Cuidados com o papagaio no inverno

· maio 3, 2018
Este espécime exótico requer um ambiente adequado e aquecido, pois, caso contrário, a saúde deste animal de estimação, que vem de climas tropicais, poderá estar em risco.

Por causa de sua inteligência, beleza e graça ao falar, os papagaios se tornaram o animal de estimação favorito de muitas crianças e adultos. Além dos cuidados básicos, como higiene e nutrição, as aves devem ser protegidas do frio.

Abaixo, resumimos as necessidades básicas e os cuidados com o papagaio no inverno, para ajudar a preservar a saúde de seu animal de estimação.

Papagaios: morfologia e comportamento

Nós genericamente denominamos “papagaio” mais de 300 espécies de aves que constituem a ordem dos Passeriformes. Cacatuas, araras e papagaios estão entre as mais populares.

Existem inúmeras discussões sobre como essas aves são organizadas em subfamílias e raças, mas as similaridades físicas compartilhadas por elas são visíveis. O bico curto e forte na forma de um gancho, a plumagem colorida atraente, as asas arredondadas e curtas e a orientação dos dedos dos pés.

A beleza da plumagem, a inteligência e a facilidade de aprender a falar são inegáveis ​​atrativos dessas espécies. No entanto, um pássaro só desenvolve suas habilidades corretamente quando se sente saudável e seguro.

Papagaio

Por estas razões, antes de adotar um papagaio como animal de estimação, é essencial conhecer as suas necessidades básicas e os cuidados de que necessitam:

Cuidados com o papagaio no inverno: medicina preventiva

A medicina preventiva é um aspecto crucial no cuidado com um papagaio como animal de estimação. Essas aves podem adoecer com facilidade, não apenas por causa do frio, mas também pela falta de higiene ou por uma alimentação desequilibrada.

A medicina preventiva adequada deve incluir visitas periódicas ao veterinário, vacinações regulares e desparasitação, hábitos regulares de higiene e uma dieta balanceada. Devemos nos lembrar que uma posse responsável das aves é essencial para preservar essas espécies e evitar a disseminação de várias zoonoses.

Se os dias mais frios do ano se aproximam, o ideal é levar rapidamente o seu papagaio a um veterinário especializado. É importante verificar seu estado de saúde antes do inverno, para evitar o agravamento de qualquer doença. Além disso, podemos aproveitar a consulta para desparasitá-lo.

A higiene do seu papagaio é determinante para a sua saúde

É muito importante não negligenciar a higiene de seu papagaio com a chegada do frio. As aves são animais naturalmente limpos, mas geralmente são facilmente afetados por parasitas internos e externos. Esses microrganismos se espalham facilmente na gaiola e nos acessórios do seu animal de estimação.

Ave no veterinário

Devemos limpar a bandeja de excrementos e os restos de comida diariamente. O acúmulo desses resíduos favorece a multiplicação de vários patógenos no lar.

Também é essencial higienizar a gaiola e o espaço do papagaio duas vezes por semana. Todos os acessórios devem ser lavados e desinfetados para eliminar fungos e bactérias.

Existem produtos específicos para combater ectoparasitas em aves, principalmente o ácaro vermelho. Recomenda-se usá-los no asseio e na medicina preventiva de seu pet.

Além disso, é importante verificar suas patas, penas e bico semanalmente. Ao reconhecer qualquer ferida, alteração de cor ou aparência, é essencial ir rapidamente ao veterinário.

O ambiente ideal para proteger o seu papagaio do frio

Os papagaios são nativos de climas quentes, tropicais e subtropicais, onde as temperaturas não variam muito. Com a chegada do inverno, devemos adaptar o meio ambiente para proteger a nossa ave das baixas temperaturas.

Araras vermelhas na natureza

O mais importante é evitar que o seu papagaio seja exposto ao clima durante o inverno. Chuvas, neve, ventos, golpes de friagem… tudo isso pode significar uma séria ameaça à saúde do seu animal de estimação.

Se o animal está acostumado a viver fora de casa, devemos garantir que ele esteja muito bem protegido. Para papagaios criados dentro de casa, a localização da gaiola também é determinante. Devemos evitar deixá-lo muito perto de uma janela ou onde exista correntes de ar.

O aquecimento é excelente para manter as temperaturas estáveis ​​- preferencialmente perto de 24ºC – e proporcionar conforto.

No entanto, se o ambiente estiver muito seco, seu papagaio poderá vir a desenvolver certas doenças respiratórias. Portanto, recomenda-se umedecer o ambiente ou borrifar um pouco de água nas penas duas vezes por semana.

Cuidados com o papagaio no inverno: alimentação equilibrada

Em seu estado selvagem, os papagaios mantêm uma dieta variada e se adaptam facilmente a quase todos os tipos de alimentos. Cerca de 80% da sua dieta deve ser composta de frutas e legumes. Os outros 20% podem ser suplementados com sementes e grãos.

Pássaro vermelho comendo

Durante o inverno, é importante oferecer uma dieta mais calórica, rica em proteínas, carboidratos e gorduras. Para fazer isso, devemos incluir ovo cozido, iogurte e arroz de duas a três vezes por semana.

Seguindo com a dieta do nosso animal de estimação, também podemos aumentar a ingestão de frutos secos, como nozes, castanhas, amendoim ou sementes de girassol. Mas devemos ter claro que o consumo excessivo dessas sementes pode causar danos ao fígado.

Os cuidados com o papagaio no inverno não devem negligenciar sua hidratação, especialmente em um clima quente. Portanto, devemos deixar água fresca e limpa sempre à disposição ao longo do dia. Além de limpar o bebedouro diariamente.