Gato oriental: conheça essa raça

· fevereiro 12, 2018

Existem centenas de raças de gatos, e cada uma mais peculiar do que a outra. De algumas nós rapidamente gostamos, outras não nos despertam simpatia, mas todas elas têm seu público. Como diz o ditado, há gatos “para todos os gostos”. Hoje, falaremos de uma dessas raças que, ou você gosta delas, ou não. Definitivamente, não há como ficar indiferente a ela. Estamos nos referindo ao gato oriental.

Tudo o que você precisa saber sobre o gato oriental

Vamos aprender mais sobre essa raça peculiar que desperta paixões em muitos admirados dos gatos. Sem dúvida, essa raça é, pelo menos, bastante original e diferente de todas as outras que você conhece.

História e origem

Esse gato teve sua origem na Tailândia. Ele também é conhecido como o estrangeiro, embora não esteja muito claro o motivo para esse apelido. Muitos pensavam que ele era um siamês, até que perceberam que as diferenças entre as duas raças superavam as semelhanças.

Embora, no início, esse gato não tenha tido muito sucesso, hoje 50% dos gatos em Bangkok são dessa raça. No entanto, só em 1920 os primeiros espécimes chegaram na Grã-Bretanha. Certamente, a preferência era pelos siameses, e só depois da década de 1950 que alguns criadores começaram a estudar a possibilidade de desenvolver a raça oriental.

Em 1968, os criadores americanos também começaram a se interessar pelo gato oriental. Tudo isso culminou na década de 70, quando eles se tornaram uma raça reconhecida.

Características físicas

Seu tamanho é médio e seu corpo é delgado e elegante. No entanto, é forte e musculoso, embora os ombros nunca sejam mais largos do que os quadris.

Sua cabeça é muito proporcional em relação ao corpo, embora seu crânio tenha uma forma convexa. Seu focinho é estreito e seu pescoço é longo e magro.

As suas orelhas são, sem dúvida, a principal característica dessa raça, pois são grandes e pontudas. Na verdade, essa característica nos lembra do famoso gato egípcio. As pontas nunca devem ser inclinadas, nem para frente nem para trás.

Suas patas são longas e finas, com pés pequenos e em formato oval. Sua cauda é longa e fina, e sua pelagem curta, mas macia e brilhante.

Gato oriental comendo grama: uma raça elegante

As cores conhecidas podem ser vistas com ou sem manchas, assim como em tons de preto, azul, chocolate, vermelho, creme e canela. Essas são as principais, mas há pelo menos 12 cores além dessas conhecidas, em esquema bicolor, rajado e sombreado.

Comportamento

A personalidade é a principal diferença entre o gato oriental e o Siamês, um animal que é conhecido por ser ativo e ter temperamento forte. Se os gatos são em si mesmos muito independentes, essa raça é ainda mais. É mais curioso do que o habitual, então ele precisará de constante estimulação mental para prevenir o tédio.

Talvez essa seja uma das razões pelas quais ele tem uma grande tendência a brincar e ser muito sociável. Ele gosta de se comunicar com outros gatos e com os humanos através da vocalização, o que lhe permite ter boas relações com os outros. Claro, desde que ele esteja disposto a interagir.

É muito estável e sempre está aprumado, mesmo nas adversidades. Ele se mostra calmo e é afetuoso, embora, como dissemos antes, apenas quando ele quer. Mas sempre que for esse o caso, eles vão procurar a companhia e os mimos do dono.

Sua voz é mais poderosa do que a de outros gatos conhecidos, algo que pode ser visto desde que é filhote. É um animal que gosta de estar ao ar livre, embora se adapte bem ao interior de uma casa, desde que seja possível que ele dê uma caminhada.

Isso é tudo o que queríamos compartilhar com você sobre esse belo animal. Ele é bastante peculiar, mas uma amostra das mais belas coisas que a natureza tem para nos oferecer. Se você está procurando um companheiro amoroso e independente, calmo e tranquilo, um gato oriental pode ser seu animal de estimação ideal.