As doenças mais comuns em gatos

janeiro 10, 2020
Se ficarmos atentos, poderemos perceber as doenças mais comuns em gatos a tempo, o que será positivo para a sua saúde.

Embora seja verdade que a idade, a genética e outros fatores influenciem as doenças em felinos, também é verdade que existem doenças mais comuns em gatos que podem afetar qualquer raça, idade ou composição genética.

É importante conhecê-las para estarmos atentos aos nossos animais de estimação e agirmos rapidamente caso seja necessário.

As doenças mais comuns em gatos

Você já sabe que ter um animal de estimação é mais do que lhe oferecer casa e comida. Devemos garantir o seu bem-estar e suprir todas as suas necessidades físicas e emocionais, incluindo a de estarmos atentos a qualquer desconforto que eles possam vir a ter por causa de qualquer doença.

Às vezes, o desconhecimento pode nos levar a deixar de agir ou a cometer erros. Por isso, é importante se manter informado, porque o conhecimento nunca é demais e porque, dessa forma, poderemos agir quando necessário. Estas são as doenças mais comuns em gatos:

Otite

A otite é uma doença da qual os gatos raramente escapam. Ela não costuma ser grave, desde que tratada a tempo, pois nada mais é do que uma inflamação do canal auditivo que causa dor.

No entanto, se não for tratada a tempo, pode se tornar uma infecção grave que pode até mesmo levar o animal a perder a audição.

As doenças mais comuns em gatos

Ela geralmente é causada por parasitas, fungos e bactérias. Você perceberá que o seu gato pode estar com uma otite porque ele vai coçar as orelhas com muita frequência e se sentirá desconfortável.

Assim que você perceber esses comportamentos no seu gato, vá ao veterinário para que ele possa dar um diagnóstico e aplicar o tratamento necessário.

A realização do processo de desparasitação periódica, bem como a limpeza diária das orelhas do seu gato, podem impedir que a otite apareça.

Conjuntivite

Este é outro mal comum entre os gatos. Não importa a idade ou a raça, pois qualquer felino pode passar por isso.

Pense que os gatos têm uma grande agilidade que permite que eles possam se esgueirar por qualquer canto, e que eles gostam muito de sair e se esconder em lugares de difícil acesso, onde podem ficar cheios de poeira ou de outros tipos de sujeira.

Gato com o olho arranhado

Isso pode causar uma inflamação na mucosa do olho e provocar uma conjuntivite. Embora esta geralmente seja uma doença facilmente tratada com soro fisiológico e com a limpeza dos olhos, se não agirmos a tempo, o gato pode perder a visão.

Além da sujeira, a conjuntivite também pode ser causada por problemas genéticos, alergias, infecções oculares ou outras doenças que causam danos aos olhos. Será fácil diagnosticar que o seu felino está com conjuntivite porque ele terá remelas em excesso, lacrimejamento, e a sua córnea poderá ficar mais escura.

Leucemia felina

Há cada vez mais de casos de leucemia felina, a qual muitas vezes está relacionada à AIDS felina. Ela costuma afetar gatos mais jovens e pequenos, por isso normalmente tem uma alta taxa de mortalidade.

As doenças mais comuns em gatos

Os sintomas mais comuns são: falta de apetite, letargia, sonolência, anemia, presença de um tumor e fraqueza. Diante de qualquer um destes sintomas, não hesite em levar o seu animal de estimação ao veterinário. Fazer isso a tempo pode salvar a sua vida.

Raiva

Embora, como regra geral, a raiva em cães receba mais atenção, ela também ocorre em gatos. Além disso, ela é transmissível entre as espécies; portanto, se o seu gato tiver contato com outros gatos ou cães que a possuem, o mais provável é que ele seja facilmente infectado.

Gato mordendo a mão do dono

O melhor a fazer é evitá-la através das vacinas obrigatórias para esse fim. Se você achar que o seu gato pode estar com raiva, não hesite nem demore para levá-lo ao veterinário.

Problemas intestinais

Os animais costumam ter ansiedade para comer, por isso levam à boca tudo que encontram pelo caminho. É por isso que, em muitas ocasiões, eles sofrem com vômitos, diarreia, perda de apetite ou qualquer outro sintoma que demonstre que há um problema gastrointestinal.

Gato fazendo exame

Nestes casos, o melhor a fazer é deixar o animal em jejum ou oferecer uma dieta muito leve e bastante água para que ele se mantenha hidratado. No entanto, diante de qualquer sintoma, para garantir que não seja nada mais sério, é melhor consultar o veterinário.

Se você estiver atento a qualquer mudança de atitude ou na saúde do seu animal de estimação, você poderá reconhecer qualquer uma das doenças mais comuns em gatos.

Diante de qualquer suspeita, não hesite em consultar um especialista, pois pode se tratar de um sintoma de algo sério, mas que pode ser remediado se você agir a tempo.

  1. Cota S del C. Enfermedades endocrinas de perros y gatos. Diplomado de medicina y cirugía en perros y gatos Facultad de medicina veterana y zootecnia UAS MC. 2007.
  2. Ocaña CF. Dermatosis felinas en colectividades. pequeños Anim. 2003;
  3. Hervera M, Villaverde C. Manejo dietético de los problemas del tracto urinario felino inferior más frecuentes. Clin Vet Peq Anim. 2016;