Griffon Belga: saiba mais sobre a raça

· julho 28, 2018

O Griffon Belga é um cão de pequeno porte, mas com uma personalidade afável, carinhosa e tranquila, muito parecido com o Griffon de Bruxelas (Griffon Bruxellois) e o Petit Brabançon.

A origem do Griffon Belga

Como o próprio nome indica, o griffon belga é originário da Bélgica, mais precisamente da região próxima da capital Bruxelas. É dessa mesma região que procedem o Griffon de Bruxelas e o Petit Brabançon. Apesar de parecidos entre si, a Federação Cinológica Internacional as considera como três raças diferentes e que contam com um antepassado em comum, chamado de Smousje.

Foi durante o século 19, quando o material genético de King Charles Spaniel Ruby e do carlino (pug) dotaram a raça do seu característico pelo negro e curto. Essa acabaria se tornando a maior diferença entre o griffon belga e seus parentes, o griffon de Bruxelas e o petit barbançon, o que lhe deu, portanto, o status de raça diferenciada.

Características físicas do griffon belga

Griffon de Bruxelas

O griffon belga é um pequeno cão de companhia robusto, com um corpo muito quadrado e uma constituição óssea bastante forte. No entanto, apesar de sua robustez, caminha com elegância e equilíbrio.

Não existe um padrão determinando a altura de cernelha que os exemplares da raça devem ter. Mas tanto o peso quanto a proporção entre comprimento e altura são definidos. O peso varia de 3,5 a 6 quilos, enquanto que o comprimento do corpo deve ser igual à altura de cernelha.

Em relação à pelagem, o pelo do griffon é duro, levantado e desgrenhado, sendo mais comprido sobre os olhos, focinho, barba e bigode. Esses últimos começam abaixo da linha nariz-olho e vão de orelha a orelha, cobrindo totalmente o focinho e as bochechas com pelo abundante e mais longo do que no resto do corpo.

Já no que se refere à sua cor, o griffon belga se caracteriza por ter pelos de cor negra com manchas cor de fogo. Estas devem ser puras e de cor uniforme e aparecerem nas extremidades anteriores, do pé até o pulso, e nas patas traseiras, entre os pés e os joelhos.

Essas manchas de cor sobem pela parte interior das patas. Também estão presentes na parte anterior do peito, nas bochechas, no queixo, nos olhos, no interior das orelhas e sob a cauda.

Fonte> Ger Dekker

Personalidade do griffon belga

De acordo com o padrão publicado pela Federação Cinológica Internacional, o griffon belga é um pequeno cão de companhia que se destaca por ter uma personalidade equilibrada, sempre alerta e um pouco altivo.

Além disso, é muito afável e carinhoso, o que permite dizer que é muito apegado ao seu dono. Por ter dimensões reduzidas e ter uma personalidade muito tranquila, se adapta com facilidade à vida urbana e aos apartamentos pequenos.

Saúde, cuidados e conselhos

Como o griffon belga é um cão de pequeno porte e de pelo longo, é recomendado escovar o seu pelo diariamente para manter o seu brilho e evitar a queda de pelos e formação de nós. Da mesma forma, para manter o “adorno” da barba, sobrancelha e bigode, é uma boa ideia levar o cãozinho regularmente a um cabeleireiro. Mas somente se quiser participar de competições ou por motivos estéticos.

Não se conhecem registros de doenças ou problemas que afetem especialmente esta raça. Por isso, uma alimentação equilibrada, exercícios físicos e visitas regulares ao veterinário serão suficientes para deixar nosso bicho de estimação saudável e feliz.