Sintomas para detectar a constipação em gatos

· maio 28, 2019
Você quer saber como identificar se o seu gato está constipado? Confira os seguintes sintomas para que possa ajudar seu animal de estimação caso seja necessário.

Na prática, o sintoma mais óbvio da constipação em gatos é a dificuldade ou incapacidade de evacuar. Na verdade, a maioria dos donos desconfia de uma possível constipação quando percebe a ausência de fezes ao limpar a caixa de areia.

Embora possa ser um pouco desconfortável, é importante verificar diariamente a caixa de areia dos nossos gatinhos para estar atento a qualquer anomalia.

No entanto, a constipação também pode levar a algumas mudanças no comportamento dos gatos, bem como alterações nas fezes. A seguir, resumimos os principais sintomas.

Principais sinais de constipação em gatos

Estes seriam alguns sintomas indicativos de que o nosso gatinho tem constipação:

  • Ele se encosta, deita, dorme ou passa muitas horas na caixa de areia.
  • Rejeita sua caixa de areia.
  • Evacua ou tenta evacuar fora da caixa de areia.
  • Inchaço, sensibilidade ou dor abdominal.
  • Mia, chora ou reclama constantemente (mesmo quando está usando a caixa de areia).
  • Perda de peso e de apetite.
  • Descuido com seu próprio banheiro ou com a higiene do seu ambiente.
  • Vômito.
  • Fezes mais secas, mais duras e em menor quantidade.
  • Presença de sangue ou muco nas fezes.
  • Alterações de comportamento: irritabilidade, cansaço excessivo, depressão, letargia, agressividade, etc.
Principais sinais de constipação em gatos

Possíveis causas da constipação em gatos

A constipação em gatos pode ter diferentes causas, dependendo do estilo de vida e do organismo do animal. Portanto, se acreditarmos que nosso gatinho está constipado, é essencial levá-lo imediatamente ao veterinário.

Na clínica, o profissional pode verificar seu estado de saúde, identificar as causas específicas e recomendar um tratamento adequado às necessidades do seu companheiro felino.

Para ajudá-lo a entender melhor a constipação em gatos, resumimos abaixo suas causas mais frequentes:

  1. Alimentação pobre em fibras: uma dieta pobre em fibras ou muito seca é uma das principais causas da constipação. Portanto, a introdução de alimentos frescos e naturais, bem como a adoção de uma dieta caseira, são medidas muito eficazes para melhorar o trânsito intestinal de nossos gatos.
  2. Pouca hidratação: gatos que bebem pouca água também são mais propensos a sofrer de constipação. A falta de hidratação pode levar a outras complicações mais preocupantes, como problemas urinários e insuficiência renal. É essencial manter o gato bem hidratado durante todo o ano e principalmente com a chegada do verão. Além de sempre deixar a água limpa e fresca disponível para os nossos gatinhos, também podemos oferecer alimentos úmidos, patês ou receitas refrescantes, como picolés caseiros saborosos.
  3. Bolas de pelo: o aglomerado de bolas de pelo no trato gastrointestinal dos felinos pode causar diversos distúrbios digestivos. Para evitá-los, é essencial escovar regularmente o seu gato com os utensílios adequados. O malte também é uma solução simples e natural para ajudar os gatos a limpar e liberar naturalmente as bolas acumuladas em seu organismo.
  4. Estresse: o estresse também está entre as causas mais frequentes de constipação em gatos. Existem muitos fatores que podem causar estresse nos felinos, como estimulação física ou mental deficiente ou mudanças no ambiente, entre outros.
  5. Corpos estranhos em seu trato digestivo: se, por acidente, o gato engolir um brinquedo ou outro corpo estranho, ele pode entupir o trato gastrointestinal e impedir o trânsito intestinal adequado. Para evitar isso, é importante não oferecer brinquedos ou acessórios com pequenos enfeites, tecidos soltos ou cordas, etc.
  6. Problemas de adaptação: quando um gatinho chega a uma nova casa ou vive uma mudança, ele precisa ter seu próprio tempo para se adaptar a esse novo ambiente.
Gato sendo examinado

A localização da caixa de areia e outras causas patológicas da constipação

Nos primeiros dias ou semanas, é possível que o gato tenha medo, evite ir à caixa de areia e prefira passar a maior parte do dia escondido. Também é possível que exista um problema na localização da caixa de areia, por exemplo, se ela estiver muito próxima de sua área de alimentação ou de repouso.

  • Experiências negativas: alguns felinos podem desenvolver medo e até mesmo fobia da caixa de areia porque tiveram experiências negativas associadas a esse objeto. Além de evitar usar a caixa de areia, o gatinho pode mostrar reações negativas e exageradas ao ver uma caixa de areia ou outro objeto similar.
  • Causas patológicas: algumas doenças e inflamações do aparelho digestivo podem levar à dificuldade de evacuar e a alterações nas fezes do seu gato.

Além disso, alguns problemas neurológicos também costumam estar associados à constipação intestinal em gatos. Portanto, vale a pena reforçar a necessidade de levar seu gatinho ao veterinário para identificar qualquer alteração em suas fezes.