Eu sou alérgico a gatos?

· setembro 24, 2018
Os sintomas que irão revelar se temos ou não alergia podem ser vistos no sistema respiratório, olhos e pele, principalmente.

Para saber se você é alérgico a gatos, como acontece com muitas pessoas, é essencial prestar atenção a certos sinais e sintomas. Então, hoje iremos falar mais sobre isso neste artigo.

Gatos e alergia

As alergias relacionadas aos animais de estimação em geral, e a gatos em particular, são mais comuns do que pensamos. Especialmente entre as pessoas que têm outros problemas de saúde, como a asma.

Cerca de 30% dos pacientes com alergias apresentam reações quando em contato com certos animais.

É necessário entender que, para alguém ser alérgico a gatos, seu sistema imunológico deve reagir de maneira específica. Essa barreira natural é responsável por identificar substâncias estranhas no corpo e agir de acordo: com dermatites, tosse, espirros, erupções cutâneas, etc.

Quando uma pessoa é alérgica a animais de estimação é porque seu corpo reage a proteínas inócuas ou alérgenos da saliva, caspas, pelos ou urina do animal.

No que se refere a alguém alérgico a gatos especificamente, a proteína causadora chamada Fel d 1, está presente na pele do animal e se espalha por toda parte, quando ele se lambe para se limpar (algo que os gatos fazem continuamente). Além disso, também pode ser encontrada nas glândulas salivares e sebáceas.

Em condições normais, o fel d 1 não causa nenhum sintoma ou reação, mas, no caso de pessoas com sistema imunológico hipersensível, a consequência é a alergia. Mas há algumas raças menos propensas a causar alergias: sphynx e devon rex.

Mulher com alergia a gatos

Sinais de que você é alérgico a gatos

Quem irá determinar a alergia será um especialista, mas através de diferentes testes cutâneos, a verdade é que podemos identificar diferentes sinais típicos de ser alérgico a gatos, tais como:

  1. Congestão ou corrimento nasal

É o sinal mais óbvio de que se é alérgico a gatos. Algumas pessoas começam a espirrar sem parar quando um gato se aproxima delas. Outros notam o nariz entupido e há casos em que secretam líquidos, como a coriza. Além disso, também podem apresentar nariz avermelhado ou sensível.

  1. Vermelhidão e comichão nos olhos

Quando os pelos do gato flutuam no ar e entram em contato com os olhos, a reação de uma pessoa alérgica pode ser comichão, irritação, vermelhidão ou até mesmo de derramar lágrimas involuntariamente.

Tenha muito cuidado para não esfregar os olhos com o objetivo de reduzir a coceira, porque isso pode ser ruim para a saúde da visão. Seque os olhos sempre com um lenço limpo e não toque no rosto sem lavar bem as mãos.

  1. Problemas respiratórios

Se você é alérgico a gatos, pode sentir certas dificuldades respiratórias quando tiver um próximo. No caso de você sofrer de asma, provavelmente terá que usar sua medicação usual para reduzir os sintomas. Além disso, também poderá apresentar tosse, dor no peito, chiado ou aperto no peito. É muito importante que você ventile a casa ou saia para tentar respirar melhor.

  1. Erupções cutâneas

Ademais, algumas pessoas que entram em contato com gatos sendo alérgicas podem sofrer de problemas no nível dérmico: eczema, urticária, vermelhidão, erupções cutâneas, comichão ou ressecamento.

O pior de tudo é que, ao coçar, na tentativa de reduzir o comichão, podemos infectar a área. Portanto, é sempre recomendável lavar as mãos ou até mesmo usar luvas à noite para evitar se machucar quando você dorme.

alergia a pelos de animais

Sou alérgico a gatos: o que eu faço?

Se você adotou um gato e depois percebeu que é alérgico a ele, como primeiro passo, não o abandone. Anualmente, centenas de animais de estimação são deixados à própria sorte, porque os proprietários têm reações respiratórias ou cutâneas por estarem em contato com eles.

Talvez você não possa eliminar a alergia em sua totalidade, mas você pode reduzi-la um pouco com alguns métodos, como lavar as mãos depois de tocar o animal ou limpar sua caixa de areia.

É estritamente proibido que o gato entre em seu quarto, pois ele deixará os alérgenos na cama, no tapete, nas cortinas e nas roupas; também tente não deixá-lo ficar o dia todo no sofá. Use um aspirador para limpar periodicamente a casa e abra as janelas diariamente para ventilar. Desta forma, ser alérgico a gatos não se tornará um pesadelo para você.