Gato Elfo, um gatinho careca e de orelhas curvas

· maio 2, 2018
O gato Elfo é um felino recém-criado e que ainda não foi reconhecido como raça. Esse espécime, devido à falta de pelos, requer cuidados específicos, pois tem maior tendência a sofrer problemas dermatológicos.

Os humanos não param de querer ser como “deuses” e insistem em criar novos animais de estimação. Uma de suas mais recentes “invenções” veio do cruzamento de um American Curl com um Sphynx. O resultado foi o gato Elfo, um animal sem pelos e com orelhas curvas, cujo nome se deve à semelhança que muitos veem com esse ser mitológico.

Uma raça recente e de aparência peculiar

Criado na primeira década deste século, nos Estados Unidos, o gato Elfo ainda não foi reconhecido como raça pelas principais associações felinas. No momento, ele é apresentado como uma variação do Sphynx.

Seus criadores foram Karen Nelson e Kristen Leedom. A ideia que eles tinham era para gerar um bichano sem pelos como o Sphynx, mas que tivesse as orelhas específicas do American Curl.

O resultado foi este gatinho em particular, que parece vir de alguma lenda celta, nórdica ou germânica e que alguns até acham parecido com um cachorro.

Entre as diferentes variações de gatos sem pelos, está o gato Elfo. Um animal criado recentemente nos Estados Unidos, este felino apresenta orelhas curvadas peculiares, que se assemelham ao personagem mitológico que lhe dá o nome.

Gato Elfo

Características físicas do gato Elfo

As orelhas deste gatinho são longas e pontudas, mas curvadas para trás. Parece careca e tem uma pelagem quase imperceptível ao toque e à visão. Mas, além disso, o gato Elfo apresenta as seguintes características:

  • Corpo atlético e musculoso, semelhante ao Sphynx
  • Rosto alongado, com as maçãs do rosto proeminentes
  • Pele enrugada ao redor dos ombros, orelhas e focinho
  • Cauda longa que se estreita em direção à ponta.

O peso desse animal em particular oscila, em geral, entre 4,5 e 7 quilos. Por outro lado, todas as cores e padrões são aceitos.

Um gatinho carinhoso e brincalhão

Além de suas características físicas particulares, algumas palavras que definem esse gatinho peculiar são as seguintes:

É um animal muito ativo e aventureiro, que adora brincar e subir nas alturas. É por isso que é necessário fornecer brinquedos e opções de escalada, antes que ele destrua diferentes elementos da casa.

Gato Elfo

Ainda que ele se adapte a diferentes situações e não tenha problemas em relação a outros animais de estimação, o Elfo detesta ficar sozinho. Neste caso, é conveniente ele ter um companheiro felino, para lidar melhor com a ausência temporária de seu dono.

Cuidados especiais com o gato Elfo

Tal como acontece com todos os gatos sem pelos, extrema higiene e certos cuidados devem ser tomados. O gatinho deve ser banhado regularmente, para remover o excesso de secreção sebácea que apresenta sua pele. É por isso que é necessário acostumá-lo desde filhote com essa rotina. Lenços umedecidos também podem ser usados.

Em qualquer um dos casos, o veterinário deverá ser consultado para indicar os produtos mais apropriados, de modo a não afetar a pele sensível deste animal. Tenha em mente que se o gato Elfo não for higienizado regularmente, além de ficar pegajoso ao toque e sujo, pode vir a desenvolver problemas dermatológicos.

E, embora normalmente seja um animal de estimação saudável sem grandes problemas genéticos, a exposição ao frio e ao sol deve ser evitada. Devemos ter sempre em mente que a ausência de pelos faz com que ele sofra mais com as baixas temperaturas e o expõe a irritações e queimaduras solares.

Além disso, as áreas da casa destinadas ao gatinho devem permanecer bem limpas, para evitar que ele contraia qualquer infecção cutânea causada por bactérias.