Diferenças entre cães da cidade e do campo

Quando se fala de cães, é preciso mencionar o mundo em que eles se desenvolvem, pois o entorno influi em seu comportamento. Além disso, é preciso levar em conta a conduta das pessoas que os rodeiam. Como são os cães da cidade e do campo?

Um cão que se cria e é adotado em uma cidade pode ter níveis de estresse ou angústia
que um cachorro do campo não tem.

É preciso lembrar que, tal como acontece com outros seres vivos, inclusive com os humanos, o contexto influi na adaptação de sua existência. Os cães da cidade e do campo se definem pelo espaço em que vivem diariamente.

Tal como acontece com os humanos, os cães adquirem características de acordo com o lugar onde vivem. Isso é, na cidade ou no campo. Não é a mesma coisa viver nos grandes centros urbanos, onde o ritmo de vida é muito mais intenso, do que em uma zona perto da natureza.

No campo, por outro lado, o desenvolvimento da vida tem outro ritmo: no âmbito rural, a agricultura é priorizada, as pessoas acordam e se deitam muito cedo. Essas características marcam a vida de seus habitantes e, também, de seus animais de estimação.

cães para o campo

Os cães da cidade e do campo se diferenciam pelo ritmo frenético ou tranquilo dos lugares onde vivem. Um cão que se cria e é adotado em uma cidade pode ter níveis de estresse ou angústia que um cachorro do campo não tem.

O passeio

Foram analisados cães em suas rotinas de passeio e as conclusões trazem resultados diferentes. As raças de cães que vivem no campo, por uma questão de espaço, se movem com liberdade e sem coleira. No entanto, evitam perder contato com seus donos e não se afastam muito deles.

Por sua vez, o cão que vive na cidade geralmente é ansioso e, quando levado para passear, pode querer sair correndo. Por esse motivo, muitas vezes se perde. Não está acostumado a manter contato visual com a pessoa que o leva para passear.

O olfato

Os cães têm um olfato muito desenvolvido, como já se demonstrou. No entanto, no caso dos cães da cidade e do campo, há algumas particularidades. Elas não se referem a “quanto mais” podem cheirar, mas sim à paciência e concentração ao fazê-lo.

O cão que cresce no campo desenvolve muito mais paciência e se dá mais tempo para cheirar. Se o animal se criou no campo, busca pistas e sinais, e gosta disso.

olfato do beagle

O cão criado na cidade, por ser mais inquieto, a não ser que seja treinado, é muito menos paciente. Cheira rapidamente e continua a busca por outros rastros.

A saúde

Geralmente são comuns os comentários de que os cães do campo têm menos problemas que os da cidade. Diz-se que eles têm menos problemas de conduta e uma saúde melhor.

Em resumo, diz-se que levam uma vida melhor do que os cães criados na cidade. Não é tão improvável que isso seja mesmo verdade.

As razões podem ser as seguintes:

O habitat

A vida de um cão criado no campo, em um ambiente natural, é a de um animal que não sente os problemas de estar preso. O cão do campo tem mais espaço para desenvolver suas capacidades.

Evidentemente, os cães que vivem em uma casa, na cidade, não estão em seu ambiente natural. É um ambiente, além disso, repetitivo e fechado. E geralmente lhe levamos para passear em uma mesma rotina, nos mesmos lugares e com as mesmas rotas. A situação piora se o cão em questão tem muita energia para gastar. Por esses motivos, geralmente é recomendável que a rotina dos cães da cidade sejam modificadas. Que possam variar os trajetos e, assim, não fiquem tão estressados.

Contato com as pessoas

Por fim, vale ressaltar que é o contato com as pessoas, com seu dono, em tarefas cotidianas, que cria no cão do campo uma outra atitude. O cão sempre foi um animal que cumpriu funções junto ao ser humano, se vê realizado como animação de estimação e companhia. É por isso que sempre se mostra mais tranquilo quando pode realizar um “trabalho”, como pastorear ou recuperar a caça.

Sobre os cães da cidade e do campo, ainda é preciso investigar e aprender muito. Sua companhia sempre foi fundamental para os seres humanos, e eles dependem de como se desenvolvem em seu habitat.

Recomendados para você