Dicas para se aproximar de um cachorro

· fevereiro 15, 2019

Embora seja verdade que acariciar um cão é sempre fácil, há algumas raças que são mais relutantes e podem estranhar se não são acostumadas conosco. Dessa forma, você deve estar sempre atento aos sinais.

Os cães adoram mimos, isso é um fato. No entanto, em alguns casos eles não são tão “amigáveis” com o contato físico.

Nesse artigo, vamos falar como e onde acariciar um cão, algo muito interessante se, por exemplo, você encontrar um animal desconhecido ou desconfiado.

Dicas para acariciar um cão no primeiro contato

Costumamos pensar que todos os cães gostam de mimos e carícias, embora nem sempre seja assim. Alguns deles são mais relutantes em entrar em contato com pessoas (por exemplo, um pastor branco suíço geralmente é muito desconfiado), seja por causa de traumas passados ​​ou porque não nos conhecem.

As dicas a seguir para acariciar um cão podem ajudá-lo a conhecer um pouco mais sobre seu animal de estimação:

1. Aproxime-se com calma

Se o animal está sozinho no rua, ou se está ao lado de seu dono, você tem que ter muito cuidado com seus movimentos, para evitar assustá-lo.

Tenha em mente que aqueles cães que estão amarrados ou na coleira têm maior probabilidade de rosnar ou morder, como se estivessem comendo ou tendo um objeto ou brinquedo por perto.

Além disso, a situação se agrava especialmente se estiverem protegendo seus filhotes!

2. Abaixe-se à altura dele

Você pode agachar-se para estar quase na mesma altura da dele, assim ele pode observá-lo a todo momento.

Estique a mão e o braço pouco a pouco em direção ao cão e identifique sua reação. Nenhum ruído, grito ou movimentos bruscos. Permita que ele cheire sua mão fechada para que saiba quais são suas intenções.

Mulher acariciando cachorro

3. Comece pela cabeça

A primeira área de contato para acariciar um cão deve ser a cabeça, precisamente entre as orelhas. Você tem que ser muito delicado e prestar atenção aos sinais que o animal expressa.

Se ele parecer calmo, fechar os olhos ligeiramente ou balançar o rabo, é porque está gostando do contato.

No caso do cão não se sentir bem com as carícias, ele vai mostrar isso. Ele pode mover a cabeça, rosnar ou ir para outro lugar. De qualquer maneira, respeite sua decisão e não tente se aproximar por enquanto.

Do contrário, se você acha que existe uma conexão com o animal e está se divertindo, pode seguir em frente para acariciar outras áreas.

Alguns gostam de ser tocados atrás da cabeça, na parte superior das costas. Outros preferem contato no queixo ou no peito. Você terá que tentar até saber do que ele gosta!

Como acariciar um cão conhecido

Pode ser seu animal de estimação ou o cachorro de alguém que você conheça. Nesse caso, você pode pular várias etapas e já consegue identificar em quais áreas ele gosta de ser acariciado. Tudo depende do gosto do animal, então você terá que experimentar.

Alguns cães gostam de ser coçados em suas barrigas, outros de receber massagem nas pernas. Há aqueles que preferem carinho na cabeça, outros no peito.

De toda forma, recomendamos que, mesmo que seja seu cão, não toque nos olhos, boca e cauda, pois cães em geral não costumam gostar de toques nessas partes.

você sabe como acariciar um cão?

Preste muita atenção às reações do animal, pois ele pode “pedir” para você acariciar sua barriga quando se deita de costas e balança o rabo. No entanto, se ele fizer algum movimento estranho e tentar se morder, não confie muito.

Os suspiros, o rabo balançando, os olhos semicerrados ou o pedido de mais mimos são sinais muito bons de que ele está se divertindo muito.

Lembre-se de deixá-lo livre

Uma questão importante quando acariciar um cão tem a ver com a liberdade de movimento do animal. É provável que, mesmo que seja seu animal de estimação, ele não goste de ser abraçado ou agarrado de uma determinada maneira. Portanto, sempre acaricie com as mãos e não use os braços ou outra parte do corpo.

Finalmente, para acariciar um cão, conhecido ou não, você deve se mover com muito cuidado e identificar os sinais que indicam se o animal se sente bem ou não com o contato. Dessa forma, você evitará mordidas e fortalecerá seu relacionamento.