Existe o cão-lobo?

Já se sabe que os lobos são os ancestrais diretos dos cães. Mas ainda hoje circulam muitos mitos sobre a permanência de espécies hibridas, como o cão-lobo. Ainda existem muitas dúvidas sobre como se desenvolveu historicamente a transformação genética do lobo em cão e a posterior disseminação de centenas de raças com características diferentes.

Primeiros dados sobre o cão-lobo

O primeiro “cão-lobo” não se sabe onde ou quando surgiu. Mas foi famoso por acompanhar os homens desde um passado muito remoto, cuidando deles como parte de sua alcateia. A evolução do homem e do cão foi paralela e muito do sucesso dessa convivência se deve a isso.

A hipótese mais aceita atualmente é que um lobo mais manso se aproximou de um grupo de humanos, para obter abrigo e o calor do fogo. O homem utilizou a companhia para otimizar sua estratégia de caça e proteção de sua família. Assim começava a relação mais particular do reino animal.

Lobo na natureza

A transformação genética gradual do lobo em cão se uniu a fatores externos do ambiente e às mudanças culturais. E isso permitiu o surgimento de diferentes raças de cães, cada uma com uma personalidade própria.

No entanto, o mito do cão-lobo ainda permanece na sociedade moderna, especialmente no campo. Mas, existe ou não um cão com características desse animal selvagem?

O resultado do cruzamento entre cães e lobos

O cão-lobo, também chamado de “cão híbrido”, seria uma mistura, um híbrido entre duas espécies: o lobo e o cão.

E por que se duvida da existência real do cão-lobo? Basicamente porque a evolução dos estudos científicos e veterinários tem demonstrado a dificuldade de juntar e reproduzir animais de diferentes espécies.

O principal representante deste híbrido, o Wolfdog, foi recentemente
classificado como uma subespécie do lobo.

Admitido o cruzamento entre espécies diferentes, o resultado seria o cão-lobo. Além disso, esse híbrido não é um animal diferente ou novo, mas sim uma subespécie do lobo.

Atualmente, as fundações oficiais de resgate animal consideram que cão-lobo é completamente cão, mas que possui genes de lobo dentro de suas últimas cinco gerações diretas. Seja por cruzamento natural ou por criação controlada.

Existe a raça de cães-lobos?

Com certeza não existe a raça chamada cão-lobo, porque esta é uma subespécie do lobo. Mas sim, existem algumas raças de cão que possuem notória influência do híbrido cão-lobo em sua evolução e inclusive em sua aparência.

Enumeração de raças

As 5 principais raças com herança genética do híbrido cão-lobo são:

  • Wolfdog. Muitos criadores ao redor do mundo já realizam cruzamento entre estes híbridos. Trata-se de adequar a percentagem genética de cada espécie para gerar cães domesticáveis, capazes de desenvolver diferentes funções. O comportamento assemelha-se mais ao do lobo do que ao do cão. Dificilmente latem, são menos sociáveis e costumam rosnar. É um caso muito polêmico de manipulação genética. Em muitos países, é proibido ter um desses animais. Nos Estados Unidos, há notícias da existência de pelo menos 400 mil exemplares do Wolfdog.
  • Tamaska. Muita gente já cria domesticamente o Tamaska, investindo em sua socialização precoce (desde seu nascimento). Originou-se na Finlândia, a partir do cruzamento entre o Husky siberiano e o Malamute do Alasca. Foi utilizado classicamente para puxar trenós. Sua aparência é a de um lobo e possui porte imponente.
Cachorro da raça malamute do alasca

  • Malamute do Alasca. Originário do Alasca (Estados Unidos), este cão com aparência de lobo é robusto. Utilizado desde muito tempo também para puxar trenós. É dono de grande força e tem comportamento muito equilibrado. Seus pelos requerem cuidados muito especiais.
  • Husky siberiano. O Husky se tornou famoso após seu sucesso nos cinemas. Também é um cão com aparência de lobo e forte personalidade de grupo. Trata-se de uma raça originária da Sibéria, onde igualmente era utilizado para puxar trenós. Foi amplamente domesticado e difundido por todo o mundo.
  • Cão-lobo checoslovaco. É o resultado de uma experiência realizada na antiga Checoslováquia durante os anos 50. Cruzou-se um Pastor alemão com diferentes fêmeas de lobas dos Cárpatos, até se obter uma camada de híbridos férteis. Essa raça se tornou um símbolo nacional de seu país. Não são fáceis de domesticar mas, se socializados desde o nascimento, podem ser bons cães de guarda e para trabalhos de campo.

É possível ter um cão-lobo como animal de estimação?

Os especialistas afirmam que os lobos são impossíveis de serem domesticados. O que sim se consegue é a diminuição de seus instintos com a convivência precoce com humanos.

Recomendados para você