Como ter um cão tranquilo

· junho 1, 2017

Se seu animal de estimação é muito nervoso, morde, late ou não fica quieto nem por um momento, recomendamos que você leia o seguinte artigo. Contaremos algumas dicas para ter um cão tranquilo, seja quando estivar ao seu lado ou quando ficar sozinho.

Dicas para ter um cão tranquilo

Todos os donos de cães querem que seu amigo esteja calma pelo menos a maior parte do dia. Dessa maneira poderemos desfrutar de uma convivência agradável e evitar muitos problemas. Se seu amigo não fica quieto nem por um segundo, te daremos algumas recomendações para ter um cão tranquilo:

1. Reforce o comportamento adequado

Quando o animal está fazendo alguma coisa que você gostaria de incentivar, deve recompensá-lo. Por exemplo, se está deitado em paz em seus pés ou em sua cama, faça carinho devagar e fale com ele em voz baixa. Não grite nem dê ordens com tom imperativo para conseguir que ele faça o que você quer. Pode dar uma guloseima ou um brinquedo a cada vez que se comporta bem diante das crianças, dos vizinhos ou outros animais.

2. Trabalhe a ordem de “deitado”

Se você acostuma seu animal de estimação a ficar quieto e tranquilo quando estiver em casa, irá aproveitar de um lar silencioso onde nem sequer parece que tem um cachorro. Essa ordem deve ser trabalhada com muita calma e, sobretudo, paciência.

Uma vez que tenha aprendido e cumpra a ordem, você pode “deixar as coisas um pouco mais difícil”. Trata-se de que fique deitado e quieto quando tiver visitas ou se você estiver na rua. Dessa forma o animal relacionará estas situações com o fato de ficar tranquilo.

3. Fale em voz baixa

Não importa tanto as palavras que você, mas sim o tom que você emprega. Os cães entendem apenas algumas palavras ou frases e o resto é baseado nas inflexões da voz que seus donos usam. Para que ele aja da maneira que você deseja, deverá falar devagar e amavelmente. Assim ele não pensará que você está dando uma ordem. Utilize sinais sutis com a mão para diferenciá-las dos gestos bruscos quando se comporta mal.

4. Não incentive atitudes estimulantes

Se seu cão está nervoso, a última coisa que deve fazer é incitá-lo a que se excite mais. Por exemplo, quando você chega em casa depois do trabalho pode ser que ele pule ou lata exageradamente. Espere alguns minutos e, em seguida, cumprimente-o ou brinque com ele. Quando estiver muito alterado, você deverá aguardar para que fique quieto, se não será muito difícil que se tranquilize.

5. Treine ou brinque com ele quando estiver tranquilo

Se você começa com uma nova rotina de treinamento e tenta treiná-lo quando está muito nervoso, o animal entenderá que esse é o comportamento que deve seguir. Pelo contrário, recomendamos que você ensine coisas sempre e quando ele esteja tranquilo.

6. Compreenda seu cão

Um animal de estimação é muito susceptível à barulhos intensos (como trovões, fogos de artifício, sirenes, gritos, etc.) e isso pode deixá-lo inquieto. Se esse for o caso, não o repreenda, já que os nervos vêm de algo que não é possível controlar. Em vez disso, deixe que ele se acalme primeiro para então fazer um carinho ou tentar brincar com ele.

7. Dê massagens

Ainda que possa parecer estranho, muitos donos de cães estão colocando em prática uma técnica de relaxamento similar às dos seres humanos. Existem mecanismos que relaxam o animal, como por exemplo fazer carinhos na barriga ou no queixo.

8. Aumente a confiança

É muito importante que seu cão confie em você. Esse conselho é destinado principalmente para aquelas pessoas que adotaram um animal de um abrigo, que tenha sofrido abusos no passado. Uma vez que o animal compreenda que você é de confiança, será mais fácil ensinar para o cão que ele seja tranquilo.