Descubra o Dogue alemão

dezembro 13, 2017

O dogue alemão é uma raça de cachorros grandes. E, apesar de dar um pouco de medo ao vê-los, a doçura e o companheirismo deles os transformam em uma raça perfeita para casas com crianças. Neste artigo, contamos tudo sobre o dogue alemão, conhecido como o “Apolo” dos animais de estimação, devido ao grande porte.

História do Dogue alemão

Esta raça é considerada ancestral do Dogo alemão e outros cachorros que tinham o perfil para a caça de javalis. O Dogue alemão tem um aspecto parecido ao Mastim inglês e ao Lebréu.

Em 1878, uma comissão de criadores de Berlim, na Alemanha, começou a reunir as características dos “dogge” (dogos) para formar uma raça alemã independente conhecida como “Deutsche Doggen” (dogos alemães).

Dogue alemão na grama

Dois anos mais tarde, em uma exposição nesta mesma cidade, estabeleceram os padrões para a nova raça. Apesar de que hoje o Dogue alemão ser conhecido e reconhecido como o “Gigante amável”, no início, tinha a fama de ser um cão caçador, lutador, agressivo e muito temido pelo temperamento e espírito de luta.

Com o passar do tempo e as sucessivas crias, tornou-se um cachorro amável, agradável e carinhoso. Depois ganhou fama graças à série animada “Scooby Doo”.

Características físicas do Dogue alemão

Devido à grande altura (principalmente as patas traseiras, que podem chegar a medir 2,10 metros), o Dogue alemão pode intimidar a qualquer um à primeira vista. O pelo é grosso e as cores podem ser marrom/bege (semelhante à cor de um leão), tigrado (como um tigre), branco com manchas pretas, preto ou azul.

Os machos medem entre 80 e 90 centímetros de altura e pesam entre 75 e 100 kg. Já as fêmeas medem entre 70 e 85 centímetros e pesam entre 50 e 90 kg. Esta raça possui uma estrutura “quadrada”, tendo o crânio em perfeita harmonia em relação ao corpo.

O focinho é retangular com uma cor escura, tem olhos grandes e orelhas caídas. O rabo é alta e largo, um pouco curvado e com movimentos ágeis, harmoniosos e elásticos. Ao contrário de muitos cachorros de grande porte, o Dogue alemão não caminha de maneira desajeitada.

Personalidade e temperamento do Dogue alemão

Um dos maiores cachorros do mundo pode confundir a todos apenas com um olhar. Quando vemos seu tamanho, podemos pensar que o Dogue alemão é uma raça perigosa e agressiva. Porém, ao ter contato, percebemos que é muito dócil e amável.

É conhecido como o “gentil gigante”, já que não é carinhoso somente com as pessoas (sobretudo com as crianças), mas também com outros animais. Com a socialização e o adestramento adequados, se comportará muito bem desde pequeno. Do contrário, ele pode oferecer riscos e inclusive ser agressivo em ambientes novos ou com pessoas que não conhece.

O Dogue alemão é recomendado para as famílias com filhos porque terão uma babá. O cachorro grudento mais alto do mundo é puro amor e felicidade. Você deve saber que ele necessita de uma companhia frequente, por isso, não é recomendado que fique sozinho muitas horas por dia (podem destruir o que veem pela frente).

Outra questão a considerar é o espaço que necessita um cachorro deste tamanho. Uma casa com jardim ou parque é o melhor lugar para este animal de estimação. Assim, poderá brincar, fazer exercício e caminhar à vontade, sem qualquer problema.

Dogues alemães correndo num campo florido

Quanto aos cuidados necessários para ter um cão desta raça em casa, são bem simples: uma escovação semanal para tirar os pelos soltos. Para a hora do banho, é recomendável que o animal esteja muito sujo. Devido ao tamanho, é melhor levá-lo a um pet shop. Não se esqueça de que o orçamento para a alimentação é bem alto.

A má notícia é que se trata de uma raça sujeita a muitas doenças, como por exemplo: torção gástrica, cardiomiopatia, displasia do cotovelo, cataratas, Síndrome de Wobbler (afeta a coluna cervical), displasia de quadril e osteossarcoma (afeta principalmente os ossos mais longos). Para prevenir e tratar a tempo essas doenças, a revisão anual com um veterinário é ideal.

Apesar de tudo isso, recomendamos às famílias adotar um Dogue alemão desde pequeno e assegurar uma boa socialização. O adestramento é simples, por se tratar de um cachorro inteligente e capaz. O exercício moderado e os passeios diários são aconselháveis para controlar melhor a energia do animal.