Conheça os cães da realeza europeia

janeiro 3, 2018

O cão é o melhor amigo do homem, independentemente da sua ocupação ou status social. Portanto, neste artigo, vamos te contar um pouco sobre os cães da realeza europeia. São cães realmente famosos e que costumas atrair a atenção dos jornalistas.

Cães da realeza europeia de ontem e hoje

Desde que os cães se tornaram mascotes dos seres humanos, os reis e rainhas em todo o continente europeu escolheram seus melhores amigos. Do rei Carlos II, com seus ‘Cavaliers’, ao príncipe Albert, com seu galgo inglês Eos, passando por Edward VI com seu fox terrier, Cesar, até a rainha Alexandra e seu spaniel japonês. Estes são os cães da realeza europeia nos dias de hoje:

1. Labrador negro (Holanda)

O rei Guilherme Alexandre, chefe máximo da nobreza dos Países Baixos, e as três princesas de Orange – Amalia, Alejandra e Ariadna -, têm dois valiosos labradores negros, chamados Skipper e Nala. Esses cães os acompanham em todos os lugares. Até mesmo em suas férias e sessões fotográficas na praia.

Cães da realeza europeia: o labrador negro com a família real da Holanda

2. Corgis (Inglaterra)

A rainha Elizabeth II, da Inglaterra, teve nada mais, nada menos, do que cerca de 30 cães desta raça ao longo de sua vida. Na verdade, ela os considera parte de sua família real. Desde os anos 50, o Corgi (Welsh Corgi Pembroke) se tornou “o cão” da monarquia inglesa por excelência. Ele ganhou até mesmo um programa de reprodução para continuação da espécie. Atualmente, ela tem dois corgis chamados Holly e Willow.

3. Dachshund (Mônaco)

A princesa Carolina teve muitos animais de estimação em sua vida. De um yorkshire terrier a um pastor alemão chamado Atmo, passando por um labrador chamado Funny Face, e um Boxer, a quem ela chamou de Hagler. Ela atualmente vive acompanhada por dois cães da raça conhecida como ‘salsicha’ (ou Dachshund) em todos os lugares (da neve até a praia).

4. Labrador Retriever (Suécia)

Outro dos cães da realeza europeia é Jambo. Ele é o adorado mascote da princesa Victoria, desde que a herdeira do trono era uma menina. O cão aparece em muitos retratos oficiais e celebrações reais.

5. Cocker Spaniel (Inglaterra)

Aparentemente, o amor de Elizabeth II por animais de estimação foi herdado pelo príncipe William. Desde que sua esposa Catherine estava grávida do primeiro filho do casal, George, eles têm Lupo, um belo cocker spaniel preto que foi visto em muitas fotografias com a família. A chegada do animal de estimação (um presente dos pais de Kate) criou um problema na Corte. A Rainha não lhes permite levá-los para a Residência de Sandringham (onde celebram o Natal), porque isso perturba os amados Corgis da matriarca da família Real.

Príncipe William, princesa Kate, seu primogênito George e seu Labrador

6. Teckel (Dinamarca)

A rainha Margaret e seu marido, o Príncipe Henry de Laborde, estão sempre acompanhados pelos cães teckel. Eles não são os únicos na casa real dinamarquesa que adoram cachorros. O príncipe-herdeiro, Frederick, sofreu recentemente com a morte de seu fiel amigo, Ziggy. O cão era um border collie, que tinha sido dado ao príncipe como um presente quando se casou, há 12 anos. Em várias imagens, ele apareceu com os filhos do casal (Christian, Isabella, Josephine e Vincent).

7. Lhasa Apso (Espanha)

A rainha Sofia é uma amante declarada dos animais, mais precisamente dessa raça. Por isso, eles não podiam deixar de fazer parte desta seleção de cães da realeza europeia. Também possuem um São Bernardo chamado Beethoven, e um cão mestiço que adotaram de um abrigo, Paquita.

Por sua parte, o rei Felipe VI também adora cães e, portanto, tem um mascote da raça schnauzer, chamado Pushkin, com quem brinca junto com suas filhas Leonor e Sofia. E isso não é tudo, já que  Elena de Bourbon, irmã do Rei, é dona de um fofinho fox terrier que deu de presente aos seus filhos Felipe e Victoria Federica.

8. Jack Russell Terrier (Bélgica)

Sempre que os reis Alberto e Paola saem para passear, são vistos em público acompanhados pelo seu fiel mascote da raça Jack Russel Terrier, branco e marrom, chamado Pikki. O cãozinho já esteve inclusive em muitas sessões fotográficas no palácio real de Laeken, em Bruxelas, com seus donos.

Fonte das imagens: cdn.20m.es, us.hola.com e cdn.vanityfair.mx