É permitido levar um cão a um rio?

· janeiro 13, 2019

No Brasil, a legislação não diz nada sobre levar o cão a um rio, mas de toda forma é preciso tomar certas precauções e respeitar os demais usuários.

O verão e as férias estão chegando e não há nada melhor que sair para dar um mergulho com nosso animal de estimação. Por isso, surge a dúvida se é possível levar o cão a um rio ou se existe alguma lei que proíba isso.

Ao contrário de outros países, no Brasil não há uma norma ou lei exclusiva que regule o acesso de cães a um rio.

Porém, há lugares que não permitem a entrada de cachorros. Isto depende de onde você vai e em que época do ano.

Levar o cão a um rio: uma boa ideia?

A princípio, não há nada que impeça. A diversão não é apenas para os humanos, mas também para os cães. Eles se divertem acompanhando seus donos em passeios e excursões.

Um dia no rio será ideal para que o cão tome um banho, se refresque e tenha seu momento de lazer num ambiente novo. E não é só o animal que vai gostar, seu dono também terá uma ótima experiência.

Dicas para refrescar o cão em verões intensos

O calor intenso não afeta apenas a energia e o humor do animal, mas também pode causar os conhecidos golpes de calor.

Portanto, é importante ter em conta alguns conselhos durante o verão, para que seu cão aproveite mais e se sinta mais fresco.

Cachorro com insolação

A seguir, veremos algumas dicas para o verão que não devem ser esquecidas:

Boa hidratação

A hidratação é tão importante para as pessoas como para os animais. É extremamente importante que o cão tenha água fresca e limpa durante todo o dia.

Sobretudo, você precisa prestar atenção especial ao seu pet no verão, pois a água pode evaporar ou esquentar.

Uma boa maneira de assegurar a hidratação é colocar bebedouros nos diferentes lugares em que o cão descansa.

E caso você decida levar o cão a um rio, é importante garantir que ele beba água. Para isso, um bebedouro portátil é muito útil.

Molhá-lo é uma boa maneira de mantê-lo fresco

Para diminuir a temperatura do corpo do animal, é muito positivo molhar sua cabeça e seu corpo. Além de uma piscina doméstica, um dia no rio pode ser uma mistura de hidratação corporal e saúde.

Cachorro tomando banho de rio

Precauções para levar o cão a um rio

Embora pareça não haver riscos em passar um dia com seu amigo num rio, há alguns conselhos muito úteis. Por isso, não esqueça:

  • Quando estiver no espaço de banho, proteja seu melhor amigo do excesso de sol, inclusive com protetor solar. Você pode encontrar produtos específicos no mercado.
  • Outro aspecto importante é cuidar das almofadas das patas. Normalmente, a areia e as pedras em volta dos rios possuem uma temperatura elevada, que pode machucar o cão. Para isso, use protetores de almofadas.
  • Observe se há na água ou ao redor do rio existe algum caco de vidro, lata de alumínio ou qualquer outra coisa que possa machucar o animal.
  • É possível que algumas áreas do rio sejam muito fundas. É melhor certificar-se de que o cachorro tome banho em uma área em que a água não o cubra completamente.
  • Junto com o item anterior, devemos ter em conta que há pessoas que se banham em rios e que não gostam de cães. Nestes casos, o ideal é encontrar o equilíbrio entre nossa diversão e o respeito, para não incomodar os demais.