A FEDIAF apresenta novas diretrizes nutricionais para cães e gatos

A cada ano, a FEDIAF atualiza seu conteúdo para oferecer orientações nutricionais atualizadas e seguras para cães e gatos. Aqui a digestão dos animais de estimação é a protagonista.
A FEDIAF apresenta novas diretrizes nutricionais para cães e gatos

Última atualização: 21 Junho, 2021

Federação Europeia da Indústria de Alimentos para Animais de Estimação (FEDIAF) é uma organização que, desde a sua fundação em 1970, tem desempenhado um papel representativo na indústria de alimentos para animais de estimação na Europa. O seu trabalho reúne 26 países europeus – pertencentes ou não à União Europeia – e representa 95% das empresas produtoras de rações.

Em setembro de 2020, a FEDIAF apresentou um novo guia nutricional com orientações para a alimentação de cães e gatos. O documento foi divulgado no Congresso da Sociedade Europeia de Nutrição Veterinária e Comparada (ESVCN), realizado virtualmente. A seguir, você encontrará as informações mais relevantes sobre esse novo guia.

Qual é o objetivo da FEDIAF?

Um dos principais objetivos da Federação Europeia da Indústria de Alimentos para Animais de Estimação (FEDIAF) é lutar pelo bem-estar animal. Isso é conseguido através da oferta de alimentos que contenham a quantidade ideal de nutrientes.

Esses alimentos devem ter um equilíbrio nutricional ideal. Nesse caso, em termos de produção a saúde alimentar dos animais de estimação é alcançada graças às novas orientações nutricionais para cães e gatos, geradas anualmente e com o apoio de cientistas e avanços tecnológicos.

Da mesma forma, a FEDIAF garante que as diretrizes nutricionais são desenvolvidas por uma competente equipe de pesquisadores e cientistas. O novo guia nutricional contém os conhecimentos mais avançados sobre nutrição para cães e gatos, permitindo aos fabricantes de rações garantir uma produção equilibrada e segura para os animais de estimação de milhares de lares europeus.

Graças ao trabalho da FEDIAF, as empresas europeias desenvolvem cada vez mais produtos de acordo com as necessidades nutricionais dos animais de estimação, especialmente cães e gatos.

Por outro lado, o Conselho Consultivo Científico (SAB) da FEDIAF é o órgão encarregado de interpretar e avaliar as pesquisas científicas mais recentes. Seu objetivo é garantir que as recomendações de nutrientes nos guias e documentos nutricionais estejam o mais atualizadas possível. Por esse motivo, as diretrizes desse projeto incluíram duas pesquisadoras, com amplos conhecimentos na área veterinária.

A primeira foi Charlotte Reinhard Bjørnvad da Dinamarca, que tem experiência com distúrbios metabólicos, como obesidade e diabetes mellitus, em animais de estimação. O segundo lugar coube à portuguesa Ana Luísa Lourenço, que tem experiência na área da nutrição e fisiologia. Com esses cargos, a diretoria do SAB passou para 12 pessoas, que buscam manter os guias atualizados.

 

Nutrição para cães e gatos

Quais são as novidades do guia da FEDIAF?

Além de fornecer recomendações sobre os níveis mínimo e máximo de nutrientes em rações comerciais para cães e gatos, o novo guia de diretrizes nutricionais para cães e gatos contém informações valiosas para avaliar o valor nutricional dos alimentos para animais de estimação e recomendações sobre sua contribuição energética.

O guia também reflete as quantidades de nutrientes essenciais encontrados em produtos comerciais. Dessa forma, os tutores dos animais terão mais informações para decidir qual produto comprar, de forma a garantir uma alimentação adequada e segura através do consumo de longo prazo.

Isso é especialmente importante no caso de produtos destinados a necessidades nutricionais específicas de animais doentes.

Níveis de segurança nos guias nutricionais para cães e gatos

Da mesma forma, esse documento apresenta uma margem de segurança nos níveis nutricionais mínimos recomendados. Assim, é incentivada a prevenção de deficiências em animais de estimação devido às variações animais e interações de nutrientes. Essa medida foi proposta para ingredientes com digestibilidade normal em cães e gatos, com digestão de proteínas superior a 80%.

As medidas máximas do documento são as permitidas de acordo com a legislação da UE nessa área da medicina veterinária. No entanto, a FEDIAF faz um esclarecimento sobre os alimentos para animais de estimação cujos níveis de nutrientes estão fora das recomendações do documento. A instituição argumenta que estes podem ser adequados, dependendo da justificativa dada pelo fabricante quanto à sua idoneidade e segurança.

 

FEDIAF: Diretrizes nutricionais para cães e gatos

Como você viu, a FEDIAF luta para garantir que os animais de estimação tenham uma alimentação balanceada e, principalmente, segura. A digestão de cães e gatos é protagonista nas diretrizes nutricionais que são estabelecidas graças ao trabalho de diversos cientistas, que buscam sempre que as indústrias alimentícias sigam recomendadas.

Pode interessar a você...
Animais de estimação insaciáveis: 3 dicas de alimentação
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Animais de estimação insaciáveis: 3 dicas de alimentação

Esse problema pode aparecer por várias razõe. Hoje vamos dar algumas dicas para ajudar os animais de estimação de apetite insaciável.