Em que idade os cachorros começam a latir?

dezembro 26, 2017

Durante a primeira semana de vida, os filhotes ainda não são capazes de emitir sons complexos. Mas, muito rapidamente, um filhote de cão começa a latir. E isso é um sinal de que seu corpo está se desenvolvendo de forma saudável.

O latido como o principal som

Latir é uma parte fundamental da essência canina. Os cães são os únicos representantes da família dos canídeos que têm o latir como som predominante. Lobos, raposas e coiotes uivam com mais frequência, já que devem se comunicar a grandes distâncias.

O que torna o latir de um cão tão especial é que essa é a sua principal forma de expressão. Através disso, se estabelece uma relação de compreensão entre humanos e cães.

Um cão revela muito sobre seu organismo quando ele late. Ele faz isso para expressar sentimentos e estados de espírito, alertar seus proprietários de perigos ou informar sobre suas necessidades.

No entanto, o latir excessivo pode ser um sinal de que seu corpo está sendo afetado por algo. Um filhote que late demais pode querer comunicar um estado de dor ou irritação causado por alguma doença.

Cachorro branco latindo

Portanto, se seu cão apresenta alterações de comportamento, como começar a latir muito ou parecer agressivo, é indispensável que você comunique isso rapidamente ao veterinário.

Quando o seu cão começa a latir?

Em cerca de duas semanas, o filhote começará a abrir os olhos. Pouco a pouco, eles começam a emitir alguns grunhidos e gemidos, pedindo pelo leite materno e calor.

Os primeiros latidos são muito suaves e curtos, quase inaudíveis. Surgem quando o cão tem entre 7 e 10 semanas de vida. No entanto, algumas raças podem levar até 20 semanas para começar a latir. É então quando o cão começa a latir.

Nessa fase, temos que ter cuidado para não adestrá-lo inconscientemente. O cão associa facilmente o latir a receber atenção e obter o que deseja. É importante não recompensar muito o animal quando começarEmbora seja inegavelmente terno, isso poderá se tornar um mau hábito que causará incômodo na idade adulta, gerando latidos excessivos.

A princípio, o filhote imita o latir dos cães adultos, seja pela convivência diária ou assistindo televisão. Com o tempo, começa a reconhecer o próprio latido. E assimilará os diferentes tipos de latidos que deve emitir, dependendo do contexto em que se encontra. Assim o cão começa a latir.

O que o cão quer dizer quando late?

Não há um motivo único para que um filhote lata. Independentemente de quando seu cão começa a latir, quando ele assim o faz, pode ser devido a muitas causas e para comunicar diferentes motivos.

Não há um único tipo de latido. Os diferentes tipos servem para funções diferentes, de acordo com o contexto.

As causas mais comuns do latido

  1. Estresse: os cães podem latir para aliviar o estresse e para liberar a energia acumulada.
  2. Entusiasmo: Muitos cães latem quando uma situação ou algum estímulo os empolga.
  3. Tédio: é uma consequência do estilo de vida sedentário. Os cães latem porque eles se cansam de não fazer nada e tentam chamar a atenção.
  4. Frustração:  filhotes que podem latir quando estão chateados ou para expressar frustração por não obterem o que querem.
  5. Sedentarismo: A falta de exercícios para gastar energia pode provocar latidos excessivos.
  6. Alerta: Os cães possuem sentidos mais aguçados e percebem o perigo mais facilmente que os humanos. Eles latem para alertar sobre situações ameaçadoras ou informar situações de vulnerabilidade.
  7. Treinamento inconsciente: Os filhotes latem acreditado que conseguirão comida ou afeto mais rápido.
  8. Problemas de saúde: Algumas doenças, transtornos de visão, de audição e envelhecimento podem fazer com que ou cão lata mais que ou habitual.
  9. Timidez ou comportamento defensivo:  cães que não foram devidamente sociabilizados e eles costumam atacar defensivamente.
Cachorro branco latindo

É verdade que existem raças que latem mais que outras?

É verdade que algumas raças latem mais que outras. Mas quase sempre a educação e o processo de socialização são capazes de ensinar um filhote a se controlar frente a diferentes estímulos.

No caso de você querer evitar problemas com latidos excessivos, não é recomendável escolher raças com tendência a serem mais alertas ou desconfiadas. É o caso do Yorkshire Terrier, do Schnauzer miniatura, do Fox Terrier, do Beagle, do Chihuahua, do Pequinês, do Poodle miniatura e também do toy.

fonte da imagem principal: nathanmac87