Descubra as diferenças entre coelhos e lebres

· julho 27, 2018
Enquanto a lebre nasce desenvolvida e com pelagem, o desenvolvimento dos filhotes de coelho é mais lento.

Embora pertençam à mesma família, coelhos e lebres apresentam diferenças bastante evidentes. Dependendo da espécie, essas distinções podem ser gritantes.

As diferenças entre coelhos e lebres surgem logo no nascimento. Enquanto a lebre nasce desenvolvida e com pelagem, o desenvolvimento dos filhotes de coelho é mais lento. Além disso, até entrarem na fase de crescimento, os coelhos apresentam habilidades motoras reduzidas.

Os hábitos de ambos os mamíferos também são diferentes. Por instinto, o coelho procura se esconder em situações de perigo, ao contrário da lebre, que tende a fugir.

lebre

Por essas e outras razões, a lebre é bastante escolhida como animal de caça esportiva, enquanto uma parte considerável dos coelhos é criada no âmbito doméstico, inclusive como bichos de estimação.

Diferenças entre coelhos e lebres

Coelhos e lebres possuem diversas diferenças, desde a fisionomia até os seus hábitos. Fisicamente, os coelhos possuem uma cabeça mais arredondada, olhos mais separados, corpo e pernas mais curtas que os das lebres.

Tamanho e peso

As lebres são maiores que os coelhos, com orelhas e extremidades mais compridas. Essa característica faz da lebre uma melhor corredora que o coelho, que se caracteriza pelos pulos durante suas corridas.

O corpo do coelho é mais roliço e suas orelhas são mais curtas que as da lebre.Os coelhos pesam, em média, entre 1,5 e 2 quilos, podendo alcançar até 50 centímetros de altura no caso das espécies maiores.

coelho

Por sua vez, a lebre pode pesar entre 3 e 4 quilos e medir entre 40 a 60 centímetros. Algumas espécies, como a lebre ártica, podem chegar aos 70 centímetros de altura.

Lebre no campo

Uma das características de maior destaque das lebres é o tamanho das orelhas, que chegam a medir mais de 11 centímetros.

Pelagem

Embora a pelagem apresente características diferentes, de acordo com a espécie de coelho ou lebre, algumas diferenças são fáceis de serem notadas. As lebres, por exemplo, apresentam manchas negras em sua pele. Além do mais, como falamos no início do texto, os filhotes já nascem com pelos.

A mudança de pelos também é diferente entre as espécies. Durante o outono e a primavera, a lebre de regiões frias troca sua pelagem por outra de cor branca. Os coelhos, por sua vez, fazem a troca de pelos durante o inverno.

Hábitos que diferenciam coelhos e lebres

Habitat

Ao contrário dos coelhos, que vivem em tocas, as lebres preferem espaços abertos. Para se protegerem, escolhem arbustos ou ninhos construídos na terra. Esses hábitos tornam as lebres mais vulneráveis à caça.

Reprodução

Coelhos e lebres têm a fama de serem grandes reprodutores. Apesar disso, o ritual de acasalamento e o período de gestação de ambos os animais é bastante diferente.

coelhos e lebres

Para escolher o parceiro, a lebre faz o macho correr atrás dela por uma longa distância. Dessa forma, testa não apenas o interesse, mas também a resistência física do macho. Quando a fêmea não está pronta para acasalar, ela enfrenta o macho, erguida sobre as duas patas dianteiras.

O período de gestação dos coelhos é de 30 dias, ao contrário dos 42 dias de gestação das lebres. Os filhotes de coelhos nascem com olhos separados, sem pelos e sem poder caminhar, o que faz da fêmea uma mãe superprotetora.

Rotina

A lebre é, por natureza, independente e solitária. Os coelhos, por sua vez, estão acostumados a viver em colônias patriarcais. Diante de situações de perigo, a lebre foge, enquanto o coelho se esconde nas tocas.

coelhos gris

Outra diferença importante entre esses dois mamíferos é que os coelhos são mais fáceis de serem domesticados. As criações de coelhos são bastante comuns, sendo frequente encontrar casas onde há um coelho de estimação, graças à docilidade e obediência desse animal. As lebres, por outro lado, não se acostumam com espaços fechados.

Semelhanças entre coelhos e lebres

  • Tanto os coelhos como as lebres são mamíferos da família dos lagomorfos.
  • São animais herbívoroscom dieta exclusivamente vegetariana.
  • Usam as patas traseiras para saltar, embora a lebre prefira utilizá-las para correr.
  • São famosos por serem grandes reprodutores. Podem ter de quatro a oito ninhadas em um mesmo ano, com três a oito filhotes em cada uma delas.
  • Ambos são animais de caça, cuja pele e carne são consumidas pelo homem. Suas extremidades são consideradas troféus em torneios de caça esportiva.