Cuidar de coelhos recém-nascidos

Saber cuidar da mãe é parte fundamental no cuidado de coelhos recém-nascidos ou coelhos jovens, pois é ela quem os alimenta e aquece para que tenham uma temperatura adequada.
Cuidar de coelhos recém-nascidos

Última atualização: 27 Setembro, 2021

Ter um coelho como animal de companhia é algo adorável, mas ao mesmo tempo são animais que requerem muitos cuidados, principalmente quando são pequenos. Durante o primeiro mês de vida, os coelhos recém-nascidos precisam de muita atenção, por isso é aconselhável não levá-los para o exterior.

Após esse primeiro mês, seu crescimento acelera muito até os 7 ou 8 meses, época em que os animais se estabilizam. Se você tem coelhos recém-nascidos sob seus cuidados, aqui poderá aprender a cuidar deles e de sua mãe para lhes proporcionar o início de uma vida saudável e cheia de amor.

Parto e reprodução em coelhos

Os coelhos atingem a maturidade sexual entre os 3 e 9 meses de idade. Segundo especialistas, basta tocar a barriga da fêmea grávida para sentir os pequenos caroços que confirmam os futuros coelhos recém-nascidos apenas 10 ou 12 dias após o acasalamento. A gravidez pode durar entre 28 e 33 dias, e nascem de 1 a 5 filhotes por parto.

Os coelhos recém-nascidos pesam entre 35 e 45 gramas. São pelados e cegos, mas a partir do quinto dia começa a aparecer uma pelagem fixa, e seus olhos começam a se abrir a partir do décimo dia.

Cuidando da mãe coelha

A primeira coisa que você deve fazer, segundo os profissionais da área, é separar o pai (ou qualquer macho) da mãe. Você pode aproveitar esse momento para castrá-lo, enquanto a mãe cria os bebês.

Os machos provavelmente não farão mal aos bebês, mas eles podem engravidar a mãe novamente muito em breve, inclusive no mesmo dia do parto. Além disso, não existe apenas a possibilidade de fecundar novamente a mãe, pois os machos também podem tentar com suas filhas assim que amadurecerem sexualmente.

Outra coisa a se ter em mente é que as coelhas alimentam seus filhotes uma ou duas vezes por dia e só o fazem quando se sentem seguras, geralmente um pouco antes do nascer do sol ou logo após o anoitecer. No entanto, se houver humanos reunidos ao redor da gaiola o tempo todo, a mãe pode acumular muito estresse e acabar não amamentando os bebês.

Portanto, é recomendável que você forneça um local tranquilo e dê espaço para a mãe e os filhotes.

A alimentação da mãe também é muito importante, pois, para que ela produza um bom leite, é fundamental que ela seja alimentada de maneira adequada. Páginas especializadas afirmam que para isso você pode oferecer a ela muita água fresca, comida para coelho e seus vegetais favoritos.

 

Existem muitos cuidados para os coelhos recém-nascidos e sua mãe.

Preparação do ninho para os coelhos recém-nascidos

Se os bebês estiverem espalhados, com frio e magros, a mãe estará precisando de ajuda para fazer um ninho adequado. Lembre-se de que os filhotes precisam ser aquecidos antes de qualquer outra coisa.

É importante lembrar que nenhum bebê mamífero consegue digerir alimentos adequadamente se sua temperatura corporal estiver abaixo do normal. Caso estejam com frio, aqueça os bebês da seguinte maneira:

  • Coloque uma garrafa cheia de água morna em uma pequena caixa de qualquer tipo.
  • Cubra a caixa com toalhas limpas e coloque a garrafa debaixo das toalhas.
  • Abra um pequeno espaço dentro da caixa e coloque os bebês dentro desse ninho de aquecimento temporário.

Certifique-se de que os filhotes não estejam em contato direto com a bolsa de água morna, pois pode estar muito quente para eles. Verifique também se as toalhas não têm furos e não estão gastas, pois os fios podem cortar a pele de coelhos recém-nascidos, sufocá-los ou machucá-los.

O ninho oficial

Enquanto os recém-nascidos estão nesse ninho improvisado, prepare outro local para a mãe, no qual ela se sentirá segura quando os bebês retornarem. Esse será o ninho oficial. Para isso, pegue uma caixa de papelão ou madeira um pouco maior que a mãe (mas não muito maior, porque os coelhinhos podem se separar novamente da mãe).

Coelhos jovens podem ser colocados no ninho oficial assim que sua temperatura corporal estiver quente ao toque. Aqueça os bebês apenas se eles tiverem se espalhado, mas se estiverem aninhados em uma boa disposição, deixe-os sozinhos, exceto para checar se estão se alimentando.

A caixa-ninho deve ter uma entrada no centro de um dos lados (grande o suficiente para a coelha mãe). Recomenda-se também que você acrescente uma borda de dois centímetros e meio acima do chão para que os bebês fiquem na caixa até a hora certa de sair para explorar o mundo.

Coloque um grande punhado de palha, grama ou feno dentro do ninho. Depois de preenchida, você pode colocar a caixa em um canto da gaiola da coelha, mas certifique-se especialmente de que não seja colocada no canto que ela usa como banheiro.

Verifique também se a grama não contém pesticidas ou fertilizantes. Remova e substitua o material a cada 3-4 dias, pois ficar encharcado de urina. A gaiola da mamãe coelha e dos bebês pode ficar em um cômodo pequeno, quente e silencioso.

Alimentação e crescimento

Muitas vezes, acredita-se que a mãe coelha não está alimentando os bebês porque ela raramente é vista com eles. No entanto, esse é um comportamento normal para um coelho doméstico (ou selvagem), pois a espécie não alimenta seus filhotes da mesma forma que cães e gatos.

Os coelhos domésticos retêm alguns dos traços genéticos de seus ancestrais europeus selvagens, animais caçados por outros na natureza. As mães intuem instintivamente que ficar junto de seus filhotes chama a atenção de um predador para o ninho, pois os coelhos adultos têm um cheiro forte, enquanto os bebês não.

Por esse motivo, a maioria das mães coelhas não se fica no ninho (ou caixa) para monitorar seus bebês durante o dia, mantendo-se a uma distância segura.

Um bebê bem alimentado terá uma barriguinha. Se seu estômago estiver cheio, a mãe o está alimentando. Se não comeu, sua barriga ficará afundada, sua pele estará enrugada por causa da desidratação e sua resposta ao ser manipulado será fraca. Coelhos espalhados ao redor do ninho podem não ter sido alimentados, então certifique-se de que eles estejam aquecidos.

O que posso fazer se a mãe não estiver alimentando os coelhos recém-nascidos?

Se você notar que os bebês estão fracos ou desidratados, a melhor coisa a fazer é procurar uma intervenção veterinária. Se você tiver certeza de que a mãe não está alimentando os coelhos recém-nascidos, examine-a em busca de sinais de lactação.

Para fazer isso, segure-a suavemente na posição vertical ou de bruços em seu colo e verifique seus mamilos. Eles devem estar ligeiramente inchados e a mãe provavelmente terá removido uma grande quantidade de pelos de seu peito e estômago não apenas para fazer o ninho, mas também para expor melhor os mamilos aos bebês, o que é um bom sinal.

Use uma pressão suave em um movimento de ordenha para liberar uma pequena quantidade de leite ou líquido transparente. Devolva a mãe aos bebês e dê espaço para que ela se acalme e se familiarize com eles. Examine os recém-nascidos no dia seguinte para ter certeza de que estão sendo alimentados.

Levando ao veterinário

Se você achar necessário examinar os bebês todos os dias para verificar se estão sendo alimentados, acaricie primeiro a mãe coelha para ajudar a disfarçar os odores humanos e evite usar perfumes fortes ao manuseá-los. É melhor pegá-los o menos possível até que tenham idade suficiente para deixar o ninho por conta própria.

Se a mãe não estiver proporcionando alimentação e não tiver removido parte de seu pelo para colocar no ninho e revelar seus mamilos, leve-a imediatamente a um veterinário experiente em coelhos. O profissional provavelmente administrará uma pequena dose de oxitocina, um medicamento que estimula as glândulas mamárias. Assim, ela deverá amamentar nas próximas 24 horas.

Lembre-se de que a oxitocina só funcionará em menos de 48 horas após o parto. Você deve ficar muito vigilante, pois algumas mães começam a alimentar seus filhos na noite do primeiro dia ou na manhã do segundo.

 

Alguns coelhos bebês exemplificados em uma foto.

Agora que você já conhece essas dicas para cuidar dos coelhinhos e da mãe coelha, lembre-se de que dar muito amor a eles é um cuidado essencial. Não manuseie se não for necessário e respeite o espaço da coelha para que ela possa se sentir tranquila e, assim, cuidar de seus bebês.

Pode interessar a você...
Ivermectina para coelhos: tudo que você precisa saber
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Ivermectina para coelhos: tudo que você precisa saber

A ivermectina para coelhos é usada para tratar doenças de vários parasitas. Conheça as doses adequadas, bem como seus efeitos adversos.