Focinho dos cães: tudo o que você precisa saber

Quando estamos dormindo, assistindo a um filme no sofá ou cozinhando, nosso animal de estimação mostra que nos faz companhia apoiando seu focinho frio e úmido em nós. É uma das mais belas demonstrações de carinho que existem! Neste artigo, falaremos tudo o que há para saber sobre o focinho dos cães, que deve ser tratado com todo cuidado, porque é muito sensível.

O que sabemos sobre o focinho dos cães?

Se você tem cães em casa, certamente já percebeu o quanto seu sentido do olfato é muito mais desenvolvido do que o nosso. Para ser preciso, cerca de 60 vezes mais do que o do ser humano. Através do focinho, os cães podem encontrar um brinquedo, uma pessoa desaparecida na montanha ou seu dono, quando estão perdidos.

O focinho do cão contém cerca de 300 milhões de células receptoras olfativas. Elas podem detectar o cheiro de hormônios e a energia de outros seres (inclusive pessoas). É por isso que conseguem saber onde ou com quem você esteve quando volta para casa.

focinho seco no cão

Cuidados básicos com o focinho

Como o focinho dos cães é um dos seus meios de comunicação, é essencial que se mantenham em boas condições. Embora muitas pessoas acreditem que, se estiver quente ou seco é porque o animal está com febre, também pode ser porque está calor,  por estar muito perto do forno ou do aquecedor. Outros motivos relacionam-se com ficar deitado ao sol por um tempo ou porque o ambiente onde dorme não tem circulação de ar suficiente. Nesses casos, é necessário afastar o cão da causa do aumento de temperatura no focinho e monitorar se ele esfria.

A cor do focinho dos cães depende da pigmentação da pele (como acontece com a gente). Algumas raças têm o focinho preto, outras, castanho, também vermelho e bege… E cada um desses tons pode necessitar de cuidados específicos. Os focinhos claros podem ser mais sensíveis ao contato com o sol.

Neste caso, recomenda-se o uso de um creme protetor indicado pelo veterinário. Entretanto, sempre teremos o problema de que ele será removido com a língua. Não deixe seu bichinho passar muitas horas em contato com os raios UV se tiver pele clara, pois há risco de desenvolver melanoma.

Se perceber que o focinho do seu cão está “rachado”, muito seco, com feridas ou com crostas de sangue seco, deve levá-lo ao veterinário para verificar se tem alguma doença. Outros sinais de alerta são o crescimento de tecidos em forma de couve-flor, protuberâncias ou secreções de cor amarela, verde e preta ou com sangue.

Por que o focinho dos cães é molhado e frio

A umidade e a baixa temperatura no focinho do animal têm diversas funções. Se, por algum motivo, deixa de ficar frio e molhado, a própria língua o retorna às condições normais ou adequadas. O focinho dos cães fica molhado pelos seguintes motivos:

1. Para esfriar

Desta forma, é possível perder o calor que está “em excesso” no corpo. É como se fosse um ventilador próprio. Usando a língua e ofegando, os cães conseguem reduzir a temperatura corporal. Ou seja, usam a saliva para esfriar o focinho. As glândulas nasais fornecem grande parte da água para o focinho. Essa é a razão pela qual sempre devem estar molhados.

FIlhote de Cocker Spaniel

2. Para captar melhor os sinais

Uma trufa molhada é sinônimo de saúde no animal, mas também de uma maior quantidade de partículas odoríferas. Assim, aumenta ainda mais a capacidade olfativa. Também facilita a recepção neuronal ao cérebro. A umidade no focinho dos cães funciona como se fosse um “tobogã”, pois impulsiona as moléculas odoríferas para que sejam detectadas mais rapidamente.

3. Para se impregnar de odores

Não entendemos muitas das atitudes ou hábitos de nossos cães, como por exemplo, por que adoram cheirar coisas podres ou animais mortos. E, o que é pior, por que eles ficam tão perto desses objetos até o focinho ficar todo sujo. Bem, porque é assim que ele consegue saber melhor o que encontrou! A informação é analisada de forma mais eficaz se o cheiro estiver perto do focinho.

Recomendados para você