Comprar ou adotar: o que é melhor no meu caso?

· junho 18, 2017

Essa é uma pergunta que muitas pessoas se fazem antes de levar um cão para casa. De um lado, existem aqueles que preferem adquiri-lo, pagando um preço estipulado. Dessa forma, certificam-se que seja um animal saudável e com pedigree. De outro lado, encontram-se aqueles que dizem que resgatar um animal de rua ou de uma instituição é um ato muito mais solidário e benéfico para o animal de estimação. Mas, o que é melhor? Comprar ou adotar? Neste artigo, iremos dizer.

Comprar ou adotar? Por que devemos adotar um cachorro?

Vamos começar pela adoçãoNesse caso, estaremos dando uma segunda chance a um cachorro. Normalmente, esse animal sofreu com o abandono, maus-tratos, esquecimento, fome, frio, etc. Adotar um animal é, sem dúvida, um ato de muita solidariedade e amor. Ao adotarmos, não estamos preocupados com a aparência, mas sim com as possibilidades de recuperação do cão. Mas também consiste em saber que, mesmo que ele não sobreviva, pelo menos oferecemos carinho nos seus últimos momentos.

Quem é que não gostaria de ter uma segunda oportunidade de ser feliz? Além disso, sabe-se que os cães adotados são os mais fiéis e agradecidos do mundo. Eles podem dar a vida pela pessoa que os tenha resgatado de um mundo triste, solitário e muito doloroso.

Além disso, nós devemos levar em consideração que, para muitos animais, as opções que têm são: serem adotados, morrerem na rua ou viver trancados em um abrigo, junto a dezenas de outros cães. A principal vantagem de adotar um cão é que você irá salvar a sua vida e oferecer-lhe uma existência mais digna (que, é claro, ele merece).

Como vários desses cãezinhos tiveram um lar antes, ou conseguiram sobreviver nas ruas, eles saberão como devem se comportar em diversas situações (por exemplo, para fazer as suas necessidades ou comer). Com paciência, ele começará a confiar em você e se tornará o seu aliado para a vida toda. 

Você poderá economizar dinheiro se não for comprar um cachorro. E, é claro, evitará a comercialização de animais e levará para casa um animal de estimação já esterilizado.

Desvantagens da adoção

Existem também algumas desvantagens em adotar. Por exemplo, não saber se o animal irá conseguir sobreviver aos maus-tratos ou a alguma doença que esteja enfrentando. Ademais, também há a possibilidade de termos que arcar com um tratamento muito caro, que não podemos pagar.

Em muitos casos, os cães não conseguem andar e requerem cuidados especiais que, para uma pessoa que trabalha muitas horas fora de casa, é muito difícil de cumprir.

Também devemos ter cuidado caso a nossa casa já tenha outros animais de estimação, já que o novo integrante pode transmitir alguma doença para eles. Por último, é preciso saber que a maioria dos animais de estimação em adoção não são filhotes.

Comprar ou adotar? Por que eu deveria comprar um cachorro?

Agora, iremos falar sobre a compra de um animal de estimação. Esse ato não é muito bem visto por muitas pessoas. Alguns acreditam que “não se compra um amigo”. No entanto, nem sempre isso é uma coisa ruim. Podemos enxergar como uma decisão que resgata um animal de viver em uma jaula com outros animais como ele, à espera de ser levado a um novo lar.

Comprando um animal de estimação, é possível escolher a raça. Entregam-nos filhotes que podemos treinar e ensinar da nossa maneira. Além disso, na maioria dos casos, trata-se de animais saudáveis, fortes e com todas as vacinas em dia.

Desvantagens da compra

O lado ruim de comprar um cão é que, por exemplo, você estará apoiando a criação e o lucro de pessoas que criam os seus animais (em muitos casos, as fêmeas são obrigadas a parir todas as vezes que entram no cio e não são cuidadas da maneira correta). Dessa forma, você irá colaborar no aumento de um negócio no qual os animais de estimação são considerados mercadorias, ao invés de seres vivos com sentimentos.

Além disso, é importante saber que os cães de certas raças podem requerer cuidados especiais (tanto médicos como estéticos), que a alimentação pode ser custosa e que o certificado de pedigree ou pureza pode custar bastante.

Por fim, ao levar um filhote para casa, você deverá ter bastante paciência para poder ensinar-lhe onde deve fazer as suas necessidades, tomar cuidado para que ele não morda as coisas e evitar que sofra de doenças típicas dos primeiros meses de vida.