Gatos do grupo IV: classificação da FIFe

junho 3, 2018

A Federação Internacional Felina (FIFe) é responsável por identificar e agrupar esses animais de acordo com suas características. A seguir, diremos quais são os gatos do grupo IV na classificação dessa renomada instituição. Venha conosco!

Quais são os gatos do grupo IV?

Das 14 raças que fazem parte desta divisão, a maioria é conhecida mundialmente. Os gatos do grupo IV mais conhecidos são:

1. Abissínios

Esse gato, muito popular devido à sua personalidade e sua aparência física, surgiu, aparentemente, no Egito. No entanto, tornou-se mais famoso na Inglaterra após uma expedição militar às terras da Abissínia. Posteriormente, foi exportado para os Estados Unidos e atualmente é reconhecido pela FIFe em três cores tradicionais: amarelo dourado, azul e vermelho.

Pode-se dizer que o Abissínio é um eterno filhote devido à sua imaturidade, sendo muito travesso. Adora brincar e explorar todos os cantos da casa. Ele é muito ativo e exige toda nossa atenção para evitar que quebre coisas dentro da casa.

Gato Balinês

2. Balinês

Derivado do Siamês e originado nos Estados Unidos em 1940. O nome Balinês surgiu da procura de seus criadores por uma designação que fizesse uma referência oriental ao seu antecessor. É um gato muito leal a um único dono (pode até mesmo ser indiferente a outros membros da família), tem boa musculatura, membros delgados e miado melodioso e suave.

O Balinês é um animal tranquilo, no estilo aristocrático, e se dá bem com as crianças. Possui uma pelagem fina e sedosa, sendo mais escura no rosto e na cauda. As cores são variadas, entre elas lilás, branco, chocolate, creme, azul e cinza.

3. Cornish Rex

Outro dos gatos do grupo IV que tem relação com a Inglaterra, neste caso porque nasceu no sudoeste da ilha, no condado de Cornwall. O primeiro que foi documentado data de 1950, após o cruzamento de dois Gatos de pelo curto inglêsTem uma aparência elegante e esguia, coberto de pelos ondulados e de tamanho médio.

4. Devon Rex

De pelo curto, tem sua origem no condado britânico de Devon, em 1960. Ele tem orelhas grandes, cabeça pequena, olhos ovais e miado suave. É um animal muito carinhoso e sempre está alerta.

5. Donskoy

Donskoy

É uma das raças de gatos do grupo IV que não tem pelos. Originário da Rússia, mais precisamente da cidade de Rostov-do-Don (daí uma parte do nome). Ele não está relacionado com o Sphynx, já que sua calvície é causada por um gene diferente. É um animal de tamanho médio, grandes orelhas, olhos amendoados e os dedos de seus pés são colados.

6. German Rex

Ele surgiu na Alemanha e é muito amigável. Em pouco tempo, ele e o dono unem-se por laços de afeto e não se separam mais. O primeiro Rex foi levado para uma aldeia perto do atual Kaliningrado, na Rússia, no início dos anos 30. Lá distribuiu seus genes por mais de 10 anos. Tempos depois, em 1951, um felino preto com pelo encaracolado foi visto perto de Berlim e, a partir daí, foi usado como ancestral para os demais Germans Rex.

É um gato de tamanho médio, cabeça redonda, bochechas bem desenvolvidas, orelhas grandes e olhos coloridos de acordo com a pelagem. Seu pelo é sedoso, encaracolado e de vários tipos de cor. É um animal muito inteligente, amigável e carinhoso. Adora brincar e fazer acrobacias.

Saiba mais sobre os gatos do grupo IV: Siamês

7. Siamês

Uma das raças mais populares de gatos do grupo IV. Existem duas variedades: moderno e tradicional. O primeiro vem da atual Tailândia, mas se desenvolveu a partir de 1880, na Inglaterra, e, uma década depois, nos Estados Unidos. O segundo também tem origens no antigo Sião, mas permaneceu na região como animal de estimação dos reis.

O moderno tem um corpo mais estilizado e musculoso. Sua cabeça tem forma triangular. Ele também possui um focinho fino e olhos amendoados e oblíquos. O tradicional, por outro lado, tem formas mais “arredondadas” e a maioria possui olhos azuis.