave: os filhotes e principalmente os idosos são os que adoecem com maior frequência.

Alguns dos sintomas que podem ajudar os donos a identificar uma temperatura corporal abaixo da normal são tremores ou calafrios, sonolência excessiva e ressecamento no focinho ou descamação da pele.

Portanto, dada a impossibilidade de evitar os passeios rotineiros nos momentos mais frios do dia, as medidas preventivas são a chave para a manutenção da boa saúde do animal. 

  • RoyalCanin. Cuidados invernales. (s.f). Recuperado de https://www.royalcanin.es/cuidados-invernales
  • RoyalCanin. Cómo cuidar de mi perro cuando hace frío. (2014). Recuperado de https://www.royalcanin.es/como-cuidar-de-mi-perro-cuando-hace-frio