Conselhos para viajar com gatos

· setembro 19, 2018
Os felinos podem ficar muito nervosos ante situações que não podem controlar. Dessa forma, é preciso tomar uma série de medidas para que o trajeto seja agradável tanto para os humanos como para os animais. É fundamental usar uma caixa de transporte, bem como levar os gatos em jejum, mas hidratados.

Os gatos são animais extremamente sensíveis e que são muito afetados por qualquer mudança de rotina. Um novo animal de estimação, uma mudança ou até uma viagem podem afetá-los. Algumas situações podem ser evitadas, mas em certos casos não há muito o que fazer. Se você pretende viajar com gatos, confira as nossas dicas de como passear com o felino sem “surtar” tentando.

Viajar com gatos é impossível?

Dependendo do meio de transporte que for usar, será mais ou menos difícil. Agora, se você pretende ir de carro, viajar com gatos pode se transformar em uma odisseia. Siga os conselhos abaixo para que o seu gato não fique louco e, principalmente, não te enlouqueça também.

1. Caixa de transporte

Além de ser obrigatório por lei, não existe outra maneira de viajar com um animal de estimação. Ainda mais se for um gato, que são flexíveis e capazes de entrar em qualquer espaço. Assim, busque por uma caixa de transporte de tamanho adequado para o seu felino, onde ele possa se movimentar e deitar sem problemas.

viajar com gatos: leve seu gatinho dentro de uma caixa de transporte

2. Não o deixe sair do carro

Colocá-lo no carro, mesmo dentro da caixa de transporte, pode ser um desafio. Por isso, mesmo que pare durante a viagem, não o deixe sair do carro. Tenha em mãos uma caixa de areia coberta para que ele possa fazer as necessidades. E não se esqueça de oferecer água ao felino se ele quiser e não estiver enjoado.

E claro, não o deixe sozinho no carro. Se você precisar ir ao banheiro ou fazer compras, sempre deixe o animal acompanhado com um membro da família.

3. Use sedativos

Se o seu gato é mais ansioso e nervoso, pode optar por administrar sedativos para que ele viaje mais relaxado. Além disso, você pode vaporizar o carro com feromônios para gatos que farão o felino relaxar. Assim, a viagem será mais sossegada.

4. Faça-o jejuar

Recomenda-se que o gato faça jejum por pelo menos 12 horas antes da viagem. Dessa maneria, é possível evitar que ele vomite, já que os animais não estão preparados para esse tipo de deslocamentos.

5. Comprimidos para enjoo

Se você já sabe como o seu gato reage em viagens e sabe que ele fica enjoado, previna-se e dê alguns medicamentos para enjoo antes de sair. E lembre-se de nunca oferecer medicamentos feitos para humanos para o seu felino, apenas os que forem desenvolvidos especialmente para eles.

Gatinho descansando

6. Evite as mudanças de temperatura

Mesmo que faça calor ou frio durante a viagem, não exponha o animal a mudanças de temperatura bruscas. Isso pode fazer com que o animal sinta mais calor do que deveria ao entrar no carro.

7. Não se esqueça da água

O animal precisará beber água durante o trajeto, pois a ansiedade causada pela viagem, assim como o calor e o frio que pode fazer dentro do carro, pode ocasionar sede e desidratação.

8. Dê mimos

Ao fazer pausas durante o trajeto ou chegar ao destino, não se esqueça de dar mimos para o seu bichinho. E, ao fim da viagem, dê a ele uma recompensa pelo bom comportamento. No entanto, se você pensar em dar a ele uma guloseima ou qualquer outro alimento do qual ele goste, espere passar o efeito da viagem ou dos medicamentos que você administrou.

Outros aspectos que você precisa considerar

Sempre que viajar com um animal, você precisa atender a todas as leis de trânsito, como uso da caixa de transporte e documentação do bicho de estimação.

Agora você já sabe como viajar com gatos sem “surtar” durante o processo. Basta seguir as dicas práticas que trouxemos para ter um passeio agradável com o seu animal. Boa viagem!