Benefícios dos tratamentos orais contra as pulgas para cães

setembro 9, 2019
O efeito de alguns desses medicamentos pode durar até três meses.

Muitas vezes os animais de estimação são expostos a vários parasitas que podem representar uma grande ameaça para a sua saúde. Uma das opções para combatê-los são os tratamentos orais contra as pulgas, fáceis de administrar e altamente eficazes.

Atualmente, existem muitos produtos para lidar com pulgas e carrapatos, entre os quais podemos citar pipetas, pílulas, sprays e coleiras. Tanta variedade de formatos tende a gerar incerteza nos donos, o que os leva a escolher aleatoriamente ou priorizar os mais econômicos.

Ao escolher entre tratamentos orais contra as pulgas ou tratamentos tópicos, a recomendação do especialista que acompanha a saúde do animal deve ser considerada uma prioridade.

Ele avaliará o grau de exposição do animal e a possível reação ao medicamento utilizado, dependendo da sua idade e tamanho.

Como escolher os melhores tratamentos orais contra as pulgas

A maioria desses medicamentos é composta por uma série de substâncias químicas cujas propriedades podem ajudar a determinar a eficácia do produto em si. Entre os mais frequentes, destacam-se:

  • Lufenuron: atua exclusivamente contra larvas de pulgas e é seguro para espécimes adultos e para carrapatos. A Food and Drug Administration (FDA), dos Estados Unidos, permite o seu uso em cães e gatos.
  • Nitenpyram: é um inseticida de ação rápida contra pulgas e carrapatos. Os veterinários costumam usá-lo para matar parasitas de um cão que já foi infectado, e não como uma opção preventiva, devido à sua baixa durabilidade. A FDA também permite sua aplicação em gatos.
Cachorro com pulgas

Vantagens diante dos tratamentos tópicos

Os produtos com um formato oral geralmente vêm na forma de comprimidos ou mastigáveis, já que os líquidos podem ser mais difíceis ​​de administrar.

Com o passar do tempo, os laboratórios vêm melhorando as características organolépticas dos medicamentos. Assim, os animais de estimação tendem a associá-los a guloseimas ou à ração em vez de remédios.

No entanto, no caso de o comprimido ter um sabor menos palatável, é fácil “camuflá-lo” ao misturá-lo com alimentos gostosos.

A via mais fácil e rápida de administração dos tratamentos orais contra as pulgas é a sua principal vantagem, mas também existe o fator de latência.

A maioria desses medicamentos geralmente é eficaz durante um a três meses após a aplicação, principalmente se o grau de exposição não for muito alto.

Esta permanência os torna uma alternativa mais prática em comparação com aqueles com um formato tópico, cujos efeitos podem ser determinados pela frequência do banho.

Cachorro tomando banho

O cheiro é um dos principais sinais de reconhecimento dos animais. Alguns antiparasitários tópicos emitem um aroma que pode incomodar muito os animais de estimação, o que poderia causar um comportamento nervoso após as primeiras horas de aplicação.

Além disso, assim como nos humanos, cães e gatos podem ter dermatite atópica ou reagir aos compostos químicos utilizados, algo mais incomum em tratamentos orais.

Em geral, é melhor seguir sempre as recomendações do veterinário e verificar a eficácia do produto após o uso.

As características individuais de cada animal de estimação, o grau de exposição e a estação do ano podem influenciar o seu modo de ação, o que diminui a proteção do animal.

  • Kvamme, J. (S.f). PetMD. Types of Flea & Tick Control Products. Recuperado de https://www.petmd.com/dog/parasites/evr_multi_types_of_flea_tick_control_products
  • Murphy, K. (2019). Hill’s. Flea and Tick Medication: Oral vs. Topical Treatments. Recuperado de https://www.hillspet.com/pet-care/healthcare/flea-and-tick-treatments-oral-topical