As 10 raças de gatos mais delicadas

Entre as raças mais delicadas de gatos estão a dobra siamesa, persa, do Himalaia e escocesa. Descubra quais são seus problemas de saúde comuns.
As 10 raças de gatos mais delicadas

Última atualização: 17 Outubro, 2021

Saber quais são as raças de gatos mais delicadas poupará muitas dores de cabeça a quem pretende adotar. Embora cada felino seja um ser diferente com um determinado caráter e comportamento, dependendo da raça os espécimes compartilham doenças, cuidados e traços de personalidade entre si.

Quando falamos de raças delicadas, nos referimos àqueles gatos que requerem mais atenção do que outros. Entre os motivos de sua fragilidade estão as peculiaridades do pelo, algumas patologias congênitas e até certas necessidades básicas especiais (como companhia e alimentação). Aqui contamos quais são as 10 raças de gatos mais delicadas e por quê.

1. Siamês

Segundo a International Cat Association (TICA), o gato siamês se destaca por ser bonito, animado e muito inteligente. Além disso, ele é forte, musculoso e esguio. Requer um tutor que lhe dedique tempo, pois é bastante exigente. Existem até adeptos que apontam que é melhor ter dois gatos para satisfazer as necessidades de caça e atividade dessa raça.

Além dessas qualidades, os futuros tutores devem saber que essa é uma raça com tendência a desenvolver problemas de saúde como asma e leucotriquia. Um estudo indica que essa patologia é mais frequente no sexo feminino e consiste no aparecimento de pelos brancos ao redor dos olhos (considerados um sinal de doença sistêmica).

Por outro lado, o People’s Dispensary for Sick Animals (PDSA) relata que gêmeos siameses são propensos a linfoma mediastinal (um tipo de câncer), atrofia retiniana progressiva, displasia de quadril e amiloidose sistêmica. A última doença afeta vários órgãos e provoca insuficiência hepática ou renal.

Uma das raças de gatos mais delicadas.

2. Esfinge

Os gatos sphinx são muito enérgicos, brincalhões e vocais. Sua principal característica é ter pouquíssimos pelos, tão poucos que parecem carecas. Embora para muitos esse seja o seu maior atrativo, também é a principal razão pela qual figuram nessa lista das raças de felinos mais delicadas.

Considerando que a sua pele acumula óleos corporais que não são absorvidos pela pele, esse felino precisa de banhos frequentes. Ênfase especial deve ser dada às suas rugas, e sua pele deve ser protegida de queimaduras usando protetor solar regularmente.

Além de problemas de pele, essa é uma raça propensa a cardiomiopatia hipertrófica. Essa patologia grave aparece com sintomas como desmaios, fadiga e urticária pigmentosa (que causa feridas no corpo).

Dar banho a um gato esfinge não é fácil.

3. Bengala

Segundo o PDSA, os gatos bengala são muito inteligentes e requerem estimulação física e mental, por isso exigem muito tempo por parte do tutor. Eles também são vocais e conseguem expressar o que precisam ou desejam. Embora sua aparência seja rude e selvagem, eles são muito afetuosos e gostam de dormir no colo do adotante.

Esses felinos requerem um enriquecimento ambiental projetado para permitir que escalem e desfrutem das alturas. Os problemas de saúde associados a essa raça incluem luxação patelar, peritonite infecciosa felina (que muitas vezes é fatal) e displasia do quadril.

Um sinalizador posando.

4. Savannah

Os gatos savannah são magros e altos, o que os torna felinos muito elegantes. Eles têm as manchas de seu ancestral (o serval africano), mas são muito menores. Além disso, são afetuosos, extrovertidos, curiosos e amantes da aventura, por isso precisam de um amplo espaço para brincar e escalar.

Essa raça está na lista das mais delicadas porque precisa de uma boa nutrição para manter sua condição física.

Uma das raças de gatos mais delicadas.

5. Scottish Fold

Os gatos scottish fold têm orelhas pequenas e redondas, o que os tornou muito populares em todo o mundo. No entanto, o formato de suas orelhas se deve a uma anormalidade na cartilagem que também afeta os tecidos cartilaginosos de todo o corpo. Devido ao seu estado, é uma raça pouco ativa.

Essa anormalidade é clinicamente conhecida como osteocondrodisplasia e leva à artrite severa e dolorosa. Como indica um artigo científico, os sintomas da doença aparecem após os 7 meses de vida do gato e são tratados com anti-inflamatórios não esteroidais, analgésicos e condroprotetores.

Um gato dobra das terras altas em uma casa.

6. Gato manx

Os gatos da raça da Ilha de Man ou manx estão nesta lista porque costumam ser propensos a desenvolver diferentes defeitos de nascença que afetam os tratos urinário e digestivo. Além disso, são suscetíveis à distrofia corneana, que se caracteriza por gerar turvação nos olhos.

Entre as suas características físicas, destaca-se que esse gato não possui cauda, o que se deve a um defeito genético que afeta também a sua coluna vertebral. De resto, os felinos dessa raça são calmos, amigáveis, silenciosos e apreciam muito o amor da sua família.

Um dos gatos que gosta de água

7. Singapura

Os gatos de singapura têm duas características especiais que muitas pessoas adoram. A primeira são os olhos grandes e brilhantes, e a segundo seu tamanho, pois essa raça é considerada uma das menores. Além disso, destacam-se pelo caráter extrovertido e pelo aspecto curioso.

Esses gatos são carinhosos, gentis, brincalhões e gostam de socializar, outro ponto a seu favor. No entanto, são uma das raças de gatos mais delicadas porque sofrem atrofia retiniana progressiva, que pode levar à cegueira. Eles também são propensos a um distúrbio sanguíneo genético conhecido como deficiência de piruvato quinase.

Um gato de Cingapura.

8. Persa

Os gatos persas são peludos, baixinhos, com pernas curtas e olhos muito expressivos. O seu miado é suave, e eles aproveitam os momentos de descanso em espaços tranquilos, por isso preferem jogos que não representem saltos altos ou ruídos extravagantes. Embora não seja uma raça exigente, em determinados momentos busca o calor de seu tutor.

De acordo com o PDSA, os felinos dessa variedade são propensos a sofrer de síndrome das vias aéreas braquicefálicas. Isso se deve ao fato de sua cabeça ser curta e achatada, o que leva a problemas respiratórios e fadiga crônica (inflamação das vias aéreas). Talvez essa seja a razão pela qual o felino prefere atividades mais leves.

Os persas também sofrem comumente de doença renal policística (PKD), atrofia retiniana progressiva, dermatofitose ou micose, cardiomiopatia hipertrófica e peritonite infecciosa felina. A PKD é especialmente grave, pois sempre resulta na destruição dos rins e morte após vários anos.

Uma das raças de gatos mais delicadas.

9. Himalaia

Entre as raças de gatos mais delicadas está o gato do Himalaia, que possui um rosto achatado como o persa. Isso também o torna propenso à síndrome das vias aéreas braquicefálicas. Por outro lado, a anatomia do seu rosto favorece que esses gatos apresentem doenças oculares e anomalias na mandíbula.

Seus dutos lacrimais têm problemas para drenar adequadamente, causando manchas e feridas no rosto do gato. Eles também têm predisposição à displasia de quadril e, por terem pelos compridos, requerem escovação constante (as unhas devem ser aparadas com frequência).

Além disso, essa raça é considerada muito saudável e tem uma expectativa de vida que varia entre 8 e 11 anos.

Uma das raças de gatos mais delicadas.

10. Balinês

O gato balinês é considerado por muitos como uma raça exótica, devido à morfologia do seu rosto, que se distancia das características comuns dos gatos. Caracteriza-se por ser muito vocal e adora “conversar” com a família e brincar. Portanto, a solidão prolongada não combina com ele.

Como outras raças que vimos, os gatos balinês são propensos a desenvolver atrofia retiniana progressiva, linfoma mediastinal, asma e amiloidose sistêmica. Esta última é uma doença que gera insuficiência nos órgãos afetados, de acordo com estudos sobre o assunto.

Uma das raças de gatos mais delicadas.

Você sabia que essas raças de gatos eram tão delicadas?

Não conhecer as peculiaridades das raças de gatos mais delicadas pode deixar tutores em apuros, pois eles podem adotar sem saber o que vão ter que enfrentar. Muitos desses gatos requerem cuidados especiais, tratamentos médicos e grandes espaços para poderem se desenvolver muito melhor, por isso não são adequados para todos.

Antes de adotar, pergunte sobre a raça e se prepare para assumir uma responsabilidade que durará anos. Você também deve ter em mente que, em muitos casos, o cruzamento de certas raças e sua compra são considerados atos antiéticos devido ao sofrimento que sua predisposição genética pode causar aos animais doentes.

Pode interessar a você...
6 raças de gatos que gostam de água
Meus Animais
Leia em Meus Animais
6 raças de gatos que gostam de água

Neste artigo você descobrirá algumas raças de gatos que gostam de água. Ou seja, felinos que gostam de nadar, tomar banho ou se molhar.



  • Palmero, M. Leucotriquia periocular en una Siamesa. ¿Qué oculta?
  • Palmero, M., Carbellés, V. Dolor articular en gatos: revisión de cinco posibles causas.
  • Cuvertoret, M. Amiloidosis sistémica en un gato común europeo. Universidad Cardenal Herrera. 2015.