Quais doenças os gatos podem nos transmitir?

dezembro 3, 2019
As doenças que os gatos ou os cães podem transmitir são facilmente evitáveis através da prevenção adequada.

Uma zoonose é qualquer doença que os animais possam transmitir aos seres humanos. Quando alguém tem um animal de estimação, é muito importante cuidar da prevenção através de vacinas e da desparasitação. Estas são algumas das doenças que os gatos podem nos transmitir.

Como ocorre a disseminação das doenças que os gatos podem transmitir?

As doenças infecciosas e parasitárias são caracterizadas por um período de incubação que dura desde o momento em que o patógeno entra no organismo até que o animal apresente os primeiros sintomas.

Durante esse período, o micro-organismo começa a se multiplicar e a ser liberado através das secreções, da urina, das fezes… portanto, este é o principal momento em que a doença se espalha, principalmente quando os períodos de incubação são longos.

As vias de infecção podem ser diferentes de acordo com a doença em questão e, dependendo do caso, o contágio pode ser mais ou menos facilitado.

  • Contato direto com o animal infectado.
  • Fluidos corporais: saliva, fezes, urina…
  • Contato indireto: por meio de vetores, isto é, organismos que transmitem a doença, porém não são a sua causa, tais como mosquitos, carrapatos, pulgas ou outros animais.

As doenças que são transmitidas mais rapidamente e que afetam um grande número de animais são aquelas cujo contágio ocorre através de contato direto ou indireto.

Gatos de rua

Doenças que os gatos podem transmitir

Toxoplasmose

É muito comum, mas geralmente é assintomática, de forma que passa despercebida na maioria dos casos. Quando provoca sintomas, eles são muito leves, semelhantes aos de uma gripe. A causa é o protozoário Toxoplasma gondii.

Em crianças, idosos e pessoas imunossuprimidas ela pode causar doenças graves, como o linfoma, por exemplo. Nas mulheres grávidas, pode causar aborto ou malformações do feto.

Os gatos são infectados através da ingestão de ratos, aves ou carne crua infectada, enquanto os humanos podem ser infectados por meio das fezes de um gato infectado, mas também através de vegetais mal lavados, carne crua ou leite não pasteurizado.

O protozoário se multiplica no intestino do gato, formando cistos que são eliminados por meio das fezes e que viajam através do sangue até os músculos onde ficam alojados.

Doença da arranhadura do gato ou bartonelose

Causada ​​por bactérias do gênero Bartonella. Os gatos são infectados por meio de picadas de pulgas ou durante brigas entre eles, devido ao contato com feridas e à subsequente transmissão do sangue.

A bartonelose também não apresenta sintomas nos gatos, mas pode causar episódios de febre durante dois ou três dias.

Quando a infecção é grave, o que não é comum, os gatos também podem apresentar vômitos, letargia, olhos vermelhos, linfonodos inchados e anorexia.

Os seres humanos costumam ser infectados com a bartonelose por meio do arranhão do gato. Os sintomas apresentados são febre, gânglios linfáticos inchados e pápulas ou pústulas no local do arranhão. Em raras ocasiões, a doença pode se espalhar e afetar os olhos ou causar encefalite.

Para prevenir esta doença em gatos, é necessário:

Além disso, para evitar o contágio – de um gato doente – devemos evitar os arranhões e, se isso acontecer, lavar a área muito bem. Se a ferida se tornar ‘feia’, você deve consultar um médico.

Micose e sarna

São doenças muito contagiosas, até mesmo entre as pessoas. A micose é causada por certos fungos, enquanto a sarna é causada por ácaros. Um gato com micose ou com sarna apresenta lesões na pele, áreas sem pelo e coceira.

Raiva

Assim como os cães, os gatos também podem transmitir a raiva, embora esta seja uma doença muito controlada devido à prevenção por meio de vacinas anuais obrigatórias.

Pipeta antiparasitária para gatos

Outras doenças que os gatos podem transmitir são aquelas causadas por picadas de pulgas e carrapatos, que podem ser evitadas através do uso de coleiras ou pipetas antiparasitárias.

As alergias aos pelos ou à saliva dos gatos também são bastante comuns. Elas podem ser detectadas através de um teste de alergia.

  • Jeannette Dabanch P.Rev Chil Infect 2003; 20 (Supl 1): S47 – S51. Zoonosis.
  • ATEUVES. ¿Cuáles son las zoonosis más habituales transmitidas por mascotas?.
  • María de la Cruz. Técnico Superior de Salud Pública Sección de Zoonosis y Riesgos Biológicos.
    Consejería de sanidad de la CM. Zoonosis Medidas de prevención y control.