Criação de javalis doméstica: saiba mais aqui!

· julho 20, 2018
A caça esportiva e o consumo de sua carne provocaram a demanda pela criação desse mamífero. Esse animal vem da mesma família do porco. Além disso, o porco e o javali podem cruzar um com o outro, para melhorar o sabor da carne do javali.

O javali é um animal de personalidade muito dócil, ao contrário do que se acredita. Outra razão para a criação doméstica é o contato humano. Esse animal faz parte das fazendas e está em contato e interação com animais, crianças e adultos.

Condições para criação de javalis

Habitat

Em seu habitat natural, as javalinas dão à luz aos seus filhotes em ninhos. Esses ninhos são feitos pelas próprias fêmeas aos pés das árvores ou perto de fontes de água.

No processo de criação doméstica de javalis, o espaço oferecido ao javali é importante para o acasalamento e a gestação. Por isso, ele deve ser amplo e limpo. Além disso, é necessário que seja também um lugar onde os animais se sintam livres. Afinal, esses animais estão acostumados a longas caminhadas.

Características do javali

De qualquer forma, deve haver uma boa estrutura que delimite suficientemente o espaço dos animais. Além disso, é aconselhável que exista uma fonte de água, como uma lagoa artificial.

Reprodução

A javalina é sexualmente ativa um ano após o nascimento ou quando chega a 30 quilos. A reprodução pode ocorrer durante o ano inteiro. Isso ocorre porque o cio começa ao final de cada período de lactação.

O cio dura entre 20 e 23 dias. Além disso, um macho é capaz de fecundar até três javalinas durante esse período. O período de cio mais intenso ocorre durante o verão.

Alimentação

Javalis são animais onívoros. Eles comem principalmente vegetais, sementes, cereais e raízes. Além disso, também consomem carniça, vermes e ovos. Durante o período de gestação, a alimentação é importante para a fêmea em cativeiro. Você deve garantir que ela consuma a quantidade necessária de alimentos. A bolota é uma fonte nutricional completa para o javali.

A criação de javalis

A gestação da javalina dura aproximadamente quatro meses. Além disso, cada ninhada pode ter de quatro a seis filhotes. Nos casos em que a fêmea é maior, a ninhada pode aumentar. A mortalidade média no criadouro é de 18 a 20% durante o primeiro ano.

Hábitos do javali

Outra característica da ninhada é o sexo da prole, cuja relação, em geral, é de 50% entre machos e fêmeas. Outro aspecto a ressaltar é que os filhotes de javalis vivem no rebanho durante o primeiro ano de vida. Depois disso, ficam na periferia do rebanho até se tornarem adultos.

Em seu habitat natural, os javalis são animais inteligentes. Além disso, esses animais formam rebanhos matriarcais onde há domínio de uma ou várias fêmeas. Os machos adultos se juntam ao rebanho somente durante o período do cio. No resto do tempo, os machos vivem sozinhos.

Criação de javalis como um negócio

A criação de javalis tornou-se um negócio lucrativo. O público interessado é formado principalmente por caçadores. A carne de javali é considerada um alimento requintado e de alto custo.

Em alguns criadouros de maior rendimento, os produtores cruzaram o javali com o porco doméstico. Esse tipo de prática melhora a condição da carne do animal, e também a sua textura e o sabor, que é muito forte.

Filhotes de porco vietnamita

O maior investimento necessário para a criação de javalis doméstica é o espaço para sua reprodução. Por serem onívoros, não precisam de alimentos especiais de custo mais elevado. No entanto, o fornecimento de vitaminas melhora a saúde da fêmea grávida.

Audição, olfato e presas do javali

O javali tem uma fisionomia muito semelhante a do porco, embora seu corpo seja mais característico e com pernas longas. Esses animais não têm boa visão, mas essa falta é compensada por uma audição e olfato hipersensíveis. Além disso, é considerado um animal inteligente, com uma excelente memória.

As principais características do javali são as presas. Elas se projetam da mandíbula e são maiores nos machos do que nas fêmeas. Além disso, os caninos permanecem afiados com o movimento contínuo de abertura e fechamento da mandíbula.