Considerações para ter um furão em casa

junho 22, 2018
Antes de adotar este pequeno mamífero como animal de estimação, devemos ter em mente que ele não é tão domesticável como um gato ou um cão. Requer cuidados muito específicos em termos de alimentação, higiene, meio ambiente e, acima de tudo, treinamento.

Antes de ter um furão em casa é importante conhecer melhor o seu comportamento, suas necessidades e cuidados específicos. Abaixo, resumimos as principais considerações sobre este animal.

O furão: aspectos morfológicos e comportamento

O ferret é um pequeno mamífero carnívoro que, normalmente, pesa entre um e dois quilos. Seu comportamento é muito ativo e curioso, e ele é capaz de conviver com adultos e crianças, quando está bem treinado.

Estes pequenos animais chegam a idade adulta ao atingirem o primeiro ano. Têm uma expectativa de vida de cerca de oito anos.  É noturno e pode dormir até 15 horas por dia, embora sempre em ambientes escuros.

Ter um furão em casa: cuidado e considerações

O furão é um animal selvagem, mas que pode ser amansado

O furão é um animal selvagem, cujos os instintos podem ser domados, mas não totalmente domesticados. Ter um furão em casa significa tirá-lo de seu habitat natural e inibir parte de seus instintos, por isso é necessário grande cuidado com sua adaptação a uma vida doméstica.

Furão e cão

Verdadeiramente, os únicos animais totalmente domesticáveis ​​são cães e gatos. Estes animais são os proprietários de uma genética única e podem manter as características de sua infância na fase adulta. Isso lhes permite não desenvolver plenamente seus instintos e, portanto, é possível domesticá-los.

Experiência e tempo do dono

Esta é uma regra básica para todos os animais de estimação e para qualquer proprietário. Aqueles que adotam pela primeira vez, devem escolher os animais mais fáceis de cuidar e manipular.

Os furões são caçadores por natureza, têm muita energia e exigem muito cuidado com sua higiene, alimentação e socialização. Interagir com esses animais requer conhecimento, tempo e paciência.

Se a intenção é dar o furão a uma criança, será necessário ensinar muito bem sobre responsabilidades futuras. Lembre-se sempre que um furão não é um brinquedo que pode ser usado e abandonado.

Meio Ambiente e Habitat

Como vimos, os ferrets têm muita energia: gostam de se exercitar, correr livremente e brincar. Portanto, é importante ter espaço para ter um furão em casa. O ideal é ter uma área externa, com terra, jardim e árvores.

Furão habitat

Por razões de segurança, recomenda-se ter uma gaiola grande para manter seu furão. Mas é importante proporcionar-lhes momentos de liberdade para preservar sua saúde física e mental.

Socialização e convivência

O processo de socialização consistirá em domar os instintos de caça e adaptar as respostas a diferentes estímulos. Isso reduz a probabilidade de comportamento agressivo e melhora a capacidade de coexistência.

Um furão pode ser agressivo, quando não for devidamente socializado. Se o proprietário não tiver tempo ou experiência para treiná-lo, um profissional especializado pode ser a solução.

Ajustar orçamentos

Os furões podem ser animais razoavelmente caros, por isso é essencial planejar e ter um orçamento realista e adequado. Pode ser melhor adotar outro animal de estimação.

Furão doenças

Tudo começa com o preço de compra em uma loja de animais legalizada, atendimento veterinário especializado e atendimento adequado durante toda a sua vida. As despesas para condicionar o meio ambiente também devem ser consideradas, além de brinquedos, alimentos e suplementos para a saúde do animal.

Passaporte com chip

É obrigatório que cada furão doméstico tenha seu passaporte com chip atualizado. Este documento deve ser acompanhado por uma caderneta de saúde, com vacinação e desparasitação em dia.

Tenha um furão em casa: nutrição adequada

O furão é um animal carnívoro, mas a convivência com os seres humanos faz com que ele adote hábitos onívoros. Sua dieta deve conter proporções adequadas de proteínas, fibras, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais.

A maneira mais fácil de atender às suas necessidades nutricionais é preferir uma boa ração comercial formulada para furões. Não é recomendado dar carne crua ao seu furão, para evitar a contaminação por bactérias e toxinas, nem restos de comida humana.

Furão alimentação

Medicina preventiva e cuidados veterinários para furões

O programa de vacinação de ferrets começa no segundo mês de vida e continua anualmente durante toda a sua vida. As vacinas mais importantes são a da raiva e a da cinomose, já que os furões são muito vulneráveis ​​a essas doenças.

É essencial desparasitar periodicamente o animal e tomar medidas preventivas para repelir mosquitos. Recomendase também castrar os furões domésticos para evitar que o animal escape durante os períodos de calor.

Tenha um furão em casa: higiene reforçada

Os furões exigem muita atenção com sua higiene. Eles devem receber banhos periódicos, de duas a três vezes por mês. Durante o inverno, recomenda-se diminuir a frequência: um banho a cada dois meses será suficiente.

É essencial usar produtos específicos para a higiene dos furões. Cosméticos humanos e produtos de limpeza podem envenenar o animal e prejudicar seriamente sua saúde.

Ter um furão em casa requer tempo, conhecimento e paciência. Antes de escolher um como animal de estimação, é importante preparar seu estilo de vida e sua casa para a chegada dele.