A importância do feno na alimentação dos coelhos

· maio 5, 2019
Uma dieta adequada para cada espécie é essencial para uma boa saúde, por isso enfatizamos a necessidade do consumo de feno na alimentação dos coelhos.

Os problemas de saúde mais comuns em coelhos domésticos podem ser evitados com uma dieta correta e equilibrada. Sua dieta não deve ser composta só por cenoura, por isso enfatizamos a importância do feno na alimentação dos coelhos.

A alimentação dos coelhos

Os coelhos são animais herbívoros: eles comem frutas, legumes e verduras. Como veremos, o feno também é um componente muito importante em sua dieta e, embora nós, humanos, não o consideremos atraente, é essencial para esses pequenos mamíferos.

Devemos incluir vegetais em sua dieta, preferencialmente verduras de folhas verdes, como espinafre ou acelga e, em menor escala, frutas. Para tornar sua dieta mais interessante e completa é melhor oferecer legumes sazonais: pimentão, tomate, cenoura, abobrinha, pepino, rabanete… Dessa forma, o coelho não vai enjoar de nenhum alimento que você estiver oferecendo.

As frutas têm muitos açúcares, o que pode causar cólica, então vamos racioná-las e tratá-las quase como se fossem uma recompensa: duas porções por semana é o suficiente. Você também pode dar frutas da estação para que o coelho tenha sempre novos sabores para explorar.

Alimentação dos coelhos e os dentes dos roedores

A outra parte essencial de alimentar coelhos é o feno. O feno é uma mistura de ervas colhidas frescas e depois colocadas para secar. Existem diferentes variedades no mercado, incluindo misturas aromatizadas ou com flores. Para os coelhos, existem basicamente duas variedades:

  • Mistura de erva: tem uma maior ingestão de fibras e menos calorias. É recomendada para coelhos adultos com boa saúde.
  • Mistura de leguminosas: elas fornecem mais calorias do que as gramíneas, então geralmente são recomendadas, embora não sejam exclusivas, para coelhos em crescimento, mães que estão amamentando ou animais com saúde delicada.
Alimentação dos coelhos e os dentes dos roedores

O feno é essencial na alimentação de coelhos e deve estar sempre disponível em sua gaiola. Por um lado, o feno fornece fibras, de modo que melhora a digestão e ajuda a prevenir o desconforto intestinal.

Por outro lado, o feno, quando seco, favorece o desgaste dos dentes: os coelhos não são roedores, mas lagomorfos, e compartilham com os roedores o que diz respeito aos dentes. Eles nunca param de crescer, então têm que estar roendo comida constantemente para ter seus dentes saudáveis.

O feno, como é duro e lento de comer, é o alimento que garante que os dentes sejam mantidos no tamanho correto e não cresçam demais, tanto os incisivos quanto os molares.

Por estas razões, a base da alimentação do coelho deve ser o feno. Em menor quantidade, você deve oferecer legumes frescos. Em quantidade muito menor, você pode adicionar guloseimas e petiscos.

Embora seja um alimento do qual eles tendem a gostar muito, pode haver coelhos que não são muito atraídos por ele: experimente variedades diferentes, com misturas com sabor e até marcas diferentes. Sacos de feno que são muito amarelados tendem a ser desagradáveis, ​​e o feno menos misturado não é muito interessante.

Problemas de saúde resultantes da má oclusão dentária

O feno é essencial na dieta de um coelho saudável. Não só permite melhorar a digestão, mas vai ajudá-los a usarem os dentes e terem uma boca saudável.

Problemas de saúde em coelhos

Os coelhos são animais resilientes que apresentam dificuldade em mostrar sintomas de desconforto ou doença. Portanto, quando eles têm um problema com os dentes, geralmente só percebemos quando o animal já está sentindo muita dor. Às vezes tem solução, mas em outros casos é irreversível.

Se os dentes dos coelhos não se desgastarem na velocidade necessária, eles podem se deformar ou criar feridas na boca. Dentes que crescem demais não causam apenas dor, eles impedem o animal de fechar a boca corretamente e impedem que ele coma.

Isso pode desencadear uma série de problemas: quando ele não consegue comer bem, sua digestão é interrompida e aparecem gases e cólicas. Cada caso tem um tratamento diferente, mas para corrigir um problema de dentes crescidos, o veterinário terá que lixar os dentes e até mesmo operar o animal.