Doenças mais comuns no bulldog inglês

As doenças mais comuns no bulldog inglês variam de complicações respiratórias a problemas de pele. Descubra neste artigo as patologias para as quais um cão dessa raça tem predisposição.
Doenças mais comuns no bulldog inglês

Última atualização: 10 janeiro, 2022

O bulldog inglês é um cão adorável, originário do Reino Unido e, como qualquer animal de estimação, precisa de alguns cuidados para ter uma vida saudável. A seguir você conhecerá as doenças mais comuns do bulldog inglês. Assim, saberá quais cuidados deve tomar caso adote um cão dessa raça.

Entendendo que a saúde é essencial para o bem-estar do seu animal de estimação, é preciso ter cuidado com complicações ósseas, oculares, respiratórias e de pele no bulldog inglês. Esse cão de nariz curto, papada pendente e lábios caídos tem uma expectativa de vida de 8 a 10 anos, que só pode ser alcançada com a sua ajuda e o seu cuidado.

Doenças ósseas mais comuns no bulldog inglês

Para começar, entre as doenças mais comuns no bulldog inglês estão a displasia do quadril e a displasia do cotovelo, ambas complicações ósseas. Por outro lado, a displasia do quadril é uma condição degenerativa que impede que a articulação do quadril e a cabeça do fêmur se encaixem, causando dor e claudicação no canino.

Por outro lado, a displasia do cotovelo é uma inflamação e degeneração do tecido ósseo e articular que se origina na fase de crescimento do cão. Além disso, faz com que seu amigo peludo apresente acentuada intolerância à atividade física, dor e claudicação. O quadro pode ser combatido com tratamentos ou intervenção cirúrgica, sempre de acordo com a gravidade.

Um bulldog inglês.

Problemas oculares

Além de complicações ósseas, o bulldog inglês também tem predisposição para apresentar problemas oculares. Especificamente, seu animal de estimação pode apresentar entrópio ou ectrópio, doenças que afetam as pálpebras do animal. Além disso, é possível que essa raça sofra de complicações como ceratoconjuntivite. Vamos examinar essas condições em mais detalhes a seguir.

Entrópio

O entrópio ocorre quando os cílios do canino entram em contato com o globo ocular porque a borda da pálpebra se curva e permanece para dentro. Portanto, a área dos olhos começa a ficar dolorida e irritada, e o animal tem dificuldade para abrir os olhos. Deve ser operado por profissional para eliminar essa condição.

Ectrópio

Em contraste, o ectrópio é uma doença em que a pálpebra fica exposta porque está dobrada para fora do olho. Ou seja, é um distúrbio que compromete a saúde do bulldog inglês, pois essa região dos olhos está em contato com o meio externo, o que pode levar a infecções múltiplas.

Ceratoconjuntivite

Outra das doenças oculares mais comuns do bulldog inglês é a ceratoconjuntivite, uma inflamação das glândulas lacrimais, da conjuntiva e da córnea que, se não tratada a tempo, causa sérios danos ao globo ocular. Nesse sentido, é importante neutralizar essa condição com a ajuda de antibióticos e colírios hidratantes.

Complicações respiratórias

Além disso, o bulldog inglês é um cão que sofre de síndrome braquicefálica, condição que ocorre em cães com cabeça larga, nariz curto e rosto achatado. Essa raça tem um palato mole muito comprido e uma obstrução fisiológica acentuada das narinas, razão pela qual tende a sofrer de problemas respiratórios.

Nesse sentido, se o seu amigo de quatro patas apresentar respiração forte, aumento do ronco, vômitos, mucosas azuladas e respiração nasal contínua, é melhor levá-lo imediatamente ao veterinário. Lembre-se de que ter um animal de estimação não é apenas um privilégio, mas também uma responsabilidade.

A síndrome braquicefálica também impede a dissipação do calor corporal em épocas como o verão. É necessário abordar o quadro para evitar hipertermia.

As doenças de pele mais comuns no bulldog inglês

Em relação à pele, é fundamental destacar que o bulldog inglês tem predisposição a alergias, principalmente devido à inalação de alérgenos (pólen ou mofo), por se tratar de um cão com um sistema imunológico sensível. Se o seu animal de estimação apresenta inflamação, vermelhidão na pele ou se coça excessivamente, é provável que se trate de uma alergia de pele.

O ideal é ir ao veterinário para fazer um check-up em seu animal de estimação. Dessa forma, você pode determinar seu estado de saúde. Se for uma alergia cutânea, você saberá qual procedimento ou tratamento realizar para eliminar o problema e ajudar seu animal a viver de forma saudável.

Um bulldog inglês com um colete laranja.

A prevenção é a melhor abordagem

Por fim, deve-se observar que seu cuidado pode ajudar a evitar que seu amigo sofra de qualquer uma dessas doenças. Portanto, como tutor, você deve estar atento à saúde do seu bulldog inglês. É imprescindível que você tenha todo o esquema de vacinação do cão e o leve para fazer avaliações veterinárias periódicas.

Uma dieta equilibrada e higiene desempenham um papel crucial na vida do seu cão. Embora essa raça seja propensa a certas complicações, sua atenção pode fazer a diferença. Não se esqueça de que ter animal de estimação exige tempo e cuidado: não se trata apenas de adotar para ter uma companhia em casa, também é preciso dedicação.

This might interest you...
Dois tipos de bulldog e suas características
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Dois tipos de bulldog e suas características

Seu início foi como um cão de luta com touros. Se você quiser descobrir mais sobre os tipos de bulldog, recomendamos que continue lendo.