Da Roma Antiga para a atualidade: o Cane corso

Os cães grandes mais populares da atualidade são raças melhoradas em laboratórios, como o Pitbull e o Dobermann. No entanto, existe um canino de musculatura robusta e de tamanho imponente proveniente da antiga Roma que devemos recordar: o Cane Corso.

Também chamado Mastim italiano, este guerreiro mediterrâneo chegou a participar de guerras antigas. Mas na atualidade, o mesmo tem deixado as batalhas para se transformar no protetor ideal de casas e famílias.

Seu comportamento é bem mais complexo que sua enorme força e aparência. Há um ditado que pode definir perfeitamente a estrutura de sua personalidade: “nem tudo é o que parece”.

Cão de comportamento moderado

A primeira coisa que qualquer pessoa pode pensar ao ver um exemplar desta raça, é que são cães violentos. Mas isto é apenas preconceito, porque o Cane corso é um cão de caráter moderado, por natureza.

Seu temperamento é muito sóbrio, tranquilo, dócil e fiel. O Mastim italiano é uma das raças de cães grandes com maior inteligência que se conhece. Sua tolerância com crianças é limitada, ainda que dificilmente protagonizem cenas de ciúme.

Equilibrados e orgulhosos, não são o tipo de cães que se descontrolam por qualquer estímulo externo. De fato, seu limiar de excitação é bastante baixo e, portanto, é muito difícil vê-los perder o controle.

Cães protetores

Com seus donos e com as pessoas mais próximas, serão cães sumamente tranquilos. No entanto, este cão pode ser muito desconfiado ante pessoas desconhecidas que se aproximem da casa. Se eles notam um movimento fora do comum no lar ou no quintal, ficarão atentos.

Em poucas palavras, são estáveis emocionalmente, mas não confiam em estranhos, e entendem que o dever deles é cuidar do território ao qual pertencem. Por isso, algumas famílias adquirem esta raça para aumentar os níveis de segurança no lar.

Estes cães entenderão que uma parte importante de suas vidas está em proteger os seus donos. Além disso, podem conviver com outros cães, os quais também protegerão.

Um cão centrado

O Cane corso é um animal de estimação que não gosta muito de brincar, sobretudo durante a idade adulta. Em sua maioria, estes cães investem grandes horas cuidando do território e observando o que ocorre ao redor.

Também não são cães carinhosos e, por isso, não se importam muito com as crianças. Quando latem muito, é porque tudo está em ordem, mas quando se sentem ameaçados, assumem uma postura discreta e silenciosa.

Sua natureza o transformou em um grande cão de guarda: são musculosos, pesados, fortes, e atacarão apenas se for estritamente necessário. Nos referimos a um animal de estimação que pode atingir até 45 quilos.

Cane corso preto

Níveis de obediência aceitáveis

O adestramento será fundamental para consolidar o bom temperamento do animal de estimação. Adestrar esta raça não será impossível, mas terá suas dificuldades, obrigando seus donos a serem persistentes.

Agindo assim, seus donos poderão dominá-los e obter a obediência necessária. Nesse sentido, uma peça chave é o processo de socialização, mas o processo de treinamento deve começar desde que eles são muito jovens.

Recomenda-se que o adestramento esteja fundamentado em tratar bem a outros cães e realizar trabalhos de vigilância. O primeiro é uma necessidade, o segundo, a vocação real da raça.

O que devemos saber na hora de adotá-los?

A primeira coisa, é que tenham legalizados os papéis que demonstrem seu pedigree. Essa documentação é fácil de ser obtida, e não é nada cara. Se um vendedor quiser dificultá-la, devemos desconfiar.

A nível de saúde, o correto é ter em nossas mãos a carta do veterinário, vacinas, desparasitação, etc. Devemos saber que seus problemas de saúde mais frequentes estão relacionados a seu peso e atividade física. Também devemos cuidar de seus olhos e dentes.

Cane corso: três recomendações básicas

A pelagem destes animais é bastante curta. Por isso, este cão é ideal para climas que vão do quente ao temperado. Sua adaptação pode ser difícil em climas extremamente frios.

Além disso, recomenda-se sua adoção por donos que sejam proprietários de casas com quintais de dimensões consideráveis. O Cane corso é territorial, precisa queimar energia e tem muito vigor.

Quem apostar nessa raça deverá se acostumar a dar longos passeios. Em resumo, o Cane corso é um cão musculoso, ideal para proteger casas com quintais localizadas em áreas temperadas ou quentes. Deles não poderemos esperar grandes demonstrações de afeto, mas muita lealdade e defesa.

Recomendados para você