Espécies de animais polares: adaptados ao frio

· outubro 29, 2018

As características dos animais polares são adaptadas para permitir a sobrevivência em ecossistemas gélidos e com vegetação escassa. Aves e mamíferos terrestres e aquáticos convivem nos polos. Vamos conhecê-los!

Os pólos são algumas das zonas mais hostis no planeta para a vida humana. Entretanto, algumas espécies têm se adaptado às condições extremas de frio e pouca vegetação.

Há muitas diferenças entre o pólo norte e o pólo sul, no entanto, é muito difícil viver em ambos os ecossistemas. A seguir, veremos quais são os animais que vivem nos polos e como eles têm desenvolvido mecanismos de sobrevivência.

Espécies de animais polares

Os animais polares do norte e do sul são diferentes. No entanto, em ambos os casos, os animais têm tentado se adaptar às circunstâncias inóspitas e verdadeiramente extremas de seu entorno.

Para isso, os animais polares têm desenvolvido estratégias que lhes permitem conservar o calor. Além disso, são animais de sangue quente, de grande tamanho e têm grossas camadas de pele ou de gordura.

Na maioria dos casos, eles dependem dos recursos do mar para sua subsistência. Nos pólos, há alguns animais terrestres que têm desenvolvido adaptações, como barbatanas.

O polo Norte

Essa área geográfica está localizada no Oceano Ártico, no eixo mais setentrional do planeta. Seu mar está coberto por uma calota de gelo. 

Ao contrário do polo sul, no polo Norte não há terra, apenas gelo. No entanto, faz menos frio no polo Norte que no polo Sul.

O polo Norte possui uma luz solar permanente durante seis meses ao ano e escuridão total nos outros seis. Essa situação afeta os ciclos de vida dos animais que tentam viver lá.

As temperaturas chegam a extremos de -50 ºC e -60 ºC. Além disso, o alimento disponível lá é escasso. Entretanto, apesar disso, no polo Norte vivem mais espécies do que no polo Sul.

Espécies animais do polo Norte

Entre os animais polares, o urso polar é talvez o mais emblemático. Ele vive unicamente no polo Norte e é completamente adaptado à vida no gelo. 

Sua cor branca permite uma perfeita camuflagem na neve e sua pele negra os ajuda a reter calor. Suas patas são cobertas de pelo e apresenta garras muito afiadas para não escorregar.

Durante o verão, o urso polar migra para o sul. O degelo o obriga a fugir, pois seu principal alimento são as focas e ele precisa de gelo para caçá-las.

Urso polar

Sobretudo por razões de sobrevivência, no verão os ursos polares se deslocam para o sul, onde falta alimentos, e iniciam sua etapa de hibernação. Quando o inverno chega, o animal volta ao Norte e começa sua temporada de caça.

No polo Norte há também morsas, focas, baleias jubarte, raposas, lobos árticos e renas. Os últimos desenvolveram cascos muito largos para andar mais facilmente na neve.

O pólo Sul

O pólo sul geográfico é o ponto mais austral do planeta, localizado na Antártida e cercado pelo Oceano Atlântico. 

Ele se encontra sobre um planalto plano, com uma camada de gelo de aproximadamente 2,7 quilômetros. Abaixo dessa camada, no nível do mar, está a terra.

O polo Sul é mais frio que o polo Norte e, no verão, a temperatura pode chegar a -25 ºC. Além disso, a vida nesse lugar é muito mais difícil que no polo Norte. Devido a essas condições, o polo Sul é praticamente deserto.

Pinguim mergulhando

Espécies animais do polo sul

Os animais do polo sul estão principalmente na Antártida e nas ilhas que a rodeiam. Além disso, há também espécies que vivem no mar polar, especialmente adaptadas às baixas temperaturas.

pinguim é o animal mais representativo do polo Sul. Essa espécie vive exclusivamente nessa região do mundo. Ele pode ser encontrado nas zonas menos congeladas da Antártida.

Os pinguins são pássaros, no entanto, não podem voar. E, apesar de terem uma grande capacidade de nadar, não podem viajar longas distâncias.

Tampouco precisam fazê-lo, pois em seu habitat encontram tudo o que precisam para se alimentar e sobreviver sem grandes problemas.

Outras espécies que vivem no polo Sul são focas, baleias e 35 espécies de aves marinhas. Esse é o caso de alguns tipos de gaivotas, albatrozes e pombos.