A importância e os benefícios da água para os cães

maio 9, 2020
Você sabia que a água é tão importante para os cães quanto para os seres humanos? Como donos, devemos garantir uma boa hidratação todos os dias, independentemente da época do ano.

A hidratação é essencial para os seres humanos… e também para os animais. Por isso, devemos garantir que estamos oferecendo o que eles precisam. Neste artigo, vamos falar mais sobre os benefícios da água para os cães.

Por que a água é importante para os cães?

A água é essencial para a vida de todos os seres vivos e, no que diz respeito aos animais de estimação, como proprietários, somos os responsáveis por garantir a sua hidratação.

Sabemos que os cães têm uma maneira um pouco curiosa de beber em comparação com os humanos, mas não sabemos de quanta água eles precisam diariamente. A quantidade depende de vários fatores, tais como raça, peso e tamanho do animal, além das atividades físicas que ele faz, da época do ano (se está calor ou frio), da alimentação, da saúde do cachorro, etc.

Como orientação, podemos dizer que um cachorro adulto precisa beber 60 mililitros por quilograma de peso diariamente. Portanto, um animal de 10 quilos requer 600 mililitros (pouco mais de meio litro).

A importância e os benefícios da água para os cães

Além disso, devemos acrescentar o fator climático e a atividade física do animal, incluindo os passeios no parque. Assim, continuando com o exemplo anterior, durante o verão e saindo para um passeio, ele teria que beber aproximadamente um litro de água por dia.

Por que o meu cachorro deve beber água?

A água é muito importante para os cães e a sua falta pode levar a problemas de saúde ou até mesmo causar a morte. Alguns dos sintomas de desidratação em animais de estimação são:

  • Respiração rápida (ofegante)
  • Apatia (falta de vontade de se levantar ou brincar)
  • Olhos ‘afundados’
  • Redução da quantidade de urina (urinar menos vezes e em pouca quantidade)
  • Urina de cor escura
  • Focinho ou língua secos
  • Taquicardia

Os cães que não bebem muita água são mais propensos a desenvolver certas doenças, como, por exemplo, problemas renais, incluindo a formação de pedras nos rins, infecções no trato urinário ou insuficiência renal crônica. Eles também podem desenvolver problemas hepáticos, uma vez que o fígado não funcionará corretamente.

A importância e os benefícios da água para os cães

Como fazer o meu cachorro beber água

Os cães precisam beber água diariamente e são os donos que devem oferecer essa hidratação. Como? Aqui estão algumas dicas:

1. Deixe bebedouros ao seu alcance

O objetivo é que o animal sempre tenha um recipiente de água ‘ao seu alcance’ e que ele esteja localizado de forma adequada em relação ao seu tamanho. Colocar um bebedouro ao lado da cama é uma ideia eficaz para que ele se hidrate sem muito esforço.

Não devemos economizar no número de bebedouros em casa, principalmente se o animal ficar sozinho durante muitas horasAs tigelas podem estar em ambientes diferentes para que o cachorro possa beber onde quiser.

2. Troque a água diariamente

Se o seu cachorro não tiver bebido a água de um recipiente específico (caso ele tenha vários), não deixe o mesmo líquido para o outro dia. Recomendamos que você troque a água por outra nova, limpa e fresca todas as noites ou todas as manhãs.

3. Preste atenção à localização da água

Se o seu cachorro passa algum tempo fora de casa (no quintal ou no terraço, por exemplo), tente fazer com que o bebedouro fique na sombra durante a maior parte do tempo.

E, se por algum motivo, você perceber que a água está mais quente do que deveria estar, você pode colocar alguns cubos de gelo para resfriá-la. Porém, não abuse dessa técnica, pois ela pode causar problemas na garganta.

4. Conheça as preferências do seu cachorro

Como a água é tão importante para os cães, não podemos deixar esse assunto ao acaso. Com isso, queremos dizer que você deve saber do que o seu animal de estimação mais gosta para que isso seja oferecido.

Por exemplo, alguns cães preferem tigelas grandes, enquanto outros gostam de fontes. Eles também podem beber apenas se a água sair de uma torneira ou podem gostar de poças onde possam beber ‘de forma selvagem’.

Por fim, você também pode aumentar a ingestão de líquidos do seu animal de estimação através da alimentação, optando por alguns vegetais adequados combinados com a ração.

  • Cortadellas, O., & Fernández-Del Palacio, M. J. (2012). Diagnóstico y tratamiento de la enfermedad renal crónica (ERC) en el perro y el gato. Parte 1: evaluación del paciente con ERC. Clin. Vet. Peq. Anim.