Conheça o anglo-français de petite vénerie

Considerado um cão de caça, o anglo-français de petite vénerie possui características físicas e comportamentais que o tornam ideal para esse tipo de atividade. Saiba mais sobre esse grande canino nas linhas a seguir.
Conheça o anglo-français de petite vénerie
Sebastian Ramirez Ocampo

Revisado e aprovado por veterinário e zootécnico Sebastian Ramirez Ocampo.

Última atualização: 15 fevereiro, 2023

As origens deste cão médio remontam ao início do século XX na França, época em que várias raças inglesas e francesas, como o Beagle, Petit Bleu, Briquet e Porcelaine, foram cruzadas. O anglo-français de petite vénerie é reconhecido como uma raça oficial de cães pela Federação Cinológica Internacional desde 1983.

Sendo considerado exclusivamente cão de caça, não é comum vê-lo fora do território francês ou inglês. Embora existam pessoas dos Estados Unidos e da Itália que os adquiriram como animais de estimação.

Características físicas do anglo-français de petite vénerie

O anglo-français de petite vénerie é um cão de tamanho médio que chega a 52 centímetros de altura e 20 quilos de peso. Ele é equilibrado, sólido e leve, com grupos musculares muito fortes nas costas. Sua cabeça é alongada e não muito larga, com orelhas finas e compridas penduradas nas laterais.

Sua pelagem curta e macia pode ser de combinações tricolores ou bicolores. Ou seja, você pode encontrá-lo apenas branco, preto e laranja ou branco e laranja ou preto e branco. Sua cauda é de comprimento médio e é bastante fina, assim como seus pés.

galgo francês anglo

Comportamento e manejo

O cão anglo-français de petite vénerie é um canino de temperamento equilibrado, amigável e calmo que se caracteriza por suas habilidades de caça. É um cão que gosta de viver em matilha com outros da sua espécie ou com pessoas. Além disso, sua grande inteligência, astúcia e capacidade de aprendizado o tornam um excelente animal de companhia. Não é muito recomendável para viver com crianças, pois não tem espírito lúdico, e sim espírito de trabalho.

Como sua genética é a de um cão de caça, o anglo-français de petite vénerie precisará de muito espaço para dispersão e exigirá muito exercício e treinamento para esgotar suas energias. Portanto, não é um animal que se adapta muito bem à vida urbana.

Saúde e bem-estar

Este cão não é propenso a muitas doenças ao longo de sua vida. Além disso, tem uma expectativa de vida que varia entre 10 a 12 anos. No entanto, como tem orelhas compridas, pode desenvolver infecções bacterianas ou fúngicas nos ouvidos se não forem devidamente limpos.

Da mesma forma, sendo um cão exposto ao meio ambiente, atenção especial deve ser dada à presença de espinhos ou parasitas como carrapatos em seu pelo. Por outro lado, mesmo que seja um cão rústico e resistente, as visitas ao veterinário devem ser feitas periodicamente para detectar qualquer tipo de anomalia a tempo. Da mesma forma, se o cão vive em matilha, suas gaiolas devem ter boas condições higiênicas e nutricionais.

cão de caça

Por fim, o exercício é a chave para o seu bem-estar. Dessa forma, evitaremos que ele desenvolva comportamentos anormais ou destrutivos que podem nos causar dores de cabeça.

Se você é tutor de um desses cães, saberá que todos os cuidados que eles exigem valem todo o seu esforço, pois é um excelente cão de trabalho e de companhia. Se, por outro lado, você procura um animal de estimação para a sua casa, certifique-se de que cumpre todos os requisitos mencionados neste artigo.


Todas as fontes citadas foram minuciosamente revisadas por nossa equipe para garantir sua qualidade, confiabilidade, atualidade e validade. A bibliografia deste artigo foi considerada confiável e precisa academicamente ou cientificamente.


    1. Lange E, Beaudu-Lange C. Septal myocardial abscess in a male great Anglo-French hound. The Journal of small animal practice. 2009;50(6):311-6.
    2. Federation Cynologique Internationale. Anglo-Francais de Petite Vénerie. FCI. 2006.

Este texto é fornecido apenas para fins informativos e não substitui a consulta com um profissional. Em caso de dúvida, consulte o seu especialista.