Dicas para encontrar um cão perdido: conheça 5 aqui

junho 26, 2018
Após a implementação bem sucedida do microchip com os dados do mascote, agora é a vez dos aplicativos. Eles facilitam a localização do cão com a colaboração de outros usuários.

Perder um animal de estimação é uma das piores sensações que podem ser sentidas na vida. É um fato lamentável que muitas pessoas tenham vivido isso. Encontrar seu pet antes era uma tarefa complicada.

O bom de se viver no século 21 é a facilidade com que as situações cotidianas podem ser resolvidas. A seguir, apresentamos os melhores aplicativos para encontrar um cão perdido.

O desespero de perder seu animal de estimação

Durante um bom tempo, os cães costumavam se perder durante as caminhadas ou fugir das casas por diferentes razões. Isso significava um grande problema para a população. Afinal, não havia uma maneira fácil de encontrar um cão perdido com rapidez e praticidade.

Isso continuou até o primeiro avanço para localizar animais perdidos: um sino ou chocalho. Esse objeto colocado na coleira emitia um som que orientava a possível direção em que o animal estava.

5 dicas para encontrar cão perdido

Embora o desenvolvimento dessa ideia tenha sido um avanço nessa questão, não foi totalmente eficaz. O problema era que o som acabava perdido a grandes distâncias. Além disso, o cão, sendo capaz de correr mais rápido que o homem, tende a percorrer uma grande distância.

Avanços tecnológicos

A partir dos anos 80, com a chegada de melhores tecnologias e avanços na medicina, foi testado com sucesso a tecnologia de microchips. Logo, eles começaram a ser implantados em animais de estimação.

O objetivo do microchip era transmitir os dados legais do animal de estimação. Além disso, ele também registra o histórico médico, para evitar qualquer acidente no veterinário em caso de resgate.

Concomitantemente, estava sendo testada a possibilidade de incorporar a tecnologia de rastreamento por GPS para encontrar um cão perdido de maneira mais rápida. Era possível incorporar a tecnologia, mas o aparato era delicado e frágil demais. Isso o tornava pouco prático para as tarefas que um cão faz durante o dia.
Cão perdido: o que fazer?

Além disso, o custo da aplicação dos primeiros microchips foi bastante alto, comparado com as placas comuns que ainda são usadas hoje em dia, presas na coleira. Com o passar do tempo, a tecnologia foi aperfeiçoada e se tornou menos dispendiosa para os proprietários de todos os estratos econômicos.

A geração dos smartphones

Graças ao desenvolvimento da tecnologia nos últimos 10 anos, a criação de objetos e gadgets avançou com incrível velocidade. Nossos telefones agora têm mais potência que o computador de bordo da nave espacial Apollo.

Temos um grande poder de processamento e armazenamento de dados ao alcance de nossos dedos. É por isso que existem aplicativos (ou apps) que podem executar diferentes tarefas.

A maioria desses aplicativos são usados como redes sociais. Ou seja, um grupo de usuários compartilhando informações constantemente. Nessas redes, a informação do animal é colocada ao lado de uma foto do cachorro para acelerar a divulgação de informações.

O que fazer se meu cão se perder?

Alguns até usam a mesma tecnologia GPS para rastrear o último lugar onde os cães foram vistos. Outras aplicações usam a mesma tecnologia de reconhecimento facial para identificar os animais que circulam na área.

Aplicativos para encontrar um cão perdido

Sem dúvida, estamos vivendo em uma era em que a informação é transmitida rapidamente e quase instantaneamente.Temos diversas opções para encontrar nosso animal de estimação. É por isso que nós lhe trazemos algumas sugestões para encontrar seu cão se ele estiver perdido.

Waze

É um aplicativo muito popular que permite saber a situação do trânsito enquanto dirigimos pela cidade com um carro. Parece um pouco estranho, mas esse aplicativo tem a opção de encontrar “cão perdido” em uma das suas guias.

Os usuários podem encontrar animais em qualquer lugar, tirar fotos e enviá-las para a rede social para ajudar o proprietário e o animal de estimação a se encontrarem. O escopo dessa busca abrange cerca de seis quilômetros, nada mal para começar.

Estoy perdido

É um aplicativo dedicado ao público espanhol, no qual o usuário pode fazer upload de uma foto de seu animal de estimação para a rede social do appA razão para sua criação é porque 75% dos animais na cidade não têm um chip de identificação. Sendo assim, essa é uma grande ajuda para os cães serem encontrados de forma eficaz.

Buscando Huellas

É uma aplicação de origem argentina que usa o banco de dados do Google Maps para localizar animais de estimação perdidos. Usando dados pessoais de contato e registro no Facebook, o aplicativo pode filtrar as publicações entre 1 e 100 quilômetros ao redor.

Wizapet

É uma aplicação que, como a anterior, usa dados do Google Maps. Nela, você pode enviar uma foto do animal e os pagamentos podem ser oferecidos como recompensa através de um serviço chamado MangoPay.

Aplicativo de Reconhecimento PiP Pet

É um poderoso aplicativo que utiliza tecnologia de ponta em reconhecimento facial. Para fazer isso, use as fotos que você tirou do seu animal de estimação e analise-as para compará-las com aquelas que foram enviadas para o banco de dados.