Conselhos para começar a correr com seu cão

maio 9, 2019
A atividade física é benéfica tanto para os humanos quanto para os animais de estimação, mas também é verdade que certas precauções devem ser tomadas em relação à condição física, idade, raça, condições climáticas e hidratação. Além disso, é importante manter uma carga progressiva de treinamento.

Você já pensou em começar a correr com seu cão? Às vezes, a melhor companhia para o nosso treinamento diário é a do nosso animal de estimação. A realidade é que o cão e a corrida formam uma boa combinação e, além disso, o animal pode ser uma grande motivação para manter a prática.

Vantagens de começar a correr com seu cão

Os cães são corredores por natureza e, portanto, podem se tornar companheiros ideais para a corrida. Você precisa ter em mente que eles não ficam obcecados com calorias ou os quilômetros a percorrer; eles simplesmente nos seguem e se divertem.

Nossos amigos não servem apenas como companheiros, mas nos ajudam a adquirir hábitos saudáveis de exercício. Existem vários estudos cujas conclusões dizem que o estilo de vida sedentário é muito menos comum naqueles que têm um animal de estimação em casa.

O cachorro, como tantos outros animais, é um animal de hábitos, e isso supõe uma motivação ideal para a prática da corrida. Nosso amigo estará sempre pronto para correr, e muitas vezes será ele que insistirá para que seu dono saia de casa.

Praticar corrida com seu cão

Conselhos a levar em conta antes de começar a correr com seu cão

O hábito de correr com um cachorro não só beneficia a saúde das pessoas, mas também fortalece os laços entre o dono e o animal de estimação. Há muitos benefícios de começar a correr com seu cão, mas é necessário levar em conta algumas questões para praticar essa atividade física com maior segurança.

Consulte o veterinário

É muito importante consultar o veterinário antes de incluir o cão nos planos de corrida. É preciso que um especialista examine, avalie e decida se a sua condição física é adequada para realizar essa atividade. Dessa forma, conseguiremos evitar surpresas quanto à saúde do animal.

Se o cão se tornar um atleta habitual desta atividade, é aconselhável fazer um check-up a cada ano. Exercícios intensos podem causar lesões renais e musculoesqueléticas.

Espere até que o cachorro cresça o suficiente

As precauções devem ser maiores para quem possui filhotes. Nestes casos, é aconselhável esperar que o animal cresça e se desenvolva o suficiente antes de executar atividades como a corrida. Em qualquer caso, o exercício excessivo causa danos nas articulações de cachorros jovens.

Algumas raças são melhores do que outras para a prática de corrida

Em geral, cães de todas as raças podem praticar a corrida amadora. No caso de cães baixos e pequenos, que muitas vezes têm problemas respiratórios, não é aconselhável correr. Os animais maiores são sempre mais recomendados para nos acompanhar no exercício físico.

Mulher correndo com seu cão na areia

Não corra ao sol e/ou altas temperaturas

Este é um aspecto muito importante a ter em mente, principalmente no verão. Os cães não transpiram como os seres humanos e sua resistência ao calor é muito menor. O sistema de eliminação da transpiração dos cães é o arfar, mas com as altas temperaturas o processo é muito lento.

Com as altas temperaturas e a alta incidência dos raios solares, é melhor evitar as horas centrais do dia. É aconselhável fazer exercício antes das 10h00 e depois das 20h00 ou 21h00.

Hidratação

Como em todos os seres vivos, a hidratação é essencial para os nossos animais de estimação. Isso também vale no caso do cachorro que pratica corrida, mas não pode ser feito de qualquer jeito.

O recomendado é não fornecer água ao nosso cão assim que a atividade terminar; o animal, assim como seu dono, está muito fatigado e o fato de beber muita água pode fazer com que ele entre em colapso. É melhor esperar até que o cão se acalme antes de hidratá-lo.

Treino gradual

Assim como acontece com as pessoas, o cão tem que praticar a corrida com seu dono de forma gradual e progressiva. Ele acabará se acostumando ao ritmo do dono, mas tem que fazer isso pouco a pouco.

Além de correr, há muitos outros esportes que podemos fazer com nossos animais de estimação. Outra atividade muito interessante é fazer trilhas, quando o cão e o dono passam um dia extraordinário juntos na montanha ou na praia. Para que essa experiência seja um sucesso, as mesmas dicas que vimos aqui irão servir.